Vivo com citas

Online citas con el video chat de calidad. Los usuarios de ambos sexos afirman que les da mucha importancia lo que ven y los videos chat online perfectamente lo representan. Ocupando un puesto significante en campo de citas las ruletas chat en vivo cada día están ganando más popularidad entre los usuarios de red de internet. A partir del 20 de junio, las citas con el Trabajador Social, deben solicitarse telefónicamente, llamando al número de teléfono 91.896.98.46. En horario de 10:00 a 12:00 h. de lunes a viernes. Los martes, miércoles y jueves, de 10:00 a 12:00 h. se puede pedir cita de forma presencial acudiendo a las dependencias de los Servicios Sociales de Valdemorillo. Comparte esta nota Ahora hay una aplicación de citas para todo aquel que lo necesita. Parece que conocer a gente de forma natural ya no está de moda y es cosa del pasado. Pero después de cinco años de Tinder, que por cierto hace poco cumplió su aniversario, los que hacen citas online siguen siendo una minoría. Ese […] Entre muchos trámites, los mas comunes son: Imprimir tu acta de nacimiento, curp, corregir actas de nacimiento y curp, citas para pasaporte y para obtener el RFC ante el SAT, etc. Generalmente debes tener a la mano: identificaciones oficiales, curp, acta de nacimiento, datos generales, codigo postal, un EMAIL, telefonos de contacto, entre otros. Comparte esta notaEl caso conmociona a la provincia de Misiones: una chica de 14 años fue a una cita con un chico que conoció a través de Facebook y terminó siendo violada por cuatro individuos, de entre 15 y 22 años, tres de los cuales están detenidos y el cuatro, de 18, tras haber sido […] MEGA TELEVISIÓN HD no aloja ningún contenido en sus servidores, todo el contenido aquí mostrado ha sido recopilado de otros sitios web, lo cual significa que no alojamos ningún vídeo ni transmisión en nuestros servidores. Por lo tanto MEGA TELEVISIÓN HD no se responsabiliza por ningún contenido multimedia posteado en el sitio. Los logotipos que están aquí, se encuentran registrados ... 6.- CONTRATACION DE PAQUETES.Cuando contratamos el paquete de mi esposa por el problema ocurrido nos atendió la Srita. Yadira Francisco de ADMISION y CAJA, ella nos dio un precio de $10,500.00 ya con todo incluido, la DOCTORA ROCIO JESUS, que atendió a mi esposa nos comento que ella necesitaba unas pastillas, que en ese momento no tenia el hospital, pero que el costo seria de $3,800.00 ya ... Red social para citas, chatear y coquetear con usuarios de todo el mundo. Mostrar más. Ulive.news. Noticias en vivo transmisiones y transmisiones con corresponsales de todo el mundo! Wallpapers.today. Fresco e interesante papel tapiz para computadoras de escritorio y pantallas de teléfonos. Este tipo de comunicación es totalmente gratis y te permite buscar nuevos amigos mucho más rápido que las paginas de redes sociales y otros sitios de citas. WebCam chat para comunicación a tráves de una cámara web. Si quieres conocer a alguien usando la cámara web, únete a nuestros usarios de vídeo chat y transmite tu vídeo en directo. citas en televisión de Camilo José Cela, Fernán Gómez y Ruiz Mateos En fin, que la televisión da mucho juego y se ha dicho de todo. Algunos autores, como podéis ver, son capaces de agotar nuestra capacidad de sorpresa.

Edgar Allan Poe - O Gato Preto e Outras Histórias

2020.09.04 05:42 SpeedHS11 Edgar Allan Poe - O Gato Preto e Outras Histórias

Edgar Allan Poe - O Gato Preto e Outras Histórias (editora PandorgA) 
https://preview.redd.it/216yppdxq1l51.jpg?width=566&format=pjpg&auto=webp&s=e5378e193d4acd6aab19abf302c57accc2e82527
Este livro contém 4 contos:
- o gato preto (1843)
- Ligeia (1838)
- a queda da Casa de Usher (1839)
- pequena conversa com a múmia (1839)

O Gato Preto (1843) 
''NÃO ESPERO NEM PEÇO que acreditem neste relato estranho, porém simples, que estou prester a escrever. Louco seria se eu o esperasse, em um caso onde meus próprios sentidos rejeitam o que eles mesmos testemunham.''
Faço das palavras de Poe as minhas, o conto começa com Poe falando de sua paixão por animais, e que sempre foi mimado pelos pais em relação à isso, o conto carrega toda uma história por trás, a começar pelo nome Plutão, que é o apelido de Hades (deus dos mortos), a cor preta, a superstição de que gatos pretos seriam bruxas disfarçadas e também a ideia de sete vidas dos gatos, todas essas características se encaixam perfeitamente no enredo do conto.
Com o passar do tempo, Poe foi mudando para uma pessoa pior, graças ao alcoolismo, se tornando mais melancólico, irritável, e indiferente às todos ao seu redor, menos ao gato, porém isso não durou muito tempo e o gato agora também passara a sofrer assim como todos os outros com as atitudes de Poe.
Quando Poe voltava para casa após mais uma noite de puro alcoolismo, percebeu que Plutão evitava-o, percebendo isso tratou de agarrar o gato, porém, o gato ficou assustado (com razão) e acabou dando uma pequena mordida em sua mão, isso despertou uma fúria (como o próprio Poe diz, demoníaca) e ele acaba por arrancar o olho do gato com um canivete que estava em seu bolso.
''de fazer o mal pelo único desejo de fazer o mal'' E foi assim que Poe fez o que ele julgava errado mas fez. Em uma manhã fria ele enforcou e matou o gato, no galho de uma árvore enquanto lágrimas escorriam de seus olhos, segundo as próprias palavras de Poe: ''enforquei-o porque sabia que assim fazendo estava cometendo um pecado - um pecado mortal, que comprometeria então minha alma importal e a colocaria - se tal coisa fosse possível - além do alcance da infinita misericórdia do Deus mais misericordioso e mais terrível.'' A noite do mesmo dia terminou com a casa de Poe em chamas, a cortina de seu quarto pegou fogo e por pouco conseguiram sair todos vivos e a casa acabou completamente destruída.
No dia seguinte ao incêndio, quando Poe visita as ruínas do que sobrou de sua casa, todas as paredes com exceção de uma tinham desabado e justo nessa única parede que não havia sido destruída completamente, estavam as palavras ''estranho!'', ''singular!'' e outras expressões similares, que despertaram a curiosidade de Poe, porém, o que mais o intrigava era o fato de que nessa mesma parede havia a figura de um gato de um gato gigantesco e havia uma corda ao redor do pescoço do anomal, Poe criou uma grande explicação para o ocorrido e se deu por satisfeito, embora dessa forma tenha prontamente satisfeito a razão, ele não poderia dizer o mesmo quanto à sua consciência.
Sem mais nem menos, surge um gato preto extremamente parecido com Plutão, no meio da noite em mais um dia de bebidas de Poe, os dois acabam gostando um do outro e assim, o gato segue para a casa de Poe e logo se familiariza com a casa e a esposa. Aos poucos por alguma razão Poe começou a sentir uma aversão ao gato, o fato do animal não ter um olho e a marca no peito do gato que antes era indefinida, mas agora essa marca branca passa a ser a imagem do enforcamento, contribuiram para essa aversão.
Certo dia enquanto ia para o seu porão, o gato mais uma vez o seguia e acompanhava-o, desta vez o gato acompanhava Poe enquanto descia as escadas e quando o fazendo cair, isso despertou uma fúria demoníaca em Poe, que na mesma hora pegou seu machado, quando estava pronto para matar o animal sua mulher interviu, desviando o golpe, sem pensar Poe enfiou o machado na cabeça de sua mulher, ela caiu morta sem sequer gemer.
Poe agora precisava se livrar do corpo, pensou e chegou na conclusão que deveria emparedá-la no porão, o que ele fez foi retirar os tijolos de um ponto da parede que havia uma saliência de uma falsa chaminé e fez no final das contas um ótimo trabalho.
O gato obviamente assustado com a situação fugiu e nunca mais voltou, isso despertou uma sensação de alívio em Poe, ele se sentia um homem livre, a sua consciência em relação sua mulher, pertubava- o pouco. No dia seguinte policiais foram até a casa fazer uma última busca e quando já estavam prestes a ir embora, Poe cita o quanto aquele porão fora bem construído e acaba por bater na parede com a bengala que segurava, na qual estava o cadáver de sua mulher do coração.
O eco da batida nem tinha acabado de soar quando uma voz de dentro respondeu com um uivo, como se tivesse vindo do inferno, com isso Poe quase desmaia até a parede do lado oposto, o cadáver ''com a boca vermelha escancarada e o olho solitário de fogo, estava sentada a criatura hedionda cujos ardis tinham me seduzido ao assassinato, e cuja voz delatora havia me condenado à forca. Eu tinha emparedado o monstro dentro da tumba!''
Ligeia (1838) 
O conto começa com Poe lembrando-se de Ligeia, fazendo grandes elogios e lembrando-se apenas que a encontrou pela primeira vez em alguma grande e decadente cidade às margens do Reno. Poe não se lembra do nome de sua família.
''Não existe beleza rara sem que haja algo de estranho em suas proporções''. Poe segue exaltando Ligeia: Alta, porte majestono, a quietude complacente de seu comportamento... A pele rivalizava com o mais puro marfim, a imponente fronte sobressaindo e a delicada proeminência acima de suas têmporas, as brilhantes e negras madeixas, negras como as asas de um corvo, luxuriantes cachos naturais, suas linhas delicadas do nariz, as covinhas, os olhos bem maiores do que o comum, a magnífica curvatura do lábio superior e o aspecto suave e voluptuoso do inferior. Ele se lembra de seus olhos, incríveis e incomuns, largos e luminosos, e sentiu fortes sentimentos ao lembrar de seus olhos, que só sentiu os mesmos sentimentos raramente quando: viu o crescimento de uma videira, numa mariposa, uma borboleta, um fluxo de água corrente...
Poe lembra dos primeiros anos de casamento, em que ele confiava em Ligeia em nível de confiança semelhante à de uma criança, a ser guiada por ela, em um caótico de investigação metafísica em que se achava ocupado durante os primeiros anos de casamento. Enquanto Poe acompanhava de perto a morte de Ligeia na cama, ela demonstra todo a sua paixão e pede a Poe que leia alguns de seus versos, logo após Poe terminar a leitura, Ligeia ergueu-se e teve espasmos, e então, abaixou os braços retornando ao leito de morte e morreu.
Meses depois do ocorrido, Poe, compra uma abadia em um lugar remoto da Inglaterra se casa com Lady Rowena, no primeiro mês de casamento ela temia o violento mau-humor de Poe seu temperadomento, que tanto evitava e amava. No segundo mês de casamento Lady Rowena fica doente e demora para se recuperar até que um segundo e mais violento acesso a acometeu, colocando-a de volta à cama em sofrimento, ela começa a ficar doente de forma mais grave e reccorente, Poe então decide dar uma taça de vinho para recuperá-la, foi aí então que ele ouviu passos leves sobre o carpete próximo a cama, e então quando Rowena estava prestes a bebero cálice, ele viu caindo dentro da taça, três ou quatro grande gotas de um brilhante líquido, porém ele achou que fosse tudo imaginação e não mencionou o fato à ela, algum tempo depois ela morre e seu corpo é preparado para o túmulo.
Com o tempo, Poe percebe que suas bochechas voltam a ficarem vermelhas, durante alguns dias ele escuta alguns sons do cadáver e havia até mesmo uma leve pulsação de seu coração, ela estava viva, porém, sempre indo e voltando da morte, com grandes sinais à prova, mas Poe não se importava e estava cansado das violentas emoções.
De repente, ela ergue-se da cama, cambaleando de olhos fechados avanã para o meio do quarto, Poe se aproxima e toca, fazendo assim cair os tecidos sinistros que a enrolavam, revelando assim seus cabelos negros, mais negros que as asas de um corvo da meia-noite e os grandes olhos, grandes, negros e selvagens de seu perdido amor, Lady Ligeia.
A queda da Casa de Usher (1839) 
Poe percorri de cavalo um caminho escuro, chegando à casa de Usher (sua caraterística principal era parecer excessivamente antiga) ele sente uma sensação de insuportável melancolia invadir seu espírito, ele chega até a sala grande e imponente em que Usher (um dos únicos amigos de infãncia e adolescência de Poe) estava, Usher então se levanta do sofá e o comprimenta calorosamente. Com sua voz que variava rapidamente de um indecisão trêmula até uma forma pesada e lenta de falar, ele contou sobre o objetivo da visita e do consolo que ele esperava sentir com a presença de Poe e abordou a causa de sua doença, disse que era um mal constitucional e familiar para o qual ele já não tinha esoerança de encontrar uma cura.
Ele sofria de um aguçamento mórbido dos sentidos: só suportava as comidas mais insípidas, só podia uisar vestes de certa textura, o cheiro de todas as flores o oprimia, uma mera luz fraca torturava seus olhos e somente alguns sons não lhe inspiravam horror. Poe percebe pouco a pouco por meio de alusões entrecortadas e ambíguas, ele estava dominado por certas impressões supersticiosas com relação ao imóvel onde vivia e de onde, por muitos anos, nunca havia se aventurado a sair, superstições acerca de uma influência cuja força hipotética foi descrita em termos muito obscuros para ser relatada aqui e a aproximação evidente e iminente da morte de sua querida e amada irmã, lady Madeline.
Lady Madeline tinha uma apatia, uma devastação física lenta e gradual, e frequentes afecções de um caráter parcialmente cataléptico. Até então, lutara com firmeza contra a doença e não se entregara à cama, mas, ao final da noite, ela sucumbiu e Poe nunca mais a veria a mesma dama pelo menos enquanto vivesse.
Usher declarou que tinha a intenção de preservar o corpo da irmã por quinze dias (antes de finalmente sepultá-la), em uma das várias câmara que existiam dentro dos muro principais da casa, a razão era o caráter incomum da morte da falecida e as inevitáveis perguntas inoportunas e impulsivas por parte dos médicos, Poe ajuda pessoalmente nos preparativos do sepultamento temporário, levam ao à uma câmara que estivera fechada por muito tempo e lá é revelado que Usher e sua irmã eram gêmeos.
Uma noite tempestuosa, ma terrivelmente bela invadiu o quarto quase erguendo-os do chão, um vapor agitado subia pela casa e a encobria como uma mortalha, Poe logo retirou Usher de perto da janelo e colocou-o na poltrona, lendo um de seus romances favoritos: ''O Louco Triste'' de Sir Launcelot Canning.
Ao terminar a leitura, em que um escuto havia caído sobre um piso de prata, Poe, como escuta como se relamente um escudo de bronze tivesse caído com todo seu peso sobre um pavimento de prata. Quando Usher é questionado por Poe sobre o barulho, Usher: ''Sim, eu ouço e tenho ouvido. Por muito... muito... muito tempo... por muitos minutos, muitas horas, muitdos dias ouvi... Nós a colocamos viva no túmulo! INSENSATO! ESTOU LHE DIZENDO QUE ELA AGORA ESTÁ DO OUTRO LADO DA PORTA!''
Como em um passe de mágica, a porta para que Usher apotava abriu lentamente, e lá estava a figura alta e amortalhada de lady Madeline Usher. Então, com um lamento baixo, desabou pesadamente sobre o corpo do irmão, e em sua agonia final, arrastou-o para o chão, morto, vítima dos terrores que havia previsto.
Poe então foge horrorizado daquele quarto e daquela mansão, de repente, uma luz forte surgiu no caminho, era a luz da lua cheia, um vermelho escalarte que brilhava através daquela rachadura na mansão e que se estendia até do telhado até o chão. Dali veio um sopro forte do redemoinho, as grandes paredes desabavam enquanto se ouvia uma demorada e tumultuada gritaria, como se o ruído viesse de mil aguaceiros, e o lago profundo e gélico aos seus pés se fecharam, de forma sombria e silenciosa, sobre os destroços da ''Casa de Usher''.
Pequena Conversa Com a Múmia (1839) 
O simpósio (festa após um banquete) da noite anterior tinha sido demais para Poe, com uma dor de cabeça miserável e caindo de sono preferiu fazer uma última refeição antes de dormir (Welsh rabbit). Porém, ainda não completara o terceiro ronco quando a camapinha começa a tocar furiosiamente, era um bilhete do doutor Pononner, que dizia que obteve o consentimento dos direitos do museu da cidade para examinar uma Múmia, em um salto se levantou da cama rumo à casa do doutor.
Chegando na casa do doutor ele encontrara um grupo ansioso e a Múmia, encontrada às margens do Nilo, estendida sobre a mesa de jantar, acâmara onde fora encontrada a Múmia era rica em ilustrações, isso indicava uma vasta riqueza do morto. Encontraram o corpo em ótimo estado de preservação, sem nenhum odor perceptível, cor avermelhada, olhos removidos e substituídos por olhos de vidro, cabelos e dentes em boas condições. Quando perceberam que já passava de duas horas da manhã, decidiram adiar a dissecação até a noite seguinte, porém, alguém surgiu com a ideia de fazer um experimento com a pilha de Volta (aplicar eletricidade).
Prestes a ir embora, Poe se depara com as pálpebras da Múmia coberta pelas pálpebras, depois do choque inicial decidiram prosseguir com um novo experimento, e, durante o mesmo, a Múmia desfere um pontapé no doutor Ponnonner que foi lançado à rua janela abaixo. Depois de iniciarem o teste elétrico a Múmia espirrou, sentou e se dirigiu aos senhores Gliddon e Buckingham com um egípcio perfeito um discurso, neste discurso ele reclamou de ser despido num dia frio e da forma como fora tratado.
Gliddon fez um discurso em que citava principalment os enormes benefícios que a ciência podera obter com o desenrolamento e a evisceração das múmias e aproveitou o momento para se desculpar por qualquer incômodo que pudéssemos ter causado à múmia Allamistakeo, reparando que ela estava se tremendo de frio, o doutor correu e logo voltou com uma casaca preta, um par de calças xadrez azul-celeste, uma camisa xadrezinha cor de rosa, um colete de brocado com abas, um sobretudo branco, uma bengala de passeio, um chapéu sem aba, um par de botas de verniz, um par de luvas de pelica cor de palha, um monóculo, um par de suíças e uma gravata cascata.
Seguiu-se uma série de perguntas e de cálculos pelos quais se tornou evidente que a antiguidade da múmia tinha sido muito mal avaliada, haviam passado cinco mil e cinquenta anos e alguns meses desde que ela tinha sido despachada. Logo depois a múmia explica o princípio fundamental do embalsamento e que gozava de ter o privilégio de ter nas veias sangue do Escaravelho, pois só assim teria o direito em sua época de ser embalsamado vivo. O Escaravelho era o brasão, as ''armas'' de uma família muito nobre e muito distinta, pois era comum se retirar o cérebro e as vísceras do cadáver antes de embalsamá'lo, só o clá dos Escaravelhos não seguia essa regra.
''Veja nossa arquitetura!'' gritava Ponnonner. ''A Fonte Bowling-Green!Ou, se esse espetáculo e imponente demais, contemple por um instante o Capitólio, em Washington, D. C.! E o bom doutorzinho chegou até a detalhar de forma minuciosa as proporções do edifício a que se referia. Explicou que o pórtico era adornado com não menos que vinte e quatro colunas, cada uma com um metro e meio de diâmetro e colocadas a três metros de distância umas das outras.
O conde respondeu que lamentava não se lembrar das dimensões precisas de nenhum dos edifícios principais da cidade de Aznac, cuja fundação se perdia na noite dos séculos, mas cujas ruínas permaneciam ainda de pé, se lembrou de ter visto um palácio secundário que tinha cento e quarenta e quatro colunas, com onze metros de circunferência e sete metros de distância entre cada uma delas, o acessoa esse pórtiro, vindo do Nilo, era feito através de uma avenida de três quilômetros, composta por esfinges, estátuas e obeliscos de seis, dezoito e trinta metros de altura. O palácio em si tinha, só em uma das direções três quilômetros de comprimento e deveria ter, ao todo, uns onze de circuito. As paredes eram ricamente decoradas, por dentro e por fora, com pinturas hieroglíficas. Ele não pretendia afirmar que até cinquenta ou sessenta dos Capitólios do doutor poderiam ter sido construídos dentro dessas paredes, mas que tinmha absoluta certeza de que duas ou três centenas deles se espremeriam ali com alguma dificuldade.
Nisso se seguiu a noite com os cavalheiros fazendo perguntas complexas ao egípcio, que respondia todas surpreendentemente bem, os cavalheiros não sabiam mais que perguntas fazerem, pois, a cada pergunta que faziam, o egípcio respondia todas e simplesmente os calava com sua superioridade egípcia em basicamente todas as áreas mencionadas pelos cavalheiros ali presente.
Porém, quando estavam prestes a serem derrotados intelectualmente, Ponnonner perguntou se as pessoas no Egito realmente pretendiam rivalizar com as pessoas modernas, na importantíssima questão do vestuário. O conde então olhou para os suspensórios de suas calças e, segurando a ponta de seu fraque, segurou-os perto dos olhos por alguns minutos. Deixando-os cair finalmente, sua boca escancarou-se gradualmente de uma orelha à outra, mas não me lembro se respondeu alguma coisa.
O egípcio baixou a cabeça. Nunca houve um triunfo tão completo, nunca antes a derrota foi assumida com tanto despeito, Poe pega seu chapéu e parte para casa. Chegou em casa depois das quatro horas da manhã e foi-se deitar, agora eram dez horas da manhã com Poe escrevendo estas lembranças, ansioso para saber quem será o Presidente em 2045, iria procurar o doutor Ponnonner e pedir para que seja embalsamado por alguns séculos.
submitted by SpeedHS11 to Livros [link] [comments]


2020.07.18 04:18 darkssister As coisas que faço por amor: Vida e morte

Voltando para analisar mais dois ensaios de A Guerra dos Tronos e a Filosofia, dessa vez já na Parte Dois chamada “As coisas que faço por amor”. Enquanto a parte um foi mais política essa julga mais a moral da personalidade e das escolhas das personagens. Escolhi analisar só dois textos dessa parte por achar que eles trazem mais reflexões interessantes.
5-O INVERNO ESTÁ CHEGANDO: A SOMBRIA BUSCA PELA FELICIDADE EM WESTEROS por Eric J. Silverman
Para Platão, a vida de justiça e virtude é uma vida feliz, logo o homem justo é feliz, e o injusto é desgraçado (p.77). Silverman pontua que em outras estórias épicas essa premissa é verdadeira, em ASOIAF não é bem assim. Nós vemos o justo e honrado Lorde Stark ser executado e traído:
(...) No que parece ser o repúdio da visão platônica, a virtude e a justiça não trazem felicidade para ele.
Mas talvez “viver feliz para sempre” não seja o tipo de felicidade ao qual Platão se referia ao alegar que o homem justo é feliz. (...) ele não pode estar dizendo que o homem virtuoso tem a garantia de uma vida bem sucedida em termos de felicidade material terrena. (p. 78)
Essa felicidade parece estar então ligada ao imaterial e não apenas ao prazer, podendo também estar ligada ao divino. Como exemplo Silverman traz a jornada de Bran que teve seu corpo quebrado.
Mas ele vive um tipo diferente de sucesso, desenvolvendo habilidades psíquicas como troca-pele, que pode ver tudo que as antigas árvores, chamadas represeiros, viram. Como promete o tutor de Bran, Brynden: “Você não voltará a andar...mas voará.” (p.80)
Será que podemos mesmo considerar isso enquanto um sucesso? E para além disso, Bran Stark é uma pessoa justa para merecer tal sucesso divino?
A Pessoa cruel é feliz?
Há pessoas injustas que enganam para parecerem virtuosas e assim adquirir benefícios (alô Maquiavel). Para Silverman essa é a principal estratégia de Cersei, mas ele deixa claro que essa não é uma estratégia confiável porque os atos cruéis dela exigem engodos constantes que podem ou não dar certo ou não o que a leva a cometer mais e mais maquinação. Entre essas maquinações de Cersei o autor cita a morte de Jon Arrys que nós sabemos bem que não está na cota de crimes da rainha. O autor deveria saber já que ele faz uma análise da personalidade paranoica de Cersei da qual temos contato em AFFC. Para ilustrar ele até utiliza de uma fala de Tyrion presente em ADWD na qual ele analisa a irmã.
Cersei é tão gentil como o Rei Maegor, tão altruísta como Aegon, o Indigno, tão sensata como Aerys, o Louco. Nunca esquece uma afronta, real ou imaginária. Confunde cautela com covardia e divergência com desafio. E é gananciosa. Tem ânsia de poder, de honra, de amor.
(ADWD, Tyrion VI)
Cersei nunca está feliz pois nunca está satisfeita. Para Platão, o problema mais grave do tirano cruel é a psique dominada pelo que há de pior nele e para Silverman, Cersei é a epítome daquilo que Platão alerta para ter cuidado: uma alma cruel, dissonante e instável.
“A vida não é uma canção, querida. Poderá aprender isso um dia, para sua mágoa”
Temos que concordar que só a justiça não é suficiente para alcançar a felicidade, mesmo que imaterial. Aristóteles em sua Ética a Nicômaco também concorda conosco. Conhecemos o interior de Eddard Stark e sabemos o quanto de sofrimento ele carregava.
(...) alguém pode ter virtude e ao mesmo tempo estar “sujeito aos maiores sofrimentos e infortúnios, e, afora quem queira sustentar a tese a qualquer preço, ninguém jamais considerará feliz um homem que vive nessas condições”. (p.84)
Nesse momento o autor erra ao dizer que Catelyn não queria que Eddard fosse para Porto Real, ele deve ter se confundido com a série. sabemos que na verdade ela tem medo que Robert suspeite que Ned se opõe a ele, completamente influenciada pelo mau pressagio da imagem da loba morta com o chifre de veado preso na garganta.
Em conclusão, Silverman acredita que jogar o jogo dos tronos é tolice caso esteja à procura de felicidade, pois se “ganha-se ou morre” o risco é alto demais e os ganhos não são assim tão positivos.
juro-lhe, nunca me senti tão vivo como quando estava ganhando este trono, nem tão morto como agora que o possuo.
(AGOT, Eddard II)
8-SERIA UM ATO DE MISERICORDIA: ESCOLHA ENTRE A VIDA E AMORTE PARA LÁ DO MAR ESTREITO por Matthew Tedesco
O autor faz um comparativo entre o estado de vida e morte de Bran e Drogo. Ele informa que enquanto Bran está sendo cuidado por um meistre da Cidadela, Daenerys recorreu a magia de Mirri Mas Durr. Porém Tedesco não cita que, antes da magia Mirri trata Drogo de uma forma muito parecida com a que um meistre da Cidadela faria (AGOT, Daenerys VII).
Ele faz uma digressão sobre as escolhas medicas da eutanásia a partir da frase “seria um ato de misericórdia” dita por Jaime a Tyrion em relação a Bran. Por mais cruel que seja essa frase (além de é claro o interesse de Jaime ser na possibilidade do segredo ser descoberto) ela faz um certo sentido quando se vai discutir sobre eutanásia ativa ou passiva “matar ou deixar morrer”.
De acordo com Brock, matar é causar a morte de modo intencional, não importando como ela ocorra. Como a eutanásia passiva é intencional e resulta em morte, trata-se de um ato de matar, tanto quanto a eutanásia ativa. (P.117)
Depois desse soco, Tedesco vai discutir algo ainda mais polêmico: a eutanásia em crianças, já que Bran Stark tem apenas 7 anos. Eu não vou discutir muito aqui sobre essa digressão que o autor faz (que diga-se de passagem é muito bem feita e detalhada trazendo até casos reais da medicina) pois não é algo que estou apta a falar.
Voltando ao assunto da misericórdia, o autor diz que o leitor fica obviamente horrorizado com a sugestão de Jaime Lannister, mas não é a mesma reação que temos quando Daenerys decide por matar Drogo. Ele atribui isso à vida que o leitor espera que Bran tenha depois de sua recuperação, já Drogo estará para sempre em estado vegetativo. Para entender melhor isso ele vai tratar sobre a diferença entre ser humano e ser pessoa.
Michael Tooley, por exemplo, alega que ter consciência e uma concepção de si como indivíduo contínuo de experiências são os critérios fundamentais para definir uma pessoa. (...) Mary Anne Warren cita uma lista de cinco critérios (consciência, raciocínio, atividade automotivada, capacidade de se comunicar e presença de autoconceitos) e argumenta que um número não especificado deles corresponde a uma pessoa. (p. 123)
Portanto o assassinato de Bran seria condenável por ele ser uma pessoa, mas o assassinato de Drogo não seria nem mesmo um assassinato. Seria? “as respostas raramente são fáceis” (p.124).
submitted by darkssister to Valiria [link] [comments]


2020.06.02 00:52 Ekase-pmg ¿Qué opina Ter de la cultura de cancelar?

So, con todo el lío que hay últimamente con Lana del Rey siendo cancelada, me he acordado de esta duda. ¿Ter apoya la cultura de cancelar? Yo creo que no es muy partidaria (obviusly son hipótesis mías, no vivo en la mente de Ter, ojalá:). He aquí mis argumentos:
La cuestión es: mientras ¿dejaría de comprar o consumir el contenido de esa persona? Pues no sé. El caso de Lana del Rey podría ser un buen momento para comprobarlo, pero en algún momento (no recuerdo el vídeo) comentó que no era súper fan suya porque le faltaba material para meterse en su mundo.
Bueno, ¿qué opináis?
P.S.: sorry por la falta de cosas brillantes y sirenas, soy nueva en reddit.
submitted by Ekase-pmg to TerCosmicQueen [link] [comments]


2020.05.19 16:49 Xplain9 [Serio] Soy pedofilo ¿Cómo puedo encontrar ayuda/tratamiento?

Hola tengo 19 años, y como dice el título, me siento atraído por los niños, y me gustaría saber si es que existe tratamiento o algún tipo de ayuda para personas como yo, si se puede acceder fuera del sistema carcelario, en que zona, cuál es su costo o si se puede disponer de él de forma gratuita (me vendría bien porque no tengo un mango y se que las citas con psicólogos, o cosas por el estilo, no son muy baratas).
Hago la consulta más que nada porque siempre que alguien dice que es pedofilo en Internet saltan todos a decirle "get help" (entre deseos de muerte y comentarios del palo) antes que por sentirme como un peligro para los demás. La verdad es que es más probable que me termine matando, ya tenía pensamientos suicidas antes de saber ésto y digamos que descubrirlo no ayudo mucho
Estoy preguntando acá porque no tengo que hacerlo en persona y, siendo una comunidad relativamente grande, supongo que debe haber alguien que sepa del tema. Soy de E. R si les sirve de algo.
Update 1: Bueno me confirmó un familiar que estaba teniendo sesiones con una psicóloga que no están atendiendo en el hospital excepto por urgencias, pero están teniendo sesiones por videoconferencia no se la verdad si podré sacar turno. Lo que sí puedo decir es que voy a buscar hacerme atender con un psicólogo antes que con un psiquiatra, creo que me va a ayudar más (tuvimos malas experiencias con psiquiatras) , como dijo un user que emplee terapia cognitivo conductal ya que por lo que averigüe es lo que generalmente se usa. Ya pregunté en HESM que nombró u/Descreido si es que me pueden ayudar a encontrar a alguien que me ayude con esto, falta ver que responden.
Update 2: agradesco los consejos que dieron y el apoyo, voy a tratar de actualizarlos conforme se vayan desenvolviendo las cosas. No me contestaron el mail todavía, pero mañana igual voy a ver si consigo algo en el hospital, sino, puedo preguntar a un familiar si me puede contactar con su psicóloga y hacerle unas pregunta. Voy a ir probando opciones ya que nombraron unas cuantas y veo que resulta.
Update 3: ahí me contestaron del HESM https://imgur.com/a/blDn0oQ
Update 4: bueno después de dar varias vueltas llamé al número que me pasaron. La verdad me atendieron bien dentro de todo, me dieron el número de una psicóloga de donde vivo, veremos después cómo se da la cosa.
submitted by Xplain9 to argentina [link] [comments]


2020.03.26 17:54 tatubolinha2000 Mantenha-se informado 26/03

📰 JRMUNEWS 🗞 Ano 2 – Nº 403 🗺 Notícias do Brasil e do Mundo 🗓 Quinta-Feira, 26 de março de 2020 ⏳ 86º dia do ano no calendário gregoriano 🌘 Lua Crescente 2% visível
💭 Frase do dia: "Não permita que nada tire a sua capacidade de sonhar." - Gazeta FM
Hoje é dia... 🔹 do Amigo Virtual 🔹 do Cacau 🔹 da Conscientização Sobre Epilepsia 🔹 do Mercosul 🎂 Aniversário do Club ATHLETICO PARANAENSE de Curitiba
😇 Santos do dia: 🔹 Santa Lúcia Filippini 🔹 São Bráulio
🎂 Municípios aniversariantes: Fonte: IBGE • Antônio Martins-RN • Barueri-SP • Campo Redondo-RN • Capela do Alto-SP • Carapicuíba-SP • Galinhos-RN • Ipuã-SP • Itaberaba-BA • Jaçanã-RN • Lagoa de Velhos-RN • Lindolfo Collor-RS • Mariana Pimentel-RS • Martinópole-CE • Paraná-RN • Poá-SP • Porto Alegre-RS • Reserva-PR • Riolândia-SP • Ruy Barbosa-RN • Santa Luzia-MA • Santa Rita de Cássia-BA • Santo Antônio do Jardim-SP • Terra Roxa-SP • Uruoca-CE • Vera Cruz-RN • Xangri-lá-RS
🇧🇷 BRASIL 🇧🇷 ✍ Mourão defende isolamento e diz que Bolsonaro não se expressou bem ✍ Decreto de Bolsonaro determina que lotéricas abram ✍ Presidente é alvo de panelaços, xingamentos e pedidos de renúncia ✍ Regina Duarte diz que Bolsonaro 'está certíssimo' sobre quarentena ✍ Ministro Mandetta diz que fica e vê 'grande colaboração' na fala de Bolsonaro ✍ Vice-presidente participa da primeira reunião do Conselho da Amazônia ✍ MP que criaria abono natalino para o Bolsa Família perde a validade ✒ Senado está disposto a liberar verbas para combate ao covid-19 ✒ Maia cobra do governo 'política séria' para proteger idosos pobres ✒ Câmara e Senado aprovam medidas para enfrentamento ao coronavírus ✒ Maia diz que investidores querem flexibilização de isolamento ⚖ Ministro do STF mantém MPs editadas para combater efeitos da pandemia ⚖ Ministro do STF, Alexandre Moraes suspende dívida de três estados com a União, BA, MA e PR ⚖ TJSP suspende decisão que proibia cultos religiosos no estado 📌 Governadores pedem aplicação de lei que prevê renda básica para todos os brasileiros 📌 Dois navios pedem ajuda ao Brasil para desembarcar passageiros 📌 Governador de Goiás, Ronaldo Caiado rompe com Bolsonaro 📌 Cientistas e médicos condenam discurso de Bolsonaro 📌 Crianças fazem cartinhas para agradecer profissionais da saúde 📍 Voluntários distribuem 40 toneladas de alimentos no Rio de Janeiro 📍 São Paulo pagará R$ 55 mensais a famílias de alunos carentes 📍 Sesc SP coloca estruturas físicas à disposição do estado 📍 Campanha arrecada R$ 23,5 milhões para compra de respiradores para hospitais paulistas 📍 Coletores de lixo recebem bilhetes de agradecimento em SP 🍀 Loteria: Sem vencedor, Mega-Sena sorteia R$ 2,5 milhões no próximo concurso: As seis dezenas sorteadas foram 05-09-24-27-33-46
🌎 INTERNACIONAL 🌍 🇫🇷 França retira tropas do Iraque por causa do novo coronavírus 🇬🇧 Reino Unido diz que meio milhão de pessoas pedem assistência 🇬🇧 Tribunal de Londres nega pedido de fiança de Julian Assange 🇺🇳 ONU lança apelo global de US$ 2 bilhões para ajudar países vulneráveis 🇺🇸 Senado dos EUA vota pacote de US$ 2 tri para combater coronavírus 🇺🇳 OMS diz que países devem usar tempo de confinamento para combater coronavírus 🇪🇬 Egito desinfeta área de pirâmides esvaziadas de turistas 🇻🇦 Jornal do Vaticano interrompe publicação diante de pandemia 🇷🇺 Putin adia votação de mudanças para se preservar no poder
🖤 MORTES 🖤 ✝ Stuart Gordon, diretor de 'A hora dos mortos-vivos, aos 72 anos ✝ Bill Rieflin, baterista do R.E.M, aos 59 anos ✝ Floyd Cardoz, chef do 'Top Chef', por complicações do coronavírus, aos 59 anos
🧫 CORONAVÍRUS (Covid-19) 😷 😷 Mortes por coronavírus sobem para 59 no Brasil; são 2.554 casos confirmados 😷 Há 1 mês, Itália resistia a ampliar restrições; hoje tem 7500 mil mortes 😷 Espanha tem 738 mortes em 1 dia, chega a 3.434 e ultrapassa a China 😷 França registra 1.331 mortos por coronavírus, aumento de 231 em 24 horas 😷 EUA registra mais de mil mortos e quase 70 mil casos 😷 Ao menos 25 dos 27 governadores manterão restrições mesmo após Bolsonaro pedir fim de isolamento 😷 SP vai construir hospital em 20 dias para casos de Covid-19 😷 Governo recebe doação de 25 mil máscaras de prevenção 😷 Bradesco, Itaú e Santander vão comprar 5 milhões de testes 😷 Secretário cita 'lacunas', mas propõe protocolo para uso de remédio contra a malária 😷 Hospital contratará 599 enfermeiros para o Pacaembu 😷 Criança sem sintomas ainda podem contaminar os mais velhos
💰 ECONOMIA 💲 💰 Ibovespa salta 17,9% em dois dias, maior ganho desde outubro de 2008; dólar cai a R$ 5,03 💰 Dow Jones sobe “apenas” 2,4%, após perder quase mil pontos na reta final com risco de atraso em pacote 💰 Empresas afetadas pelo coronavírus já podem pedir suspensão do pagamento ao BNDES 💰 Tesouro recompra R$ 35,5 bi de títulos públicos em março 💰 Dívida Pública Federal sobe 1,22% em fevereiro e vai para R$ 4,28 tri 💰 Refinarias da Petrobras reduzem produção com colapso do petróleo 💰 Petrobras espera que queda de preço da gasolina chegue aos postos 💲 Fundos têm captação líquida de R$ 11,9 bilhões em março até o dia 20, diz Anbima 💲 Rede disponibiliza maquininha adicional gratuitamente para varejistas 💲 JPMorgan reduz projeções para bolsas da América Latina; Ibovespa deve encerrar ano aos 80.500 pontos 💲 Fundos imobiliários de shoppings suspendem pagamentos de dividendos 💲 Banco Mundial e FMI pedem alívio de dívida para países mais pobres 💲 Contas externas têm saldo negativo de US$ 3,9 bi em fevereiro 📊 Indicadores: 🏦 Ibovespa 74955 pontos 📈 💵 Dólar Canadá R$ 3,543📈 💵 Dólar Comercial R$ 5,026📉 💵 Dólar Turismo R$ 4,83📉 💶 Euro R$ 5,432📉 💷 Libra R$ 5,924📉 💸 Bitcoin R$ 33.543,49📉 💸 Bitcoin Cash R$ 1.127,46📉 💸 XRP R$ 0,82📉 🔶 Ouro (g) R$ 261,41📉 ⚪ Prata (g) R$ 2,3279📉 💰 Poupança 0,245% a.m. 💰 Selic 3,75% a.a. 💰 CDI 3,65% a.a. 💰 IPCA a.m. fev/20 0,25% 💰 IPCA a.a. 2020 0,4605% 💰 IPCA acum. 12m 4,0049% ⛽ Petróleo Brent (barril) US$ 27.510📉 ⛏ Minério de Ferro 62% US$ 89,57 💨 Algodão (lp) R$ 291,22📈 🐂 Boi (@) R$ 199,50📈 ☕ Café (sc) R$ 589,87📈 🌽 Milho (sc) R$ 59,49📉 🥚 Ovos (30 dz) R$ 102,16↔️ 🥜 Soja (sc) R$ 99,69📈
🔬 CIÊNCIA, TECNOLOGIA & SAÚDE 💓 💓 Ministério da Saúde diz que vacina faltou onde público não prioritário foi atendido 💓 Cafeína aumenta capacidade de resolver problemas, mas não criatividade 🔬 Fósseis raros de 3 espécies de pterossauros são encontrados no Marrocos 🖱 iFood anuncia desconto de comissões e antecipação de repasse dos pagamentos para restaurantes da plataforma
🏆 ESPORTES 🏆 ☑ Capitão do Valencia lamenta que jogo da Champions possa ter disseminado coronavírus entre a torcida ☑ Técnico da seleção brasileira de esgrima morre com suspeita de coronavírus aos 79 anos ☑ Corinthians ganha homenagem com nome de avenida perto da Arena ☑ Com futebol paralisado, Flamengo coloca funcionários em férias coletivas ☑ Seleção da Espanha oferece instalações e funcionários para a saúde
🎭 ARTE & FAMA 🌟 🎙 Metallica reagenda turnê pelo Brasil para dezembro 🎙 Ed Sheeran não deixará de pagar funcionários durante surto de coronavírus 🎙 Jackson Browne, estrela do rock de 71 anos, está com covid-19 🎙 Fundação de Michael Jackson doa mais de R$ 1,5 mi contra a covid-19 🎙 Harry Styles e Camila Cabello adiam turnê europeia por causa do coronavírus 📺 Tamanho Família tem gravações suspensas 📺 Produtora de novelas da Record demite todos os seus funcionários 📺 Coordenadora do Cidade Alerta, na Record, é confirmada com coronavírus 🎞 Diretor de Bacurau disponibiliza seu primeiro filme gratuitamente
🔎 #FAKENEWS: Não é verdade que Toffoli, Maia e Alcolumbre criaram a quarentena em um pacto para derrubar Bolsonaro. Fonte: Boatos..org
🛳 TURISMO ✈️ 🎒 Conheça Itabuna-BA: A Capital do Cacau, no sul do estado da Bahia está a cerca de 430 km da capital, é a quinta cidade mais populosa do estado. A cidade de Itabuna, em conjunto com o município vizinho de Ilhéus, forma uma aglomeração urbana classificada pelo IBGE como uma capital regional B, exercendo influência em mais de 40 municípios que juntos apresentam pouco mais de um milhão de habitantes. A região servia como principal ponto de passagem de tropeiros que se dirigiam a Vitória da Conquista. Na região cortada pelo rio Cachoeira, surgiu o Arraial de Tabocas, em meio à mata que então era desbravada. O nome Tabocas, segundo a tradição, deve-se a um imenso jequitibá, de cuja derrubada fora feita uma disputa, sendo aquele o "pau da taboca", ou seja, da roça que se abria. Itabuna se destaca pela vasta cultura, com grupos de teatro, grupo de capoeira, dança e bandas musicais com trabalho autoral expressivo de diferentes gêneros. Itabuna é um centro regional de comércio, indústria e de serviços. Sua importância econômica cresceu no Brasil durante a época áurea do cultivo de cacau, que, por ser compatível com o solo da região, levou-a ao 2º lugar em produção no país, exportando para os Estados Unidos e Europa. A cidade é um importante entreposto comercial do estado situado às margens da BR-101 e BR-415 e hoje se destaca com indústrias de grande porte, consolidando como polo médico, prestador de serviços e de educação. O município conta com Shoppings, um dos maiores do interior da Bahia. Fonte: Guia do Turismo Brasil
📚 FIQUE SABENDO... ...Por que o prêmio recebeu o nome de Oscar? ⁉️ Até 1931, o troféu, era chamado apenas de estatueta. Nesse ano, conta a lenda, a bibliotecária da Academia, Margaret Herrick, ao observar a estatueta em cima da mesa de um dos diretores da Academia, comentou: "Nossa, parece meu tio Oscar". Ela se referia a Oscar Pierce, um fazendeiro do Texas. O crítico de cinema Sidney Skolsky ouviu a brincadeira e a publicou. O nome pegou. O Troféu imprensa, cópia fiel do Oscar, foi criado em 1958 para premiar os melhores da TV Brasileira. Fonte: O Guia dos Curiosos
📖 BÍBLIA: Confia ao Senhor as tuas obras, e teus pensamentos serão estabelecidos. Provérbios 16:3 🙏
Que seu dia seja como a vontade de DEUS: bom, perfeito e agradável!! 🥖
♥️ By JRMUNEWS 🐞 🗺 Pariquera-Açu-SP 📝 Fazendo diferente e a diferença
🤓 LEIA E COMPARTILHE 📤
Visite, curta, siga, comente, avalie, compartilhe nossa página no Facebook:
https://www.facebook.com/JRMUNEWS/
submitted by tatubolinha2000 to DiretoDoZapZap [link] [comments]


2020.03.04 16:04 negociovivo LOS MEJORES PLUGINS DE WORDPRESS

Agrupar los mejores plugins de WordPress no es fácil: tanto por cuestiones numéricas como por el hecho de que los desarrolladores siempre están creando nuevos, pero sobre todo porque a menudo son gustos y hábitos personales y que toda agencia de marketing y posicionamiento web debe tener en cuenta.
Para cada propósito, WordPress ofrece a sus usuarios más extensiones, a veces incluso docenas.
A pesar de ello, he intentado recopilar algunos de los plugins que personalmente considero absolutamente imprescindibles para cada sitio realizado con este CMS, sin ir a los más específicos y útiles que se encuentran en determinados contextos.
Los mejores plugins gratuitos de WordPress
Sí, el panorama de plugins ofrecidos gratuitamente por los desarrolladores es más que suficiente para crear un sitio respetable.
En algunos casos, los creadores de estos programas informáticos sólo pedirán un enlace, una cita o una pequeña donación voluntaria: si la extensión que utiliza es especialmente útil, recuerde que puede dar un gran aliento a algún pequeño desarrollador incluso con una donación de unos pocos euros.
Yoast SEO
Yoast SEO es uno de los primeros plugins que me vienen a la mente cuando hablo de WordPress. Es un instrumento muy útil que acompaña a los articuladores durante la redacción del contenido, indicando algunas directrices (para muchos bastante cuestionables) sobre la composición de los textos.
Título, meta descripción, densidad de palabras clave... los parámetros que Yoast SEO te muestra son muchos y encuentran su perfecta síntesis en el ahora famoso semáforo que debería indicar la calidad del texto.
Especialmente en el campo del SEO, este plugin se considera ahora casi inútil: personalmente, creo que sigue siendo un gran apoyo para los que se acercan a este mundo y se sienten tranquilos por el ya mencionado semáforo. Para subrayar también la frecuencia con la que, después de algunas actualizaciones, este plugin puede crear algunos problemas de más...
Jetpack
Aunque considera que este plugin es demasiado pesado en comparación con lo que ofrece, Jetpack puede ser una herramienta útil para aquellos que han empezado a usar WordPress recientemente.
Es una especie de navaja suiza, capaz tanto de monitorear las estadísticas de su sitio como de monitorear las visitas y otras estadísticas, pero también puede ayudarle con el lado SEO.
Compositor en vivo y SiteOrigin
Si expliqué antes cómo Yoast SEO no es recomendado por todo el mundo, lo mismo ocurre con los constructores.
Los constructores son plugins que permiten crear diseños avanzados, creando realmente código usando interfaces intuitivas y atractivas. La creación de páginas de destino o artículos con diseños complejos es particularmente difícil para aquellos que no están familiarizados con el HTML: gracias a los constructores, cualquiera puede crear páginas o artículos con un alto impacto gráfico.
Entre los muchos constructores existentes, dentro de lo que es gratuito yo recomendaría Live Composer, que como muchos otros constructores, se basa en la técnica de arrastrar y soltar para la creación de páginas.
Muchas características interesantes hacen de este plugin uno de los más adecuados para aquellos que no están dispuestos a gastar dinero: posibilidad de exportar e importar plantillas, muchas plantillas de páginas ya disponibles y posibilidad de trabajar directamente en la página en "vivo" sin ir al back-end son sólo algunas de las características de Live Composer.
La alternativa al constructor que acabamos de mencionar es el SiteOrigin, otra solución gratuita que garantiza una herramienta ligera y esencial (que puede ser evaluada como una ventaja o una desventaja según la ocasión).
Shareaholic
Además de crear el contenido, es esencial facilitar al máximo su difusión en los medios de comunicación social.
Para realizar esta función hay una serie interminable de plugins pero, para los que quieran quedarse en la zona libre, mi consejo es el Shareaholic. En realidad es una extensión disponible tanto de forma gratuita como de pago, pero ya en su primera versión ofrece una serie de características bastante interesantes como:
submitted by negociovivo to u/negociovivo [link] [comments]


2020.02.20 19:44 Quippykisset dr4

https://app.dealroom.co/investors/phystech\_ventures
https://app.dealroom.co/companies/qiwi
https://app.dealroom.co/investors/martin\_mccourt
https://app.dealroom.co/companies/semtech
https://app.dealroom.co/investors/michael\_moritz\_1
https://app.dealroom.co/investors/boyser\_srl
https://app.dealroom.co/investors/carlo\_k\_lzer
https://app.dealroom.co/investors/andre\_bajorat
https://app.dealroom.co/investors/mistletoe
https://app.dealroom.co/investors/gert\_nordin
https://app.dealroom.co/investors/enfuro\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/breton\_fund
https://app.dealroom.co/investors/savoie\_mont\_blanc\_angels
https://app.dealroom.co/investors/swiss\_ict\_investor\_club\_sictic\_
https://app.dealroom.co/investors/clearly\_social\_angels
https://app.dealroom.co/investors/angels\_sante
https://app.dealroom.co/companies/gdtre
https://app.dealroom.co/investors/third\_rock\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/casdin\_capital
https://app.dealroom.co/investors/heritage\_provider\_network
https://app.dealroom.co/investors/steve\_parish
https://app.dealroom.co/investors/airbridge\_equity\_partners
https://app.dealroom.co/investors/admitad\_invest
https://app.dealroom.co/investors/humanity\_united
https://app.dealroom.co/investors/christian\_kaar\_1
https://app.dealroom.co/investors/rene\_giretzlehner
https://app.dealroom.co/investors/alfred\_luger
https://app.dealroom.co/investors/florian\_gschwandtner
https://app.dealroom.co/investors/dieter\_von\_holtzbrinck
https://app.dealroom.co/investors/jazz\_venture\_partners
https://app.dealroom.co/companies/\_ez
https://app.dealroom.co/investors/idea\_
https://app.dealroom.co/investors/ntt\_docomo\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/long\_arc\_capital
https://app.dealroom.co/investors/at\_impf\_gmbh
https://app.dealroom.co/investors/iseed\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/andrew\_weisz
https://app.dealroom.co/companies/tandem\_1
https://app.dealroom.co/investors/nick\_kingsbury
https://app.dealroom.co/investors/committed\_capital\_limited
https://app.dealroom.co/companies/edenred
https://app.dealroom.co/companies/global\_telecom\_technology\_gtt
https://app.dealroom.co/investors/cormorant\_asset\_management
https://app.dealroom.co/investors/emh\_partners
https://app.dealroom.co/investors/sirona\_capital
https://app.dealroom.co/companies/gilead
https://app.dealroom.co/investors/limburg\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/adour\_business\_angels
https://app.dealroom.co/investors/western\_digital\_capital
https://app.dealroom.co/investors/scientipole\_ile\_de\_france\_capital
https://app.dealroom.co/investors/tommy\_andersen
https://app.dealroom.co/investors/saastr\_fund
https://app.dealroom.co/investors/digital\_future
https://app.dealroom.co/companies/wefunder
https://app.dealroom.co/investors/alan\_morgan
https://app.dealroom.co/investors/paul\_topley
https://app.dealroom.co/companies/lombard\_odier
https://app.dealroom.co/companies/level\_equity
https://app.dealroom.co/investors/eiffel\_investment\_group
https://app.dealroom.co/investors/signal\_peak\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/stephan\_schambach
https://app.dealroom.co/investors/paca\_emergence
https://app.dealroom.co/investors/dima\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/aqua\_spark
https://app.dealroom.co/investors/sycamore\_partners
https://app.dealroom.co/investors/longwood\_founders\_fund
https://app.dealroom.co/investors/verizon\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/power\_financial\_corporation
https://app.dealroom.co/investors/future\_fund
https://app.dealroom.co/investors/karl\_magnus\_troedsson
https://app.dealroom.co/investors/ag2r\_la\_mondiale
https://app.dealroom.co/investors/intesa\_sanpaolo
https://app.dealroom.co/investors/cleantech\_invest
https://app.dealroom.co/companies/oxford\_technology\_management
https://app.dealroom.co/companies/e\_on
https://app.dealroom.co/investors/the\_riverside\_company
https://app.dealroom.co/companies/vasco
https://app.dealroom.co/companies/sig\_plc
https://app.dealroom.co/companies/storytel\_ab
https://app.dealroom.co/companies/hexagon\_ab
https://app.dealroom.co/investors/aac\_capital\_partners
https://app.dealroom.co/investors/jean\_charles\_samuelian
https://app.dealroom.co/investors/harwell\_capital
https://app.dealroom.co/investors/draper\_nexus
https://app.dealroom.co/investors/audi\_electronics\_venture
https://app.dealroom.co/investors/space\_angels
https://app.dealroom.co/companies/valid\_com
https://app.dealroom.co/investors/bamboo\_capital
https://app.dealroom.co/investors/be\_angels
https://app.dealroom.co/investors/simon\_nixon
https://app.dealroom.co/investors/nick\_hynes
https://app.dealroom.co/investors/erwin\_arkema
https://app.dealroom.co/investors/william\_tunstall\_pedoe
https://app.dealroom.co/investors/5am\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/lanta\_digital\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/bernard\_arnault
https://app.dealroom.co/companies/leaseplan
https://app.dealroom.co/investors/s\_cubed
https://app.dealroom.co/investors/june\_fund
https://app.dealroom.co/investors/xfund
https://app.dealroom.co/investors/andy\_chung
https://app.dealroom.co/investors/matthew\_bellamy
https://app.dealroom.co/companies/power\_corporation\_of\_canada
https://app.dealroom.co/investors/sumeru\_equity\_partners
https://app.dealroom.co/investors/francois\_enaud
https://app.dealroom.co/investors/diffusion\_capital\_partners
https://app.dealroom.co/investors/stella\_maris\_partners
https://app.dealroom.co/investors/autotech\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/fraser\_mccombs\_capital
https://app.dealroom.co/investors/singtel\_innov8
https://app.dealroom.co/companies/virgin\_group
https://app.dealroom.co/investors/prudence\_holdings
https://app.dealroom.co/investors/nokota\_management
https://app.dealroom.co/investors/armat\_group
https://app.dealroom.co/investors/marshfield\_associates
https://app.dealroom.co/investors/silver\_lake\_kraftwerk
https://app.dealroom.co/companies/alfahim
https://app.dealroom.co/companies/thales\_group
https://app.dealroom.co/companies/jpmorgan\_chase
https://app.dealroom.co/investors/sverdlovsk\_venture\_fund
https://app.dealroom.co/investors/neo\_investment\_partners
https://app.dealroom.co/investors/arrowgrass
https://app.dealroom.co/companies/htc
https://app.dealroom.co/companies/nestl\_health\_science
https://app.dealroom.co/investors/health\_for\_life\_capital
https://app.dealroom.co/investors/moira\_capital\_partners
https://app.dealroom.co/companies/bristol\_myers\_squibb
https://app.dealroom.co/companies/bank\_of\_china
https://app.dealroom.co/investors/lyfe\_capital
https://app.dealroom.co/companies/fort\_knox\_f\_rvaring
https://app.dealroom.co/investors/enso\_ventures\_1
https://app.dealroom.co/companies/lsl\_property\_services
https://app.dealroom.co/investors/bundeep\_singh\_rangar
https://app.dealroom.co/investors/rubicon\_vc
https://app.dealroom.co/investors/braemar\_energy\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/thomvest\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/david\_rowan
https://app.dealroom.co/investors/quadrille\_capital
https://app.dealroom.co/investors/victor\_amp\_victor
https://app.dealroom.co/investors/daniel\_pilotti
https://app.dealroom.co/investors/troy\_collins
https://app.dealroom.co/investors/julien\_codorniou\_1
https://app.dealroom.co/investors/sib\_innovations\_und\_beteiligungsgesellschaft\_mbh
https://app.dealroom.co/investors/horizonx
https://app.dealroom.co/investors/ptb\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/nightdragon\_security
https://app.dealroom.co/companies/bae\_systems
https://app.dealroom.co/companies/rolls\_royce\_1
https://app.dealroom.co/companies/ventureclub
https://app.dealroom.co/investors/dhs\_venture\_partners
https://app.dealroom.co/companies/china\_camel\_group
https://app.dealroom.co/investors/christopher\_spray
https://app.dealroom.co/investors/alex\_saint
https://app.dealroom.co/investors/sergey\_solonin
https://app.dealroom.co/companies/adesso
https://app.dealroom.co/investors/triton
https://app.dealroom.co/investors/bonventure
https://app.dealroom.co/investors/vector\_venture\_capital
https://app.dealroom.co/investors/hig\_capital
https://app.dealroom.co/companies/syngenta
https://app.dealroom.co/companies/investoo
https://app.dealroom.co/investors/natixis
https://app.dealroom.co/companies/zurich\_insurance\_group
https://app.dealroom.co/investors/scania\_growth\_capital
https://app.dealroom.co/companies/paradox\_interactive
https://app.dealroom.co/investors/isabella\_l\_wengrip
https://app.dealroom.co/companies/stillfront
https://app.dealroom.co/investors/mirach\_capital\_group
https://app.dealroom.co/investors/athanase
https://app.dealroom.co/investors/aleph
https://app.dealroom.co/investors/slow\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/ibex\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/alychlo
https://app.dealroom.co/companies/nationwide\_insurance
https://app.dealroom.co/investors/svc
https://app.dealroom.co/companies/genextra
https://app.dealroom.co/investors/reinvent
https://app.dealroom.co/investors/next\_world\_capital
https://app.dealroom.co/investors/la\_bolsa\_social
https://app.dealroom.co/investors/fredrik\_wester
https://app.dealroom.co/investors/mehrdad\_piroozram
https://app.dealroom.co/companies/nex\_opportunities
https://app.dealroom.co/investors/club\_invest\_idf
https://app.dealroom.co/investors/middleton\_enterprises
https://app.dealroom.co/investors/some\_random\_vc
https://app.dealroom.co/companies/awin
https://app.dealroom.co/investors/ming\_capital
https://app.dealroom.co/investors/careventures
https://app.dealroom.co/investors/swiss\_priv\_e
https://app.dealroom.co/companies/psn
https://app.dealroom.co/investors/all\_iron\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/thomas\_hoegh
https://app.dealroom.co/investors/clive\_cowdery
https://app.dealroom.co/companies/recruit\_holdings
https://app.dealroom.co/companies/zynga
https://app.dealroom.co/investors/laurent\_dassault
https://app.dealroom.co/investors/jadeberg\_partners
https://app.dealroom.co/investors/red\_sea\_ventures
https://app.dealroom.co/companies/siemens\_technology\_accelerator
https://app.dealroom.co/investors/courtin\_investment
https://app.dealroom.co/investors/sos\_ventures
https://app.dealroom.co/companies/zendesk
https://app.dealroom.co/companies/jobcloud
https://app.dealroom.co/companies/at\_t
https://app.dealroom.co/investors/marius\_nacht
https://app.dealroom.co/investors/california\_technology\_ventures
https://app.dealroom.co/companies/clas\_ohlson
https://app.dealroom.co/companies/ulule
https://app.dealroom.co/investors/turn8
https://app.dealroom.co/investors/escalate\_capital\_partners
https://app.dealroom.co/investors/pengpai
https://app.dealroom.co/investors/eurekap\_
https://app.dealroom.co/investors/helea\_financiere
https://app.dealroom.co/companies/nws\_holdings
https://app.dealroom.co/investors/venrock
https://app.dealroom.co/companies/elior\_group
https://app.dealroom.co/investors/sts\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/alsace\_business\_angels
https://app.dealroom.co/investors/boost\_vc
https://app.dealroom.co/investors/tandem\_capital
https://app.dealroom.co/investors/bourgogne\_angels
https://app.dealroom.co/investors/evonik\_venture\_capital\_gmbh
https://app.dealroom.co/companies/rostelecom
https://app.dealroom.co/companies/telenet\_holding
https://app.dealroom.co/companies/mairdumont
https://app.dealroom.co/companies/here
https://app.dealroom.co/companies/bestseller
https://app.dealroom.co/companies/secret\_escapes
https://app.dealroom.co/companies/sony
https://app.dealroom.co/investors/polaris\_private\_equity
https://app.dealroom.co/companies/blablacar
https://app.dealroom.co/companies/trimble
https://app.dealroom.co/companies/adidas
https://app.dealroom.co/companies/atlas\_copco
https://app.dealroom.co/companies/bmw\_group
https://app.dealroom.co/investors/npm\_capital
https://app.dealroom.co/investors/parcom\_capital
https://app.dealroom.co/investors/mentha\_capital
https://app.dealroom.co/investors/nom
https://app.dealroom.co/companies/starbreeze\_studios
https://app.dealroom.co/investors/ban\_vlaanderen
https://app.dealroom.co/investors/mark\_pincus
https://app.dealroom.co/investors/rikard\_steiber
https://app.dealroom.co/investors/mons\_investments
https://app.dealroom.co/investors/sundt\_as
https://app.dealroom.co/investors/stokke\_industri
https://app.dealroom.co/investors/str\_mstangen
https://app.dealroom.co/investors/arctic\_fund\_management
https://app.dealroom.co/companies/startx
https://app.dealroom.co/investors/samir\_desai
https://app.dealroom.co/investors/\_stersj\_stiftelsen
https://app.dealroom.co/companies/fonterra\_co\_operative\_group
https://app.dealroom.co/investors/big\_ban\_angels
https://app.dealroom.co/investors/evoco
https://app.dealroom.co/investors/headway\_capital\_partners
https://app.dealroom.co/investors/keyhaven\_capital\_partners
https://app.dealroom.co/investors/future\_planet\_capital
https://app.dealroom.co/companies/nanogate
https://app.dealroom.co/companies/plastic\_omnium
https://app.dealroom.co/investors/christophe\_chausson
https://app.dealroom.co/investors/anton\_antich
https://app.dealroom.co/investors/elevator
https://app.dealroom.co/investors/praetura\_capital\_llp
https://app.dealroom.co/investors/apadmi\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/groupe\_paul\_bocuse
https://app.dealroom.co/investors/i2bf\_global\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/signalfire
https://app.dealroom.co/investors/j\_p\_morgan
https://app.dealroom.co/companies/avast\_software\_a\_s
https://app.dealroom.co/companies/cellcom\_israel
https://app.dealroom.co/companies/fiege\_logistics
https://app.dealroom.co/investors/james\_mullen
https://app.dealroom.co/investors/nano\_future\_invest
https://app.dealroom.co/investors/mayfair\_equity\_partners
https://app.dealroom.co/investors/amplo
https://app.dealroom.co/investors/icebreaker\_vc
https://app.dealroom.co/investors/sham
https://app.dealroom.co/investors/european\_life\_sciences\_growth\_fund
https://app.dealroom.co/investors/cathay\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/pivotal\_bioventures\_partners
https://app.dealroom.co/investors/bay\_city\_capital
https://app.dealroom.co/investors/mi\_care\_s\_a\_
https://app.dealroom.co/investors/sham\_innovation\_sant\_turenne
https://app.dealroom.co/investors/sofipaca
https://app.dealroom.co/companies/silfurberg
https://app.dealroom.co/investors/giuseppe\_donagemma\_1
https://app.dealroom.co/investors/jonathan\_weiner
https://app.dealroom.co/investors/ray\_iglesias\_iii
https://app.dealroom.co/investors/nicolas\_carbonari
https://app.dealroom.co/investors/christophe\_navarre
https://app.dealroom.co/investors/tom\_valentine
https://app.dealroom.co/investors/scp\_neptune\_international
https://app.dealroom.co/investors/red\_circle\_investment
https://app.dealroom.co/investors/vivo\_capital
https://app.dealroom.co/investors/rakuten\_capital
https://app.dealroom.co/investors/gr\_capital
https://app.dealroom.co/investors/7percent
https://app.dealroom.co/investors/8vc
https://app.dealroom.co/investors/tom\_valentine
https://app.dealroom.co/investors/skagen
https://app.dealroom.co/investors/shasta\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/jne\_invest
https://app.dealroom.co/investors/jordi\_ber
https://app.dealroom.co/investors/walerud\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/demetrios\_zoppos
https://app.dealroom.co/investors/true\_
https://app.dealroom.co/investors/cita\_investissement
https://app.dealroom.co/investors/seed4soft
https://app.dealroom.co/investors/hessen\_kapital
https://app.dealroom.co/companies/maxhealth\_medicine\_group
https://app.dealroom.co/investors/peter\_brabeck\_letmathe
https://app.dealroom.co/investors/arkady\_volozh
https://app.dealroom.co/investors/pierangelo\_bottinelli
https://app.dealroom.co/investors/philippe\_glatz
https://app.dealroom.co/investors/jean\_bernard\_1
https://app.dealroom.co/investors/nelson\_dumas
https://app.dealroom.co/investors/magnus\_emilson
https://app.dealroom.co/investors/tony\_fadell
https://app.dealroom.co/investors/romain\_afflelou
https://app.dealroom.co/investors/cl\_ment\_benoit\_1
https://app.dealroom.co/investors/cultivian\_sandbox\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/global\_health\_science\_fund
https://app.dealroom.co/companies/ferrer
https://app.dealroom.co/companies/deutsche\_telemedien
https://app.dealroom.co/investors/andrew\_black
https://app.dealroom.co/investors/henderson\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/vintage\_investment\_partners
https://app.dealroom.co/investors/qumra\_capital
https://app.dealroom.co/investors/peter\_sands
https://app.dealroom.co/investors/eilert\_hanoa
https://app.dealroom.co/investors/the\_kairo\_society
https://app.dealroom.co/investors/guinness\_asset\_management
https://app.dealroom.co/investors/foundation\_fighting\_blindness\_clinical\_research\_institute\_ffb\_cri\_
https://app.dealroom.co/investors/see\_amp\_entender\_foundation\_fve\_
https://app.dealroom.co/investors/andrew\_mullinger
https://app.dealroom.co/investors/impact\_ventures\_llp
https://app.dealroom.co/investors/lanai\_partners
https://app.dealroom.co/investors/bullpen\_capital
https://app.dealroom.co/investors/ird\_group
https://app.dealroom.co/investors/deca\_investments
https://app.dealroom.co/investors/undi\_private\_equity
https://app.dealroom.co/investors/vgo\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/cemag\_invest
https://app.dealroom.co/investors/black\_toro\_capital
https://app.dealroom.co/companies/kmre\_group
https://app.dealroom.co/investors/nami\_zarringhalam
https://app.dealroom.co/companies/sygnature\_discovery
https://app.dealroom.co/companies/imagine\_institute
https://app.dealroom.co/investors/cme\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/gobi\_partners
https://app.dealroom.co/investors/date\_invest
https://app.dealroom.co/investors/tiin\_techfund\_3
https://app.dealroom.co/investors/bertrand\_diard\_1
https://app.dealroom.co/investors/transdev
https://app.dealroom.co/investors/denso\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/veho\_fi
https://app.dealroom.co/companies/aioi\_nissay\_dowa
https://app.dealroom.co/companies/karsan
https://app.dealroom.co/companies/swiftcom
https://app.dealroom.co/companies/nordnet\_bank\_ab
https://app.dealroom.co/investors/pontos\_group
https://app.dealroom.co/investors/jaakko\_ollila
https://app.dealroom.co/investors/julien\_leroy
https://app.dealroom.co/companies/agfa\_healthcare\_e\_s
https://app.dealroom.co/investors/dnb\_norway
https://app.dealroom.co/investors/rainer\_marc\_frey
https://app.dealroom.co/investors/philipp\_cottier
https://app.dealroom.co/investors/javier\_etxebeste
https://app.dealroom.co/investors/investor\_growth\_capital
https://app.dealroom.co/investors/dsg\_consumer\_partners
https://app.dealroom.co/investors/onset\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/mexico\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/morningside\_venture\_capital
https://app.dealroom.co/investors/droia\_oncology\_ventures
https://app.dealroom.co/investors/gate\_93
https://app.dealroom.co/investors/modara\_technologies
https://app.dealroom.co/investors/gaw\_capital
https://app.dealroom.co/companies/sansiri
https://app.dealroom.co/companies/bkk
https://app.dealroom.co/investors/banco\_bni\_europa
https://app.dealroom.co/investors/juli\_n\_l\_pez\_zaballos
https://app.dealroom.co/investors/pontus\_jansson
https://app.dealroom.co/investors/robin\_olsen
https://app.dealroom.co/investors/compound
https://app.dealroom.co/investors/female\_founders\_fund
https://app.dealroom.co/investors/b\_y\_venture\_partners
https://app.dealroom.co/investors/french\_partners
https://app.dealroom.co/investors/tord\_wingren
https://app.dealroom.co/investors/bigbang\_angels
https://app.dealroom.co/investors/extens
https://app.dealroom.co/companies/ethereum
https://app.dealroom.co/investors/pamela\_patsley
https://app.dealroom.co/investors/finparx
https://app.dealroom.co/companies/oddo\_cie
https://app.dealroom.co/investors/venrex\_investment\_management
https://app.dealroom.co/investors/georg\_b\_rtlein
https://app.dealroom.co/investors/softbank\_ventures\_korea
https://app.dealroom.co/investors/livanova
https://app.dealroom.co/investors/peakspan\_capital
submitted by Quippykisset to peaceCorpsCoding [link] [comments]


2019.10.22 15:26 bujiastorch Frase Bujías Torch. Hoy del psicoanalista destacado por sus contribuciones en psicología del desarrollo, Erik Erikson.

Frase Bujías Torch. Hoy del psicoanalista destacado por sus contribuciones en psicología del desarrollo, Erik Erikson.

https://preview.redd.it/flucj7aig3u31.png?width=1080&format=png&auto=webp&s=d477a8f004a7e05e7fbbf85c2cf97094dc8b9022
#BuenMartes amigos del mundo del #motor.
Hoy se celebra el Día Internacional de la Tartamudez. Tartamudez es la palabra con que generalmente conocemos a la espasmofernia, disfernia o disfluencia del habla. Un trastorno comunicacional que tiene como característica la interrupción involuntaria al hablar y viene acompañada de miedo, estrés, así como de tensión muscular en la cara y el cuello.
Al conmemorar esta fecha se pretende crear conciencia social para eliminar la discriminación y promover oportunidades para aquellos que padecen este trastorno. (diainternacionalde)
También hoy, se celebra el Día Mundial de la Medicina Tradicional.
La Medicina Tradicional es La suma total de conocimientos, habilidades y prácticas basados en teorías, creencias y experiencias oriundos de las diferentes culturas, sean o no explicables, y usados en el mantenimiento de la salud, así como en la prevención, diagnosis o tratamiento de las enfermedades físicas o mentales. (ss.pue.gob.mx)
Compartimos con ustedes una frase del psicoanalista estadounidense de origen alemán destacado por sus contribuciones en psicología del desarrollo, Erik Erikson.
«En la jungla social de la existencia humana, no hay ninguna sensación de estar vivo sin un sentido de identidad.» – Erik Erikson.
#BujiasTorch #Citas #Frases #ErikErikson #DiaInternacionalDeLaTartamudez #DiaMundialdelaMedicinaTradicional #Venezuela #Latinoamérica
https://www.facebook.com/bujiastorch
submitted by bujiastorch to Citaseimagenes [link] [comments]


2019.07.24 02:14 ScraggySZ Es miércoles y las calles están vacías [O]

Hoy iba a ser otro miércoles cualquiera, yo iba a tomarme mi café por la mañana e iría al trabajo en mi sedán rojo.
Pero no lo fue.
Me desperté por la noche... más o menos por las 4 de la mañana, fui al lavabo a hacer mis necesidades, y, acto seguido decidí beberme un vaso de agua. Verás, vivo en una casa debido a que tenía el dinero suficiente para comprarla, el tema, es que, en el pueblo donde resido, todo el mundo vive en pisos, unas calles de donde vivo, y solo hay unas pocas casas, las cuales están a un par de calles, debido a que en este pueblo no todo el mundo tiene la pasta para comprarse un terreno y construirse su propia casita. Básicamente, si quiero ir a ver a un vecino tardo 10 minutos andando.
Al lío, fui a la cocina la cual estaba al lado de la entrada y agarré un vaso, abrí la nevera, y lo llené de agua, mientras pegaba unos sorbos, me acerqué a una ventana para poder notar la belleza de la noche, ese silencio tan bonito, y verlo todo vacío... no sé, me da una sensación de comodidad...
Me acabé el vaso y me metí en la cama.
No pasaron ni 20 minutos hasta que empecé a oír a gente conversar por la calle. Por suerte, logré dormirme.
Sonó el despertador.
Eran las 7 de la mañana y debía desayunar y prepararme para ir al trabajo. Cociné unos huevos fritos y me comí un par de tostadas con mantequilla, junto a un café para despertarme.
Me vestí y recordé que mi turno empezaba a las 9, por lo tanto, tenía tiempo de sobra para relajarme y ver la tele, o algo.
Encendí el ordenador y me puse a jugar a varios juegos RPG online. Estaba en una llamada con mis amigos cuando se fue la luz, cabe añadir que esto solo me había pasado una vez, y fue durante una tormenta. Enfadado, fui al salón y me senté en el sofá, esperando a que volviese la luz pensé:"Tengo un trabajo aburrido y una casa demasiado grande para mí, será mejor que pruebe una de esas apps de citas online."
Había pasado una hora y la luz no volvía, salí y fui a casa de mi vecino para ver si a él le pasaba lo mismo. Llamé a su puerta y... Nada. En ese momento recordé que no vi a ningún ser vivo ni oí ningún ruido. Solo el silencio. Toqué en la puerta del vecino otra vez... Nada. Volví a casa y esperé, hasta que me dormí.
Son las 12:38, mi turno ha empezado hace 3 horas y 38 minutos, sin embargo me encuentro en mi casa, pensé que podría decirle a mi jefe, que estaba malo... Mientras analizaba mis opciones, la luz volvió con un mensaje en la televisión: "Este es un mensaje de emergencia del gobierno, NO se trata de ninguna prueba. Cierre todas las puertas con llave y evite el contacto con el exterior, NO contacte con nadie del exterior, y eviten hacer ruido."
La adrenalina entró a la acción, cerré la puerta frontal con llave y cerré las ventanas, subí al piso de arriba, y entré a mi habitación. Y aquí sigo, debería haber agarrado comida y agua antes de haber subido pero ya es tarde.
Les informaré en un par de días, sigo muy asustado y confuso, debido a que no oigo nada, solo el silencio.
Edición: Han pasado 10 minutos y me queda poca batería, iba a cargar el móvil cuando he oído un coche en la calle y a alguien usar el timbre de mi casa. Sea quien sea, se ha cansado de llamar, no tengo las agallas a bajar.
Segunda parte
submitted by ScraggySZ to nosleepenespanol [link] [comments]


2019.07.08 15:35 Beaspaces Diseño web Talavera

Antes de contratar un diseño web talavera, quiero explicar las diferencias entre una landing page y un sitio web.
P: Mi negocio es muy pequeño, solo yo y dos empleados, y nuestro producto realmente no se puede vender en línea. ¿Realmente necesito un sitio web?
A: Esa es una buena pregunta. De hecho, es una de las preguntas más importantes y más frecuentes de la era empresarial digital. Antes de responder, sin embargo, volvamos a la primera vez que se me hizo esta pregunta. Fue alrededor del año 1998, durante los primeros años de internet.
Entonces, ¿debería su negocio tener un sitio web, incluso si su negocio es pequeño y vende productos o servicios que no cree que puedan venderse en línea? Mi respuesta es: Sí, si tiene un negocio, debería tener un sitio web. No hay duda. Sin duda.
Además, no sea tan rápido como para descartar su producto porque no se puede vender en línea. Hoy en día, hay muy poco que no se puede vender a través de Internet. Más de 20 millones de compradores están ahora en línea, comprando todo, desde libros, computadoras, automóviles, bienes raíces, aviones de reacción, gas natural, etc. Si puedes imaginarlo, alguien descubrirá cómo venderlo en línea.
Permítanme aclarar un punto: no estoy diciendo que deba dedicar todos sus esfuerzos a vender sus productos a través de Internet, aunque si su producto se presta a ventas en línea fáciles, ciertamente debería tenerlo en cuenta. El punto a destacar aquí es que, al menos, debe tener presencia en la web para que los clientes, empleados potenciales, socios comerciales y quizás incluso los inversores puedan encontrar más rápida y fácilmente más información sobre su negocio y los productos o servicios que tiene. ofrecer.
Dicho esto, no es suficiente que solo tengas un sitio web. Debes tener un sitio de aspecto profesional si quieres que te tomen en serio. Dado que muchos consumidores ahora buscan información en línea antes de realizar una compra en una tienda física, su sitio puede ser la primera oportunidad que tenga de causar una buena impresión en un posible comprador. Si su sitio parece haber sido diseñado por un barril de monos con daltonismo, se perderá su oportunidad de causar una buena primera impresión.
Una de las grandes cosas de Internet es que ha nivelado el campo de juego cuando se trata de competir con los grandes. Como se mencionó, tiene una oportunidad de causar una buena primera impresión. Con un sitio bien diseñado, su pequeña operación puede proyectar la imagen y la profesionalidad de una compañía mucho más grande. La inversa también es cierta. He visto muchos sitios web de grandes compañías que estaban tan mal diseñados y eran tan difíciles de navegar que carecían por completo de profesionalidad y credibilidad. Bien por ti, demasiado malo por ellos.
También menciona que la suya es una operación pequeña, pero cuando se trata de beneficiarse de un sitio web, el tamaño no importa. No me importa si eres un show de un solo hombre o un gigante corporativo de 10,000 empleados; Si no tiene un sitio web, está perdiendo negocios frente a otras compañías que sí lo tienen.
Aquí está la excepción a mi regla: en realidad es mejor no tener ningún sitio web que tener uno que haga que su negocio se vea mal. Su sitio habla mucho sobre su negocio. O bien dice: "Oye, mira, ¡tomamos nuestro negocio tan en serio que hemos creado este maravilloso sitio para nuestros clientes!" o grita: "Oye, mira, dejo que mi sobrino de 10 años diseñe mi sitio. ¡Buena suerte en encontrar algo!"
Su sitio web es una parte importante de su negocio. Asegúrate de tratarlo como tal.
Usted creó su sitio web para atraer clientes y clientes potenciales en línea, ¿realmente necesita más páginas? Es tentador poner su sitio web y considerar que la casilla de plomo en línea está marcada. Sin embargo, este no es el caso.
Cuando se trata de una página de destino frente a un sitio web, su sitio web es su primera impresión en línea, mientras que su página de destino es solo una parte de esa impresión; Tu apretón de manos, saludo, o sonrisa. Necesita ambos para que su primera impresión en línea realmente brille. En algunas situaciones, un sitio web puede ser más efectivo que una página de destino y viceversa. En este blog, veremos algunas de las situaciones más comunes en las que te estarás preguntando a la hora de decidir entre una página de destino y un sitio web.
Sitio web: su sitio web es un conjunto de páginas interconectadas con detalles sobre su negocio. En general, los sitios web de negocios explican qué es el negocio, qué hace, y los productos y servicios disponibles. También puede alojar páginas especializadas como su blog de negocios , página de inicio de sesión o un foro. El propósito principal de un sitio web es describir y explicar su organización o negocio.
Página de destino : una página de destino está diseñada para describir una oferta, tal vez un cupón, un libro electrónico o una prueba gratuita, y animar a los visitantes a reclamarlo. Aunque está conectado al sitio web, destaca elementos esenciales centrados en la conversión y, por lo general, no tiene botones de navegación ni otros enlaces. El objetivo principal de una página de destino es impulsar las ventas o captar clientes potenciales.
Página de inicio vs sitio web: cuándo usar su sitio web
página de inicio vs sitio web
Cuente su historia: con una página Acerca de nosotros, Misión, Valores, Ubicaciones, Contáctenos y otras páginas, puede explicar, en sus propias palabras, qué es su negocio y de qué se trata. Considere todas las preguntas comunes que un cliente pueda tener sobre su negocio. Este es el lugar para responderlas. Su sitio web le permite organizar la información de una manera que tenga sentido. En una sola página de destino, toda su información se apilaría y los usuarios probablemente no se desplazarían a la información hacia la parte inferior. La clave es organizar su contenido web de forma centrada en el cliente. Recuerde, lo que tiene sentido para usted puede que no tenga sentido para su mercado objetivo. Algunas pruebas de usuario pueden ayudarlo a decidir qué páginas deben ir a dónde.
Explique sus productos / servicios: los usuarios que buscan términos generales como "jardinería", "dentista" o "vestidos azules" probablemente necesiten más información antes de comprar. Es posible que no estén seguros de lo que necesitan o de lo que están disponibles. Con su sitio web, puede mostrar en detalle lo que ofrece y animar a los clientes a profundizar.
Tenga en cuenta que el propósito de un sitio web es informar, no necesariamente vender, ese es el trabajo de la página de destino. Es mejor hacer que su sitio web sea útil e informativo. Aquí hay algunos escenarios en los que necesitaría un sitio web, y cómo debería verse esta parte de su sitio web.
Comercio electrónico: al igual que los pasillos de una tienda, las diferentes páginas de su tienda en línea organizan sus productos por marca o tipo. También puede describir cada categoría de producto y responder preguntas o resaltar características clave.
Prestación de servicios: con páginas de servicio dedicadas, los usuarios pueden encontrar lo que buscan más fácilmente. Esto también hace que su mensaje sea más claro y garantiza que cada servicio reciba la atención que merece.
Diferentes ubicaciones: cuando cada ubicación tiene una página en su sitio web, los visitantes pueden obtener más información sobre la ubicación cercana a ellos sin realizar una búsqueda por separado.
Proporcione una función: si ofrece una forma de hacer pedidos en línea, programar una cita o descargar investigaciones, necesitará más de una página. Esta sección de servicio en línea está conectada a la parte pública de su sitio web, sin embargo, estaría "cerrada", lo que significa que requiere información de inicio de sesión para acceder. Los clientes potenciales, los clientes o el personal pueden acceder a esta funcionalidad.
Aquí hay algunos ejemplos de funciones que su sitio web puede proporcionar.
Tienda: Si está vendiendo productos, necesitará varias páginas para recopilar de forma segura la información de los clientes y llevarlos a través del proceso de compra.
Programación: puede usar un calendario, registro de citas o un formulario para completar esto, pero todo esto requerirá varias páginas.
Investigación: si bien se puede acceder a algunos trabajos de investigación a través de las páginas de destino (más sobre esto más adelante), una biblioteca de investigación para usuarios seleccionados requerirá un área separada y cerrada de su sitio web.
Foros: Para que los usuarios dejen comentarios o comiencen discusiones sobre un tema o publicación, necesitarás un sitio web.
Funcionalidad personalizada: con el desarrollo adecuado, su sitio web puede proporcionar todo tipo de funcionalidad específica para sus productos, servicios, modelo de negocio, personal o clientes.
Relación con los clientes: su sitio web le permite mostrar la cultura, la misión, los valores y el estilo de su empresa. La voz de su marca y el diseño de su sitio web deben trabajar juntos para lograr una apariencia a la que se conecten los clientes ideales.
Si bien esto se puede lograr con una sola página, es más difícil crear un mensaje claro. Con un sitio web, puede comunicar diferentes mensajes, como su misión o valores, en páginas dedicadas, mientras mantiene un estilo coherente en todo el sitio.
Misión: El objetivo de tu empresa. Ejemplo: resuelva un problema, ayude a las personas a vivir una vida mejor o proporcione una experiencia fantástica.
Valores: los ideales o la ética que impulsan su empresa. Ejemplo: honestidad, perseverancia, dedicación, trabajo duro o integridad.
Cultura: cómo es trabajar en tu empresa. Ejemplo: casual o profesional, rápido o relajado, familiar o jerárquico.
Estilo: El ambiente o actitud de su empresa. Ejemplo: moderno y divertido, académico e informativo, prestigioso y serio.
Página de inicio vs Sitio web: cuándo usar una página de destino
página de inicio vs sitio web
Publicidad PPC: Google juzga la calidad de los anuncios de pago por clic (PPC) en parte por su relevancia para la página vinculada, y una página de destino específica creada alrededor del anuncio será más relevante que una página general de Productos o Servicios. Esto significa que aparece más alto en los resultados de búsqueda y brinda a los visitantes lo que están buscando. Puede usar publicidad PPC y una página de destino dedicada para cualquiera de las siguientes ofertas:
Nuevo producto: apunte las palabras clave relevantes en su anuncio de PPC y cree una página de destino con su nuevo producto. Esto le permite impulsar las ventas al resaltar este producto exclusivamente.
Descuento: los clientes que buscan un precio particular probablemente responderán a las palabras clave relacionadas con el costo y una página de destino con un descuento.
Evento: aunque también es aconsejable incluir un evento en su sitio web para sus clientes o admiradores existentes, una página de destino llegará a los usuarios que buscan exclusivamente el evento y es posible que no estén buscando su negocio.
Nueva ubicación: esto también debe adjuntarse a su sitio, pero agregar una página de destino con una campaña de PPC le dará a la nueva ubicación más visibilidad desde el principio.
Imanes de plomo: su imán de plomo puede ser cualquier tipo de contenido útil que se puede seleccionar mediante un formulario. Un usuario completa el formulario en la página de destino, proporcionando al menos su nombre y correo electrónico para que se conviertan en clientes potenciales, a fin de ver la oferta en la página de agradecimiento adjunta. Esta es la razón por la que una página de destino también se puede llamar una página de inclusión o captura de clientes potenciales.
Diseñe su página de destino especialmente para el imán principal, con todo el enfoque en el contenido, la forma y las palabras clave. Envíe el enlace de la página de destino a sus clientes potenciales existentes como una estrategia de fomento de clientes potenciales o utilícelo con medios sociales , palabras clave orgánicas específicas o publicidad PPC para generar nuevos clientes potenciales.
Con una página de destino, no tiene que actualizar todo el sitio con cada nueva oferta de contenido. Aquí hay algunas ofertas de contenido o imanes de plomo que podría usar:
Seminario web: responda las preguntas de los clientes con un panel de expertos o su propio personal en un video en vivo o pregrabado.
Ebook: comparta su experiencia en la industria en un libro electrónico informativo.
Prueba gratuita: con una muestra gratuita o una oferta de servicio limitada, puede atraer clientes interesados ​​y de alta calidad.
Guía: lleve nuevos clientes potenciales a través de un proceso complicado, paso a paso.
Lista de verificación: proporcione todos los pasos o elementos necesarios para completar una tarea.
Llamada de atención: sin botones de navegación, enlaces, blogs u otras distracciones, una página de destino mantiene y dirige la atención de un visitante mejor que todo el sitio web. Cuando un usuario llega a una página de destino, solo puede completar la oferta o volver a los resultados de búsqueda.
Pruebas: dado que una página de destino es solo una página con un enfoque, es mucho más fácil de probar que partes de su sitio web. Algunas empresas prueban dos o tres versiones diferentes de la página de destino, otras prueban 40 o 50. Con las herramientas adecuadas, puede probar su página continuamente, haciéndola lo más fácil de usar y convincente posible.
Cualquier tipo de página principal, página de destino o página de compresión puede, y generalmente debería, ser probada. Esto es especialmente cierto si la promoción de la página principal es a largo plazo, o si no está funcionando tan bien como se esperaba. Aquí hay algunos aspectos de tu página que puedes probar;
Copia: el texto en las páginas de destino suele ser breve, pero se debe seleccionar cuidadosamente qué hay allí. Agregar un poco más de información, eliminar texto excesivamente prolijo o hacer que la copia esté orientada a la acción puede cambiar el impacto de la página.
Personalización: las páginas que personalizan el contenido con información existente sobre clientes potenciales suelen tener tasas de conversión mucho más altas .
Voz: Dependiendo de su audiencia, hacer que su página sea más informal o profesional, alegre o seria, detallada o general, puede marcar la diferencia.
Medios: Agregar o cambiar una imagen o un video puede cambiar las tasas de conversión. Por ejemplo, las imágenes con caras de personas tienden a inspirar más confianza que las que no tienen. Las páginas de destino con videos tienden a funcionar mejor que las que no lo tienen.
Palabras clave : elegir las palabras clave adecuadas puede afectar la cantidad de personas que ven la página y si la página de destino es relevante. Pruebe diferentes palabras clave en los anuncios o en el SEO en la página y evalúe el tráfico y las conversiones.
Atraiga clientes diferentes: no tiene un solo saludo para todas las personas que conoce y no debe tener una sola página para todos sus clientes. Si bien su sitio web sigue siendo el mismo, puede crear páginas de destino personalizadas para atraer a ciertos segmentos del mercado. Tenga en cuenta que el contenido, la oferta, el estilo de la página y la publicidad que elija determinarán el impacto de la página en el nuevo mercado.
Ubicación: las páginas de destino dedicadas a una ubicación específica facilitarán la búsqueda de los clientes en esa área.
Demográficos: la edad, los intereses, la educación y otros factores pueden influir en los productos o servicios que buscan los clientes y a qué tipo de páginas de destino responderán.
Precio: algunos clientes buscan calidad, independientemente de los gastos, mientras que otros compran solo por el precio. La página de destino correcta puede ayudarlo a dirigirse a cualquiera de los grupos y señalarlos hacia los productos, servicios o contenido correctos.
Si se está preguntando sobre una página de destino frente a un sitio web, considere usarlos a la vez. Cada uno debe ser usado para diferentes cosas, y ninguno debe ser reemplazado por el otro. Si no ha utilizado las páginas de destino anteriormente, o si aún no ha creado un sitio web, ahora es el momento perfecto para comenzar.
Diseño web talavera o diseño web Toledo
submitted by Beaspaces to u/Beaspaces [link] [comments]


2019.07.02 06:58 altovaliriano Metadiscussão: função narrativa do Portão Negro

O sufixo meta- se refere a "no meio de, entre; atrás, em seguida, depois; com, de acordo com, segundo; durante'" (Houaiss), de forma que é usualmente empregado para exprimir "posição, mudança, transcedência ou reflexão sobre si" (Priberiam).
Tratando-se de uma metadiscussão, divulga-se o endereço da discussão principal (em curso ou finda que pode ter sido / estar sendo travada em inglês ou português) com breve sinopse das questões e argumentos envolvidos.
Por se tratar de debate travado em outro subreddit por membros deste subreddit (antes de sua criação), excepcionalmente neste tópico, trarei um apanhado longo com os argumentos já apresentados no debate anterior.

Link: https://bit.ly/2KQMYEX
Sinopse: O Portão Negro, a porta falante no túnel subterrâneo que leva de Forte Noite ao outro lado da muralha, é rodeado de mistério e alguns assumem que sua presença no enredo tem a ver com o papel de Corvo de Sangue na história e com o futuro de Hodor nos livros. Por que ele nunca foi mencionado antes? Qual sua utilidade para a Patrulha da Noite? Alguém o controla? Qual é o seu papel no futuro da história?

1) "vai ser no portão negro que o hodor vai segurar a porta"
A aposta de que será essa a porta que supostamente Hodor vai segurar é algo disseminado entre os leitores. Mas o Portão Negro tem uma forma peculiar de se comportar.
Quando Samwell pronuncia a senha (os votos da Patrulha), a os lábios da face no Portão "se abriram, [...] até que nada restou a não ser uma grande boca escancarada, rodeada por um anel de rugas" (ASOS, Bran IV)
Como é que Hodor poderia barrar uma porta que é uma boca? Tampouco sabemos quão largo é túnel do outro lado do Portão Negro para afirmar que Hodor poderia "segurar a porta" obstando a passagem do túnel com o próprio corpo.
2) O Portão será usado novamente?
Uma questão bem menos explorada é a senha. Samwell afirma que Mãos Frias lhe contou que "só pode ser aberto por um homem da Patrulha da Noite, disse ele. Um Irmão Juramentado que tenha proferido suas palavras" (mesmo capítulo).
Samwell foi o membro da Patrulha que proferiu a senha. Portanto, caso possamos confiar na palavra de Mãos Frias, Bran e os demais não seriam capazes de, sozinhos, abrir o portão do lado de lá caso retornassem para o sul da Muralha via Forte Noite.
Eles precisariam de ajuda de alguém da Patrulha.
Mas, hipoteticamente, vamos supor que Mãos Frias esteja errado, e que qualquer pessoa pudesse passar apenas dizendo a senha. Bran não parece ter parado para decorar as 6 estrofes do voto. Samwell também não deve ter se preocupado com o caminho de volta de Bran, pois Mãos Frias lhe disse que "o mundo acredita" que Bran está morto e era melhor assim (ASOS, Samwell IV).
3) O voto resumido indica algo?
Outro ponto de interesse é que o voto que Samwell recita em frente ao Portão é uma versão resumida do voto que ele faz quando toma o preto. Muita gente vê isso como um indicativo de que, antigamente o voto era menor, e que a parte que Samwell recita seriam os votos originais da Patrulha. As partes omitidas são:
"A noite chega, e agora começa a minha vigia. Não terminará até minha morte. Não tomarei esposa, não possuirei terras, não gerarei filhos. Não usarei coroas e não conquistarei glórias. Viverei e morrerei no meu posto. [...] Dou a minha vida e a minha honra à Patrulha da Noite, por esta noite e por todas as noites que estão para vir."
Muitos leitores viram nessa redução um indicativo de que não havia celibato ou recusa a direitos nos votos originais, nem votos vitalícios. Seria essa uma brecha para futura dispensa de Jon e Samwell da Patrulha?
4) Pistas sobre outras funções na trama
Alguns detalhes do Portão Negro chamam a atenção. A face gravada se parece com um rosto de alguém muito velho. Nas palavras de Bran, parecia o rosto que um homem teria se "pudesse viver durante mil anos e não morrer" (ASOS, Bran IV). O modo como a boca se escancara e Bran roça no lábio da porta e é molhado por uma gota quente e salgada como uma lágrima (ou saliva) sugere que o Portão está vivo. Caso contrário, como explicar a gota quente e salgada em um poço descrito como muito frio?
Curioso que ao ver Samwell sair do poço, Jojen questiona "O poço leva a um rio subterrâneo, foi daí que veio?" (ASOS, Bran IV*)*. E quando eles estão na caverna dos filhos da floresta há um rio subterrâneo. Isso indica conexão? Que eles poderiam voltar a Forte Noite pelo fundo do poço, sem passar pelo Portão?
De toda forma, é muito estranho que esse Portão sequer seja uma lenda da Patrulha. Está ali há tanto tempo quanto a própria Muralha. Possivelmente já existia durante o mandato do 13º Lorde Comandante. A própria Patrulha desconhece sua existência? Era um portão secreto do Lorde Comandante? Uma rota de fuga? Dá em algum caverna secreta? Seria fruto da magia descrita na lenda do Rei da Noite, razão pela qual somente pessoas proscritas como Mãos Frias e Corvo de Sangue o conheceriam?
5) O castelo pode revelar algo sobre o Portão?
fabioassuncao
"é nesse castelo que o rei da noite supostamente reinou, onde a historia do rato cozinheiro acontece e a primeira vez que o bran entra na cabeça do hodor, é muito enredo num castelo que é desabitado"
altovaliriano
"Eu concordo que é muito enredo para um Castelo só. Mas não é um lugar considerado particularmente mágico, poderoso ou mesmo amaldiçoado pela Patrulha, e isso é Estranho.
Bran ter entrado na pele de Hodor não me parece evidenciar nada sobre o castelo. Ele já o havia feito em Coroadarrainha (ASOS, Bran III) e fez de novo na frente da caverna dos filhos da floresta (ADWD, Bran II). Fortenoite não parece ter interferido pra melhor ou pior.
Quanto a lenda do Rato Cozinheiro, não sei como ela pode desempenhar outro papel que não seja explicar porque Wyman Manderly não está fazendo algo imoral segundo os padrões do Norte.
O Rato Cozinheiro não foi amaldiçoado pelo que fez, mas pelas circunstâncias: em violação ao direito de hóspede. E segundo Wyman, há testemunhas de que ele deixou os Frey partirem - o que ocorreu depois ele omite, mas aparentemente não violou o direito de hóspede (ou seja, não foi imoral como o Cozinheiro)."
6) Última postagem
fabioassuncao
Sempre quis entender a funcionalidade do represeiro que abre quando alguém cita os votos da patrulha da noite, qual é explicação da magia por trás ou se ele é uma extensão dos poderes do corvo de 3 olhos por exemplo. Colocando um chapéu de papel alumínio acredito que seja algo muito antigo feito na época que a muralha era nova. Acredito também que ele ser subterrâneo não é ocasional não, brandon stark e o grupo dele vão ter que voltar para a muralha em algum momento e pelo caminho que eles foram é impossível voltar, aposto em cavernas subterrâneas e tuneis que Gorne e Grendel usaram no passado. A utilidade deles para a patrulha é um ponto curioso também que eu não consigo formular uma opinião concreta ainda. O futuro dele na história pode ter algo a ver com os outros, depois que bran voltar os outros podem ter conhecimento desse portão e tentar fazer algo acontecer ali, mas essa parte final é mais especulação do que certeza
submitted by altovaliriano to Valiria [link] [comments]


2019.06.27 03:27 PrudentPassenger Ainda sobre a forma do suposto ritual - análise a partir da Umbanda

Boa noite colegas, sou novato aqui no reddit então já peço desculpas caso deixado de observar alguma coisa antes de criar esse tópico. De qualquer forma, li várias discussões e não encontrei nada que aborde o que pretendo abordar a seguir, embora tenha percebido que existe um desconhecimento generalizado sobre o funcionamento da religião (e já adianto/peço desculpas que ficou mais longo do que eu pensei que ficaria).

O ponto de partida é discutir a "verossimilhança" da alegação de que foi realizado um sacrifício pelos réus.

Um pressuposto: sou umbandista. Por isso, pretendo contribuir com algumas reflexões que, pelo menos a meu ver, tornam praticamente impossível acreditar na tese acusatória de que Evandro foi sacrificado em um ritual de umbanda/magia negra dedicado ao exu/diabo (as barras não querem significar que estou tratando as expressões como sinônimas, longe disso, mas somente indicam que mesmo esse aspecto da acusação é confuso: afinal, para quem - isto é, para qual "divindade" - foi realizado o ritual?)

Claro que não tenho conhecimento de tudo (até porque muita coisa é bem diferente de um terreiro para o outro e tem muitas coisas que também não são muito bem explicadas), mas acho que ajuda a dar um ponto de vista diferente aos fatos e teorias envolvidas no caso.

Passemos às observações, então:

1) É bom reforçar: a umbanda não se confunde com o candomblé, mas pode ser considerada uma derivação desta religião. Nesse movimento, acabaram surgindo várias correntes dentro da umbanda, umas mais próximas do candomblé e outras mais afastadas (mais próximas do espiritismo) - o próprio Ivan menciona isso em algum episódio.

Nas vertentes mais próximas do candomblé, o sacrifício de animais é bastante comum (não no sentido de que é feito todo dia, mas, digamos, uma vez por bimestre, pelo menos?). Nesse ponto eu posso transmitir um pouco do meu conhecimento pessoal, pois em todos os terreiro de que participei eram feitos rituais nesse sentido.

2) Também é bom reforçar: o sacrifício é sempre de ANIMAIS (galinhas, bodes, pombas...tudo isso eu já vi pessoalmente), exclusivamente. Nunca ouvi absolutamente nada, nem da forma mais remota possível, que envolvesse algum ser humano e é totalmente bizarro imaginar essa situação em um terreiro, seja de umbanda, seja de candomblé.

Creio que essa afirmação (a de que os pais de santo não sacrificam humanos) já seria suficiente para rechaçar a tese de acusação, uma vez que não parece existir nos autos (pelo menos dentro do que o Ivan narrou até aqui) absolutamente nada que relacione os réus, especialmente Osvaldo e Vicente, a qualquer outro tipo de religião ou seita. Se os réus adoravam o diabo, faziam algum tipo de magia negra, etc....isso não deixaria pelo mais algum mínimo indício sequer? Mais uma vez, nada disso consta nos autos e revela que o pano de fundo da acusação é uma carga bem grande de preconceito.

Aliás, se o grande trunfo da acusação são as confissões, é bom relembrar que nelas sempre são feitas referências somente à umbanda.

3) Mesmo fazendo esse esclarecimento ridículo do item 2, vamos fazer um exercício: vamos supor que exista uma vertente inovadora de umbanda/candomblé que pratique sacrifícios humanos.

Bom, então teremos diversos outros problemas (focarei nesses que estão relacionados à religião especificamente, não vou entrar nas demais discussões de tempo, espaço, etc, que os demais colegas já estão abordando muito bem nos outros tópicos):

3.1) Qual foi a "arma" utilizada? (li uma discussão sobre isso em outro tópico, mas vou além)

Nesses sacrifícios que relatei, é utilizada uma faca de alta qualidade e bastante afiada especialmente destinada a esse fim, a qual constitui um dos itens sagrados na religião. Um corte (é esse o nome dado ao ritual de sacrifício de animais) não pode ser feito de qualquer jeito, pegando uma faca de pão e pronto. É um ritual extremamente sério, programado e rigoroso, tudo isso respeitando a vida dos animais que serão oferecidos às entidades ali prestigiadas.

No caso Evandro, qual foi a arma? Pelo que me recorde, algum dos réus cita um punhal. Bom, para começar esse objeto não tem capacidade cortante, mas meramente perfurante. Assim, seria impossível realizar qualquer tipo de corte (pelo menos não sem um esforço absurdo). Já imaginou tirar o couro cabeludo de alguém com um punhal? Aliás, foi achado algum ponto de furo no cadáver? (realmente não lembro desse detalhe)

Em outro depoimento alguém afirma que foi usado um "serrote lá da serraria". Mais uma vez, os caras iam simplesmente pegar um material da indústria totalmente alheio aos rituais e encontro ali na hora para realizar um sacrifício dessa magnitude? (estou partindo do pressuposto de que um ritual humano seria muito mais grave que um de animal, e portanto exigiria uma preparação e cuidados ainda maiores)

3.2) Quem foi o responsável pela execução propriamente dita?

Outro ponto importante dos cortes realizados em terreiros diz respeito à responsabilidade pela realização do ato do corte. Diante da seriedade do rito, o corte não pode ser realizado por qualquer um. Pelo contrário: apenas os próprios pais de santos e os ogãs (espécies de "auxiliares" do pai de santo, responsáveis pela execução de diversas tarefas "administrativas" dos terreiros, como o próprio corte e o toque dos atabaques, por exemplo) podem fazê-lo.

Em algum relato é dito que a Celina teria colocado a mão no corpo para procurar o coração, algo assim. Além de toda a bizarrice dessa narrativa, iria contra os mais básicos princípios utilizados nesses rituais, uma pessoa totalmente alheia à religião envolvida tão diretamente em um ritual grave desses.

Aliás, é bom dizer que sequer os filhos de santo (ou seja, os participantes "comuns" da religião, que não são nem pais de santo nem ogãs) podem estar presentes no momento em que é realizado um corte (ou seja, não podem nem estar no mesmo recinto), imagine um terceiro participar e ainda de forma ativa...inimaginável.

3.3) De que forma foi realizado o ritual?

Um outro ponto que chama a atenção, sempre dentro desse exercício bem forçado de admitir um ritual de sacrifício humano à luz da umbanda/candomblé, é a forma como se deu o ritual.

O primeiro aspecto aqui é a decisão tomada: "não achamos um bode, então pegamos a criança mesmo" (se não me engano é o próprio Osvaldo que diz isso expressamente). Sério??? Será que mesmo na mais macabra da seitas um sacrifício humano não seria revestido do mínimo de planejamento e cautela???

Outro aspecto é a forma confusa de descrever o que antecedeu o ritual. A criança foi morta antes já? Com uma paulada do nada no meio de tudo? Esse ponto eu vi que alguém destacou em outro tópico: o sacrifício (de forma grosseira: a morte) é parte central do ritual, não é nem um pouco razoável supor que na "hora h" o sentido do ritual fosse por água abaixo dessa forma. Nos rituais de umbanda, é de suma importância que o animal esteja vivo.

É aí que vem um terceiro aspecto: também é absolutamente fundamental que o animal a ser cortado não sofra. Pode parecer estranho, principalmente para quem tem preconceito, mas é assim que funciona. O corte não é um exercício de sadismo, de maldade, mas um ritual baseado em uma crença específica (aqui eu não tenho tanta certeza, mas acredito que o principal elemento seja o sangue, entendido como uma poderosa e sagrada fonte de energia espiritual). Por isso, os animais devem estar bem calmos, como se nada fosse acontecer, e o corte é feito com uma técnica especifica para que a morte seja rápida e indolor (aqui voltamos também ao problema do objeto utilizado no caso).

Além disso, o corte, como o nome sugere, deveria deixar uma marca relevante no cadáver - e isso eu me recordo que não foi encontrado.

Para fechar, eu acho que num eventual sacrifício humano seria altamente improvável que a cabeça não fosse separada do corpo (o que ocorre nos sacrifícios com animais).

Talvez eu tenha esquecido alguma coisa, mas que me lembre agora eram essas as inconsistências da teoria da acusação à luz dos procedimentos utilizados na umbanda.
submitted by PrudentPassenger to ProjetoHumanos [link] [comments]


2019.03.28 22:56 Vicantu Mejores Clínicas Dentales En Cancún

Hola les contaré mi experiencia con mis implantes dentales. Hace 4 meses viajé a Cancun para ponerme 2 implantes dentales. (Actualmente vivo en Monterrey) Tengo que confesar que antes de decidirme me documenté mucho sobre costos, calidad, materiales, procedimientos para tener la mejor decisión respecto a mi salud bucal. En este caso yo me atendí en Cancun Dental Specialists y la experiencia en general ha sido excelente. Una vez que ya tenía claro decidí dar el primer paso que fue contactar a la clínica, en ese momento a pesar de haberme documentado yo aún estaba con muchas dudas, la primer llamada fue excelente porque el asesor o cordinador bucal (no recuerdo cual era el nombre de su puesto) escuchó lo que necesitaba y después se dedicó más de 30 minutos a explicarme a detalle absolutamente todo el proceso, las técnicas, los tiempos, los materiales, eso me dió mucha confianza. Después de un par de llamadas más, agendamos la cita y algo que también me pareció muy bueno fue que cuentan con traslado desde el aeropuerto a la clínica y de regreso (o al hotel en mi caso). Para esto yo ya sabía perfectamente lo que me iban a hacer y cómo lo iban a hacer. No importando eso (lo que se me hace también muy bueno por parte de la clínica) es que al llegar me dieron un breve tour por las instalaciones mostrándome un poco de la tecnología que manejan (en donde no había pacientes claro). Al pasar con la Dra. Irma Gavaldon y el doctor Lugo ellos me dieron una explicación muy entendible sobre lo que los especialistas me harían en la boca. Pasando todo el proceso el cual no fue muy largo me llevaron al hotel (no sin antes ya tener las indicaciones a seguir) después una vez estando ya en Monterrey una chica por parte de la clínica ha estado en comunicación conmigo para estar al pendiente de mi evolución o por si se llegara a presentar un problema el cual no ha pasado.
En 3 semanas tengo una cita de nuevo con CDS para verificar que todo esté correcto y ya les contaré. La clínica se llama Cancun Dental Specialists y pueden investigarla en https://www.cancundentalspecialists.com/
Si ustedes tienen alguna recomendación puedne ponerla, me gustaría que conformaramos una comunidad en donde posamos poner nuestras experiencias en cuestion dental. ¿Cuales son sus clínicas dentales o dentistas de confianza?
Saludos!
P.D. Les dejo el link para que lean un poco sobre la doctora Irma Gavaldon, El Doctor Lugo y el proceso. Dra.Irma Gavaldon: https://www.cancundentalspecialists.com/bestdentistinmexico/irma-gavaldon/ Dr.Omar Lugo: https://www.cancundentalspecialists.com/bestdentistinmexico/omar-lugo/ Guía Implantes dentales: https://www.cancundentalspecialists.com/dental-implants-mexico/

submitted by Vicantu to u/Vicantu [link] [comments]


2018.11.08 16:10 SubotaiKhan Hablemos de libros. Que recomiendan?

Herramientas:
Kindle:
-Es un lector de ebooks de Amazon que...
-Ay pero Subo. Vos no entendés que tocar el papel es infinitamente superior a mirar una pantalla? Los e-books son para giles. PAPER MASTER RACE.
-Ah, que piola. Che, sabias que podes conseguir casi cualquier libro gratis con esto si sabes buscar en internet? Cuanto te sale un libro grande hoy en día? $1000? Ademas olvidate de tener que lidiar con marcadores, de tener que prender la luz para leer, de tener que lidiar con libros pesados que te ocupan tanto espacio. Imaginate tener el acceso a toda tu librería desde una tablet. Cuenta con un diccionario y acceso a Wikipedia para buscar las palabras que no conozcas, te permite marcar y llevar apuntes de los libros, siempre se acuerda donde fue la ultima vez que lo dejaste, te dice cuanto te falta para terminarlo en porcentaje o tiempo de lectura (que el tiempo se ajusta a tu velocidad de lectura)
-...pe... pero... El papel se siente bien cuando lo toco.
-También esta. La querés tocar también?
Nota: Tambien Windows te permite ver los libros con Internet Explorer, digo.. Microsoft Edge. Hasta te deja escucharlos como si fuera un audiobook narrado por una voz robótica.
Calibre: Para subir todos tus libros .epub, .mobi y .pdf a tu kindle. Les recomiendo que busquen solo formatos epub o mobi, pueden transformar los PDF en epub y mobi, pero... el formato es feo, y en algunas ocasiones se limita a ponerte "fotos" de las paginas.
Paginas para descargar: La piratería es un crimen, ustedes nunca deberían entrar a sitios como https://www.epublibre.org/, http://gen.lib.rus.ec/ o https://ebook4expert.org a buscar libros en formato mobi o epub. No descargarías un auto.
Libros leidos recomendados:
Porque fracasan los países: Excelente libro para entender porque estamos donde estamos, y ellos están donde están. Cuenta como las sociedades logran mayor éxito si la gente tiene igualdad de oportunidades, un sistema legal equitativo funcional y un gobierno transparente centralizado. No sonara tan revolucionario, pero este libro se encarga de descartar otras teorías como la raza, la religión, la cultura, el clima y la geografía como teorías para explicar el desarrollo humano.
Armas, gérmenes y acero: Este libro lo tomaría como la precuela del anterior. Porque se encarga de explicar no el desarrollo de sociedades modernas, sino el de las civilizaciones a lo largo de toda la historia. Explica porque fueron las civilizaciones euroasiáticas las que conquistaron el mundo, y no al revés. Comienza narrando el desarrollo de las civilizaciones y sus descubrimientos tecnológicos. Hace un repaso de la historia de la agricultura, la ganadería, las bacterias de la escritura, la forja de metales, la conformación de sistemas de poder y muchos mas temas que explican porque, por ejemplo, fueron los españoles los que descubrieron y conquistaron a los pueblos americanos, y no al revés.
El manual del dictador: Por qué la mala conducta es casi siempre buena política. Si alguna vez pensaste "Oh, si yo tuviera el poder absoluto, podría mejorar las cosas en este país", este libro va a tirar abajo todas esas ideas. Explica las dinámicas del poder, de porque "el poder absoluto corrompe absolutamente", y te hace tener algo de compasión por algunos dictadores al aprender que muchos hacen las cosas que hacen para literalmente seguir vivos. Pero no solo se trata acá de dictadores solamente, el libro explica con detalle como estos patrones se pueden observar en cualquier estructura de poder, incluso en gobiernos democráticos o juntas directivas de empresas.
Cómo ganar amigos e influir sobre las personas: Es un clásico para todo sociópata que quiere aprender como manipular mejor a la gente, lleno de historias como ejemplos de cada enseñanza que el autor deja.
Freakonomics: Curiosos análisis para nada ortodoxos de muchas situaciones que parecen que nada tienen que ver con las ciencias económicas. Toma un aspecto mas sociológico y "real" a cuestiones humanas, usando a la economía como una herramienta. Porque los narcos si mueven tanta plata viven con sus madres? Que relación hay entre la elección de un nombre para un bebe y el futuro del mismo? Como los abortos pararon la gran oleada de crimen en los Estados Unidos? Que tanto influye la crianza en el desempeño escolar de un niño? Que tan transparentes son las peleas de sumos?-
Kill All Normies: Online Culture Wars From 4Chan And Tumblr To Trump And The Alt-Right. Suena muy /FellowKids, pero hace un análisis sociológico bastante interesante sobre las contraculturas modernas. No me parece un libro hecho por ninguna femibolche o un edgy neonazi. Me pareció muy entretenido y llevadero.
Libros que actualmente me encuentro leyendo:
1 kilo de cultura general: Voy a explicarlo con una simple cita del mismo libro:
Este Kilo de cultura general permite un acceso inmediato al conocimiento, desde la formación de la Tierra hasta la elección del papa Francisco.
Si. Eso.
Postguerra: una historia de Europa desde 1945: Bastante completo. Narra peculiaridades que desconocía completamente, explica las dinámicas del poder que ocurrían entre políticos y dirigentes de toda Europa, los cambios culturales y sociales.
Libros que descargue, pero no tengo pensados en leerlos ahora, pero que tengo que conservarlo en mi kindle because reasons:
How To Invent Everything: The Time Traveler's Guide: Ponele que conseguiste una maquina del tiempo. Bárbaro. No? Primero, como sabes en que periodo de la historia del universo te encontrás la primera vez que viajas? Y ponele que llegas al planeta tierra para cumplir tu sueño de liderar a la especie humana como una clase de semidios, que podes enseñarles? Seguramente nada, porque de pedo sabes cambiar un foco de una lampara, y al no tener internet, no podes buscar en Wikipedia absolutamente nada. Este libro resuelve este problema, explicándote como crear las herramientas básicas para crear una sociedad avanzada y moderna, desde como inventar el idioma hasta como crear maquinas o coger bien piola.
Libros que los tengo en ingles, pero me da alta paja leerlos en ese idioma, y que espero que si alguien lo encuentra en español, me pegue un pm y me avise:
¿Por qué manda Occidente...por ahora?: Escuche cosas interesantes de este libro, alguna que otra idea nueva que suma mas a las otras puestas por los autores de los libros que comente anteriormente.
submitted by SubotaiKhan to ArgentinaBenderStyle [link] [comments]


2018.10.26 14:43 asdrubaleska Os TOP 25 posts no r/Brasil nos dois dias que antecederam o segundo turno de 2014.

Os TOP 25 posts (por número de comentários), nos dias 24/10/2014 e 25/10/2014, logo antes do segundo turno de 2014:
  1. Debate presidencial no 2º turno - Ao Vivo by u/changethelamp
  2. Capa da VEJA essa semana.Pode ser muita coisa ou pode não ser nada. by u/VictorPictor
  3. 'JN' põe acusação a Lula e Dilma no ar na véspera do pleito by u/[deleted]
  4. Istoé/Sensus: Aécio lidera a disputa presidencial com nove pontos ante Dilma by u/compre-baton
  5. Dilma fala sobre o terrorismo eleitoral da Revista Veja by u/BecomingFree
  6. O que falaremos no /Brasil após domingo? by u/[deleted]
  7. Como me sinto quando fico supersexualizada enquanto minha amiga é fascista by u/gregribo
  8. Alguém mudou o voto influenciado pelas postagens aqui do reddit? by u/tunehunter
  9. Novo pedido de impeachment da presidenta Dilma Rouseff: agora com base nos devios de dinheiro da Petrobrás by u/VictorPictor
  10. Devia existir um /cringe brasileiro para essas coisas. by u/um--no
  11. Resposta do Aécio à Dilma no debate de ontem (especial para o /brasil) by u/stityxes
  12. DATAFOLHA: Dilma tem 52%, Aécio 48% by u/ThatGuaxi
  13. O sistema de voto alternativo explicado (legendado) by u/andrebires
  14. Se você fosse resumir a sua posição final no voto de amanhã, e fazer um último apelo para os demais a segui-lo...o que você diria? by u/RochelleH
  15. Sede da Abril é pichada em protesto contra reportagem da Veja by u/[deleted]
  16. Neymar Jr declara apoio a Aécio Neves by u/[deleted]
  17. Experiências importando do Amazon? by u/PapaFedorasSnowden
  18. Como você vê a divisão de classes e de raças no Brasil? by u/mamamia721
  19. Nem voto Aécio, mas dessa aqui eu ri by u/FellowOfHorses
  20. Qual a sua citação/frase preferida? by u/i_like_frootloops
  21. Você leu a proposta de governo de seu candidato? by u/candeeiroencanta
  22. Doleiro Alberto Youssef passa mal e é levado para hospital em Curitiba by u/FelipeMartins96
  23. Marco Polo del Nero, presidente eleito da CBF, coleciona beldades no currículo. Veja lista by u/tdt30
  24. E se em vez de votação direta, a seleção de cargos políticos fosse por concurso? by u/redhotchiliguy
  25. As capas de Veja na era FHC. Ou: Como o PT é bom aluno de Goebbels Rodrigo Constantino by u/tiagobonetti
Lista compilada utilizando o https://redditsearch.io/.
submitted by asdrubaleska to brasil [link] [comments]


2018.10.13 21:06 jonasdorock Espalhem essa ideia!

PT nunca, nem em época de mensalão e petrolão, mudou de cor. Em nenhuma campanha presidencial, ousaram sair do vermelho vivo. Tem uma lógica para mudarem de cor, cor exatamente igual ao que o Bolsonaro usa, agora não tem mais como identificar quem é petista e quem apoia o Bolsonaro. Portanto, qualquer coisa que eles fizerem com a camiseta verde amarela, será imposto para nós. Somando os pontos, nem com o ataque ao nosso candidato, a violência com quem pensa contrário a nós ocorreu. Segunda feira, dia 8, quando Haddad visitou Lula, tudo mudou, inclusive a cor e coincidentemente após isso, pipocaram ataques a minorias de todas as formas, formas essas que apoiadores do Bolsonaro nunca cometeram. E depois nessa sexta feira, a campanha do Haddad cita esses ataques nas propagandas... Bolsonaro até hoje, não usou o ataque que sofreu nas campanhas.
Então, vamos espalhar isso por aí, escrevam com suas palavras, criem posts por aí nas suas redes sociais, eu penso que talvez ocorram mais ataques, mais graves.
submitted by jonasdorock to Bolsonaro [link] [comments]


2018.06.27 06:14 J4yC1 Me hicieron una histerectomía años atrás. Hoy me di cuenta que estaba embarazada. [T]

Cuando tenía 9 años, un agresor no identificado me jaló hasta un auto, me apuñaló 12 veces, y me dejó enfrente de un hospital.
Perdí mi útero, mis ovarios, un riñón y unos cuantos metros de intestino. Han pasado 17 años. Además del Trastorno de Estrés Post-Traumático, la cosa más difícil es saber que nunca tendré hijos biológicos. He querido tener niños propios desde que tengo memoria, aunque quizá esto se deba en parte a que crecí en un hogar conservador que medía el valor de una mujer por su habilidad de traer niños al mundo.
Mi estatus de víctima despertó en mi un interés en la aplicación y cumplimiento de la ley. Me contrataron como policía pero fuera de la academia, la verdad es que era un desastre. En vez de eso, conseguí un empleo en la cárcel. Trabajo en el turno de la noche de 7PM a 7AM. Me hace más solitaria de lo que ya soy, pero me pagan un 11% más en este turno y de todos modos no tengo familia.
Vivo sola. Ni siquiera he tenido un solo novio. Aunque creo que mi cerebro trata de compensar esto porque a veces me levanto en las mañanas sabiendo que alguien está conmigo. Alguien familiar, alguien a quien amo. Sin rostro ni nombre, solo la seguridad de su presencia. Pero siempre que trato de alcanzarlo y tocarlo, nunca hay nada en su lugar.
Como sea. Fui al médico esta mañana después del trabajo. Además de mi temperatura y mi presión arterial, me tomaron una muestra de orina. No es algo inusual. El traumatismo abdominal me hace propensa a infecciones.
Después de unos cuantos minutos, el médico entró y me dijo: "Estás embarazada."
Sonreí de manera temblorosa y con dolor. Seguramente esto era una broma, aunque era una extraordinariamente de mal gusto. "No tengo útero."
Soltó una pequeña risa nasal. "¿Desde cuándo?"
"¿Desde...cuarto grado?"
Atizbos de preocupación se posaron en la cara de mi médico. Los siguientes minutos pasaron como una confusa neblina mientras me decía que mi sistema reproductivo estaba bien.
Mi corazón se aceleró. Me sentí mareada, confundida y enojada. He sido su paciente por cuatro años. ¿Cómo podía olvidar quien soy?
Finalmente me mostró mis expedientes. Años de expedientes, detallando un embarazo exitoso y una breve batalla contra el cáncer de ovario.
"No," Dije, "Debe de haber un error."
El tono de mi médico se volvió más enérgico. "¿Cómo te sientes? ¿Te has golpeado la cabeza, tomado drogas o..."
"¡No!" Me costaba mantener el control de mi voz. "¡Ésto no es mío! ¡Esa no soy yo!"
Siguió discutiendo. El corazón me pesaba. El enojo y la confusión se transformaban en pánico. Finalmente le dije "Me tengo que ir."
Intentó detenerme. - "Quizá solo estés herida o teniendo un episodio, no es seguro que..." Pero me apuré y me fui.
Una vez que llegué a mi auto, implosioné. Cada gramo de dolor, anhelo, ira y vergüenza me vinieron por la espalda, llenándome por dentro, una presión sofocante que sentía que me iba a romper las costillas.
Después de un buen rato, me calmé lo suficiente para conducir a casa.
Mis vecinos de al lados son una pareja mayor, Martin e Isabella. Son buenas personas, pero están terriblemente equivocados respecto a sus hijos. Siguen tratando de emparejarme con su hijo Conrad, quien es narcomenudista y tiene tres hijos con tres mujeres distintas. Lo evito, pero me llevo bien con su hija más joven, Sara. Es una chica salvaje y desempleada, pero tiene buen corazón. Probablemente es un poco extraña, pero me sentía cercana a ella, de la misma forma en la que me sentía cercana a mis parientes.
Sara sabe todo sobre mi (es imposible no tomarla como confidente; atrae los secretos como agujas a la piel) y tiene una memoria ridículamente buena. Mi médico podría estar fuera de si, pero Sara recordaba todo. Ella confirmaría que yo estaba cuerda.
Los autos de Isabella y Martin no estaban, pero el anticuado auto de Sara se encontraba en la curva, así que fui a la puerta. Cuando toqué, Conrad me abrió la puerta con una turbia sonrisa. "Hey."
"Hola, ¿Se encuentra Sara?"
"Ha estado con un tipo, no se ha aparecido en toda la semana." Se estiró, tratando de sacar el pecho. "¿Gustas pasar?"
Negué con la cabeza. "Dile que vine a verla."
Murmuró enojado mientras iba cruzando el patio, mirándome hasta que cerré mi puerta delantera.
Mi terrier, Jingo, enseguida se apresuró hacia mi. Está viejita y este tipo de movimientos de cachorrito son inusuales en ella, pero no le tomé importancia. Una vez que sus ánimos de mascota estuvieron satisfechos, se dirigió a la cocina. La seguí, y me congelé.
Un hombre estaba sentado frente a la mesa, con un montón de papeles frente a él. Jingo corrió hacia él, dando pequeños círculos con emoción.
"No te asustes," dijo el hombre. "Por favor."
"Sal de aquí," Susurré.
"Me imagino que tendrás muchas preguntas después de tu cita médica."
Sentí que algo me aplastaba por dentro, exprimiéndome como una esponja. "¿Cómo sa – "
"Me llamaron." Me mostró su teléfono. "Estaban muy preocupados por ti."
"Voy a llamar a la policía."
"No lo hagas," Me dijo.
"No tendría que hacerlo si no hubieses invadido mi propiedad," resollé.
Absurdamente se me acercó girándome los ojos. Había algo familiar en ello, algo que hizo que mi corazón se derritiera casi tan fuerte como el pánico que me daba que se acercara a atacarme. "Estamos juntos en el contrato de arrendamiento, no pueden hacer que me vaya."
"¡No estás en mi contrato!"
Había algo frágil en su lenguaje corporal, algo fuera de lugar. "Confía en mi. Estoy tratando de volver todo a la normalidad. Mira esto." Dobló un fajo de papeles engrapados, y con un ágil movimiento de muñeca, lo mandó girando hacia mi. Aterrizó a mis pies.
Sé que obedecer a alguien que está invadiendo tu casa es parte de una receta para el desastre. Pero mirarlo y escuchar su voz movió algo en mi, casi como un recuerdo. Me hizo pensar en todas esas veces que despertaba somnolienta pensando en la presencia de alguien que amo.
Así que recogí los papeles. Era una copia de mi contrato de arrendamiento. Mejor dicho, nuestro contrato de arrendamiento. Su nombre era Roy. Se supone que tenía 28 años, pero el hombre frente a mi era al menos diez años mayor.
Detrás del contrato de arrendamiento habían facturas de servicios públicos de ambos y un acta de matrimonio.
Los papeles se sacudieron en mis temblorosas manos. Tontamente, sentí un destello desesperado de esperanza. De alivio. Porque, ¿Saben qué? Prefiero estar mentalmente enferma, incluso hasta el punto de olvidar a mi propia familia, que estar tan sola. "¿Estoy loca?"
"No." Su rostro se torció y se secó los ojos. "Necesito que te vayas de aquí conmigo. Necesitamos estar fuera de la ciudad para el atardecer."
"¿Por qué?"
Su labio inferior empezó a temblar y lo mordió fuertemente. Jingo se acurrucó con él y brincó a sus piernas.
"Roy," dije, de forma experimental. "¿Qué sucederá al atardecer?"
"Vendré a casa con nuestra hija." Sentí como si me hubiesen golpeado. "La gente los sigue - y me sigue - hasta aquí. Y luego te matan."
Mi hija. Tenía una hija. Y un segundo hijo en camino, con el hombre sentado frente a mi. Un glorioso glitch en la matrix me había puesto lo que siempre quise en bandeja de plata. ¿Entonces por qué el padre de mis hijos estaba diciéndome que no podía tener nada de eso? "¿Por qué?"
"Porque." Tomó un buen trago de saliva. "Tiene que ver con nuestro hijo."
En ese momento, la puerta se abrió de golpe. Jingo se puso a la defensiva, ladrando, un poco antes de colapsar en un frenesí de éxtasis.
Era un segundo y más joven Roy, con los ojos bien abiertos y enojado como el infierno. Al verlo de reojo, ese ligero sentimiento de reconocerle explotó. Los recuerdos no me venían de golpe, pero sabía que lo conocía.
Se lanzó a través de la habitación. El Roy mayor lo atrapó sin mucho esfuerzo y lo aporreó contra la pared. "¿Qué estás haciendo?" preguntó de forma calmada.
Su contraparte más joven se incorporó violentamente. "¡Tú sabes que carajos estoy haciendo!"
"¿Quien te dijo que estaría aquí?" La voz de Roy se sacudió un poco. "Un Crono, ¿verdad?"
El Roy joven titubeó brevemente.
"Te han estado siguiendo hasta aquí," Dijo Roy. "Y van a matarla."
"El Crono viene por Adam." El joven se agitó de nuevo.
Roy lo tomó por el cabello y estrelló su cabeza en la pared, paralizándolo momentáneamente. "No, no pueden venir por él. La única forma de detenerlo es prevenir su existencia, lo cual hice. Tan sombrío como parezca, eso era lo mejor que podíamos hacer por ella." Su voz se quebró. "Y tú lo deshiciste."
Retrocedí con cuidado y tomé a Jingo. Ninguno de los dos hombres pareció notarlo. Me apresuré a la puerta al mismo tiempo que el joven Roy soltaba una respuesta venenosa.
Suprimiendo una enorme ola de pánico, corrí a casa de Sara. No me importaba quedarme sola con Conrad. Era mejor que quedarme en casa a esperar la muerte con ese lío de líneas temporales alternativas.
"¡Conrad!" Golpeé la puerta. "¡Conrad, déjame pasar!" El sudor goteaba por mi frente mientras el eco de Roy alzando la voz se escuchaba desde mi casa. Toqué el timbre varias veces. "¡Conrad!"
Calle abajo, escuché el ronroneo de un motor. Un coche elegantemente extraño dobló la esquina. Como si fuese una señal, el fuerte y emocional discurso de Roy finalizó con la palabra "Crono".
Era una locura. Pero hoy la locura se había vuelto mi realidad de muchas maneras, así que me agaché. Para mi sorpresa, escuché suaves y lastimosos llantos que venían de cerca - del taller del padre de Sara. Me puse de rodillas y gateé mientras ese tétrico auto se estacionó frente a mi casa.
La puerta se abrió, dejando al descubierto una suave oscuridad. Conrad se aferró al marco de la puerta. Estaba sollozando.
"¿Conrad?" Susurré. No me respondió. Ni siquiera me miró.
Ignorando el revoltijo nauseabundo en mi estómago, lo esquivé y entré al taller.
Después de una mañana tan brillante, era difícil de ver. Las sombras se fundían en una sola, cortadas únicamente por el tenue brillo de las herramientas metálicas.
Algo cambió, de forma furtiva y de alguna forma malsana. Un hedor dulcemente fétido me llegó: gaseoso, empalagoso, casi pegajoso.
Con un suave click la luz sobre mi se encendió. Me impacté.
Un cuerpo tembloroso en carne viva estaba colgado de los brazos en las vigas. Donde una vez hubieran estado los ojos y los labios, habían quedado agujeros vacíos y sangrantes. Delgadas púas sobresalían de los brazos y piernas despellejados. Me tomó un momento darme cuenta que eran alambres. Alambre para jardín, entrelazado con los músculos sangrantes como si fuesen hilos de bordar.
Solamente el cabello estaba intacto: reconocible al instante, era largo, rubio y con mechas azules.
Sara.
Conrad no dejaba de llorar.
Una figura emergió del enredo de sombras. Alto, delgado y de cabello oscuro, con facciones como las de Roy pero ojos como los míos. Me miró con atención, apreciativamente. Entonces el reconocimiento iluminó sus ojos. Me sonrió, y en mi alma, si no es que en mi mente, lo reconocí. "Adam."
Dio un paso hacia el frente con ansias y tomó mis manos. Las suyas estaban llenas de sangre seca y trozos de tejido. El me miró a la cara, analizando cada facción como si no pudiese tener suficiente. "Lo siento." Me susurró.
Detrás de mi, escuché voces. Giré. La enajenada sonrisa de Adam se convirtió en un cruel gruñido mientras la gente irrumpía en el taller.
Trazos de rayos explotaron en mi existencia, envolviéndome en una luz cegadora. La estática crepitó a lo largo de mi piel, acompañado de una punzante llamarada de calor. El miedo, la confusión y una profunda desesperación que no quería comprender me abrumaron. Me cubrí la cabeza.
Todo al mismo tiempo, se volvió silencioso y oscuro.
Después de un rato, me atreví a mirar.
Aún estaba en el taller. Estaba tranquilo, vacío y limpio, sin rastros de Sara o su asesino.
Para mi sorpresa, Jingo estaba esperándome afuera. La tomé y corrí por el jardín. Los autos de Martin e Isabella estaban en la calle. A través de una ventana, oí a Sara riéndose. El pesar en mi pecho se alivió considerablemente.
Tardé un poco en reunir el valor, pero finalmente entré a mi casa. Después de asegurarme que estaba vacía, me deslicé hasta el suelo y Jingo brincó a mi regazo.
Quiero pasar esto como locura. Un brote psicótico, quizá, o simplemente un colapso del diario. Podía aceptar el hecho de que estaba en el taller de mis vecinos. Incluso podía justificar la presencia de Jingo.
Pero no puedo explicar la sangre ni los tejidos secándose en mis manos.
Quiero una familia más que nada. Me duele inmesurablemente, y me llega hasta los adentros, tener uno con el que nunca podré estar. Pero creo que estoy mejor así.
No tener hijos es mejor que tener que matar a uno, ¿no es así?
Thanks to u/Dopabeane for letting me translate this story.
submitted by J4yC1 to nosleepenespanol [link] [comments]


2018.05.19 15:38 rodrigoablima Livro: Alfa e Ômega - Uma Aventura nas Profundezas da Divindade Humana

CAPÍTULO 1 - A FUNDAÇÃO
Há incontáveis eras, um grupo de anciões, vitoriosos de batalhas anteriores, decidiram criar uma nova existência, pois se esgotaram as possibilidades e o mundo se tornou previsivelmente insuportável e tedioso. Além disso, em sua sabedoria acreditavam que, como antes, seria necessária uma renovação, bem como o desapego, aos resquícios e memórias do passado. A estes senhores, de nomes impronunciáveis com nossas gargantas primitivas, chamaremos de Arcontes da Alma, os famigerados Pais Arquetípicos, conhecidos na mitologia judaica como Elohim. Dentre estes senhores havia um que se destacava, por seu amor e justiça, sendo a expressão exata do Elevado, aquele que conheceu a primeira criação de todas as criações. Valente guerreiro e pai amoroso. O Verbo e Senhor dos vinte quatro Arcontes.
Sentados, em seus tronos, conversavam e planejavam os eventos que seriam vividos na nova origem. O lugar onde estavam era de beleza única e com uma atmosfera de poder e glória jamais imaginada por mortais, como eu e você. Um lugar que assusta e atemoriza qualquer criatura, impondo respeito aos seres das alturas, ou dos mais baixos abismos.
Todavia existia um lugar de maior significado e peso, um lugar inviolável, o santíssimo lugar, a morada do Eterno. Apenas o Pai e Filho do Verbo poderia adentrar neste ambiente e o fazia somente em ocasiões únicas, em importância e necessidade. Ali residia o Misterium Tremendum que nenhuma criatura ou Elohi poderia conhecer e compreender em sua plenitude, apenas o Elevado e seu unigênito comungavam daquele lugar. Uma casa, uma casa de carne, pois diziam que era o cordis ou o útero da criação.
Um enigma foi proposto, por um dos arcontes para servir como busca e sentido à nova existência, entretanto por mais que se esforçassem não conseguiam encaixar as peças, neste quebra cabeça cósmico, para dar sentido real, sabor e abundância de vida aos novos entes.
O Verbo teve que intervir, pois todos haviam percebido que fazia se propício ao Unigênito entrar na câmara santíssima e ali, diante da Presença Eterna conversar com o Inefável, em busca de algo que pudesse trazer abundância de vida aos neófitos.
Então, os enviados serventes da recamara do rei receberam ordens para preparar e purificar o átrio do templo célico, e assim o fizeram. Estes servos, os homens chamam de anjos, mas nada mais são que seres enviados para uma missão especial. Um destes Gadreel, que em hebraico pode ser escrito como ?????, também conhecido como Azazel, é a origem de muito conflito e debate. Certamente seu real título, princípio e incepção estão envoltos em mentiras e sombras. Nenhum mortal, e até mesmo seres imortais, podem afirmar com certeza sobre algo que teve o embuste como razão de ser, embora nada passa despercebido e impune pelo Eterno.
Enquanto realizava os preparos para consagração dos átrios e vestíbulos reais sua atenção foi desperta por uma pedra vermelha, um seixo de jaspe carmesim usado nas vestes sacerdotais pelo Verbo. Quero deixar claro que muito do que acontece aqui não poderia ser descrito com linguagem e palavras humanas se respeitada sua exatidão. O certo é que o que foi me passado e permitido lhe exponho da melhor forma que minhas mãos escrevem e minha mente concebe, por isso faço uso alegórico, dos eventos agora relatados, pois sem os quais jamais poderia escrever. Por isso, creia no conteúdo e não na forma, como conselho, prezado amigo, haja sempre assim, na vida, geralmente o contorno é enganoso embora a essência liberte. Se não fizeres isto, de um jeito ou de outro, aprenderás que as palavras nada dizem, todavia o que fazemos com elas sim.
Então, possuído de cobiça, apeteceu possuí-la, pois conhecia o propósito e sabia que facultaria habilidade de abrir portais e poder sobre as trevas, corrupção e mal, se usada sem consentimento e vontade do Verbo, pois em seu coração deixou entrar a dúvida sobre a bondade divina. Sem muito pensar, tomou-a para si, colocando outra de sárdio, semelhante em forma, em seu lugar. Leitor cabe aqui lembrar, que o ocorrido, apesar de não aprazer a Aquele que É, foi planificado por Ele antes de todas as Eternidades, nas eras ocultas em Deus e no Cordeiro (O primevo Æion, Kairós do Ego e do Ser) e quando terminar tu verás que falo a verdade.
Neste momento, um Mal Antigo foi desperto, transformando interior deste anjo, que agora chamaremos de Inferno, עזאזל em hebraico, pois como narrado antes, se mal-usado o Jaspe Carmesim, que simboliza o sangue do Cordeiro, porque quem o toma e usa, o faz para sua própria condenação, se não empregar o discernimento por meio Daquele que é o alimento da alma. Uma porta foi aberta e o Inferno a habita e é habitado por ele, o Filho da Perdição.
Que fique claro que o erro deste grigori não foi possuir a pedra, mas ser ladrão de algo que é livre a todo aquele que pedir ao Pneuma. O erro é a escravidão do espírito, pelo ego, que não se é refreado pelo Verbo. Neste momento, o horror primevo, entrou no corrompido anjo guardião dos aposentos reais.
Uma terrível tristeza abateu sobre o Verbo. Podia-se ver claramente no semblante do Cordeiro que algo muito sério o afligia. Porém, Ele sabia que era anseio do Eterno e conhecia muito bem os desígnios do coração de Deus. O Eterno, também estava aflito e pesaroso, pois isso não era de sua vontade ativa, mas permissiva.
Tudo foi preparado para o momento. E o Cristo entrou no santuário onde até os anjos temem ir. Ele vestia a indumentária sacerdotal completa. A Estola Sacerdotal ou Éfode uma peça parecida com um avental, confeccionada nas cores azul, púrpura, carmesim e o branco de linho fino retorcido. Sobre o Éfode um peitoral com as doze pedras, que representam os fundamentos que sustentam toda criação. Na cintura partindo do umbigo uma espécie de cordão de prata ligava as vestes ao cubo, o cubo de Metatron, uma máquina que permitia a entrada no santíssimo lugar, e assim, entrar em contado direto com o Arché. Arché é a substância primordial, constituinte de toda matéria do universo. Na verdade, Arché é um número que quando em execução conjunta com o cubo de Metatron possibilita a entrada no console fundamental que fornece uma interface para a criação da realidade. Uma vez conectado a máquina a realidade percebida pelo sumo sacerdote é mudada e este pode entrar no módulo de construção, uma espécie de programa de computador que funciona como um ambiente integrado que facilita a criação de realidades extraídas da lógica do número (ou programa) que inspira a vida.
Permita-me amigo explicar-lhe melhor o que é o Arché, também conhecido como unidade divina. Ele não é apenas um número qualquer, mas o padrão da perfeição, uma seqüência harmoniosa que encerra dentro de si todas as criações possíveis. Embora bastante próximo de Deus o Arché não é Deus. Podemos dizer que Deus é pleno quando o Verbo, a Lógica e a Materialidade trabalham em prol do sentido existencial, o tempero da vida, o Amor. O ator do Verbo é o Cordeiro, o ator da Lógica é o Arché e a Matéria é fruto da máquina de Metatron. Embora não percebamos todas as vezes, os três são e estão em Um e são vistos em plenitude no homem, mais corretamente no Filho do Homem e neste, sempre trabalham em Amor, afinal Deus é Amor!
Após todos os preparativos realizados então o Verbo adentra o santíssimo lugar. Imediatamente sua fisionomia se transforma. O módulo arquiteto estava carregado e o link foi estabelecido. Todo poder criativo de Deus estava ao dispor do Verbo, assim como, uma via de largura de fluxo inesgotável fornecia a comunicação direta entre Pai e Filho. Amigo, você deve estar perguntando por que essa conexão se fez necessária, visto que Pai e Filho são um, posso citar vários motivos, mas dois se destacam.
O primeiro é que nem sempre o Filho quer e precisa de todo poder criativo divino, há momentos que isso não se faz necessário nem desejável, lembre-se que o Filho nunca usou poder desnecessariamente. Ele nunca precisou de pirotecnia para mostrar sua identidade, poder e glória.
O segundo é que Ele, sempre quis se comportar como humano, deixe me explicar com um exemplo. Um alpinista poderia escalar uma montanha com um equipamento que facilitasse ao extremo a conquista do cume da montanha, podendo se quisesse subir até lá de helicóptero. No entanto que graça teria isso? E lembre-se a chave da vida está na graça. A graça é o Amor, divinamente humano e pessoal, em Movimento. Sem movimento, não há graça. Sem isso a vida se torna o “Trabalho de Sísifo”. Vazia, oca, sem sentido e niilista. O Verbo vivo deseja que a criação se pareça com a história arquetípica dando forma, beleza e sabor em abundância. A limitação torna as coisas mais interessantes. Embora haja sacrifícios e sofrimento, ao final, quando o montanhista tem a magnífica visão do fruto de seu esforço ele diz, valeu a pena!
Há uma terceira razão, também importante, mas em momento propício, querido neófito, lhe revelarei. Por agora basta dizer que nem todos têm fé a ponto de mover montanhas e nem só o Verbo pode usar a máquina de Metatron, mas só ele pode ir ao Aleph Santíssimo e compreender o mistério e causa da Vida.
Depois de tudo preparado, Adonai inicia seu trabalho. Como de igual maneira, em todas as criações, a primeira criação é a luz, então em um grito catártico, Fiat Lux, e a luz foi feita. A partir deste ponto não preciso entrar em detalhes, pois você conhece o desenrolar dessa história. Quero apenas focar em um ocorrido, e farei isso nos parágrafos seguintes.
***
O grigori ladrão da pedra, não era o mais forte dos anjos, porém o mais astuto e hábil na arte do falar e convencer. Ele sabia que seus dias celestes estavam por se findar e pouco tempo teria antes que fosse derribado. Além disso, as trevas em seu interior cresciam rapidamente, sempre a clamar por sangue, morte e destruição. Ele precisava agir e ligeiro. Ele carecia de seguidores, mais isso seria impossível se não houvesse separação entre Deus e os Vigilantes Universais. Ele precisava se tornar o poder, o dínamo que separa. E se possível ele separaria até Pai e Filho. Ele semearia a semente da discórdia entre os anjos superiores. A fé na bondade divina deveria ser abalada.
Uma voz gutural sussurrou em sua mente – “A chave para as trevas é a morte e com a mentira triunfarás”. Ele ainda não havia percebido, mas o dragão, em seu âmago crescia devorando seu espírito dia-a-dia. E na biblioteca celeste seu interesse pelo conhecimento proibido das eternidades precedentes crescia, em especial sobre a figura dracônica. Ele não teve maiores problemas em obter tal conhecimento, pois era o responsável pela manutenção do acervo da biblioteca real. Justamente o anjo que devia manter os livros em secreto traía o designo divino. Isso foi apenas o começo.
Um prazer perverso enchia-lhe o coração. Ele se via maior que o Criador, o que lhe enchia o espírito de orgulho e prepotência. Então enfim a semente do dragão germinou em sua mente. Ele percebeu que o seu sim, não precisava ser sim e o não, não precisava ser não. E o engano o fez sentir livre como nunca antes. O primeiro fruto da semente do dragão foi à mentira. A mentira que falsamente liberta.
Munido de conhecimento oculto e proibido se aproximou de Samyaza, o querubim do trono. O único anjo que conhecia o nome completo de Deus, o Logos, palavra passe que concedia acesso ao cubo de Metatron para alteração da realidade. Era poderoso em guerra e belo em formosura, sendo considerado o sinete da perfeição. Fazia sua morada junto às pedras afogueadas. Seu poder militar e anjos seguidores rivalizava com os de Miguel. Samyaza, não deixava transparecer, mas em seu interior deixou crescer certa inveja por Miguel, pois julgava desnecessário dois generais celestes.
Gadreel possuído pelo dragão havia percebido a insatisfação do querubim do trono. Sucessivamente alimentava o sentimento ínvido de Samyaza. Tornaram-se amigos. Gadreel em momento propício convidou-o para a biblioteca celeste e lá comungaram de conhecimento proibido. O dragão em Gadreel era ávido em devorar o espírito e sabia que não poderia abastecer-se ainda mais de sua morada, pois acabaria por destruir seu aliado por completo perdendo-o na morte e na loucura. Incentivou-o com sussurros semi-conscientes a fazer o Pacto de Execrações, descritos nos livros do primevo Aion, relatado no terceiro capítulo, “A criação do Dragão”.
Tão logo as juras do ritual se concretizaram o dragão entrou em Samyaza, lhe despertando dúvidas sobre a bondade divina. Ele sabia que o que fizera era errado, mas sentia um gozo maligno ao ver o mundo com os olhos do dragão. Enganado acreditava que o mal também poderia ser um bom trilhar e que as trevas eram belas. Não conseguiu compreender que o mal só atrai-o para a morte, e ao final consumiria seu espírito. Cabe neste momento dizer-lhe amigo que Deus deseja que sejamos um com Ele, mas Ele respeita nossa essência. Já o dragão devora-nos de forma que não somos um, mas acaba por amalgamar de forma indelével sua essência em nosso imo suplantando-a pela a dele. Sobrando somente ele. Sua fome é insaciável. E seu apetite irrefreável. E suas vítimas acabam por sucumbir, sem perceber a mordida do vampiro das almas.
Então por que Deus criou o dragão? Veja que o dragão é mal, pois assim foi criado, ele foi homicida, promotor da morte desde o princípio, e com justiça será tratado no final.
Nós eleitos, desde a fundação do mundo, somos vitoriosos de eternidade em eternidade. Somos mais que vencedores. Porém o dragão e sua semente serão derrotados de criação em criação. Como o vilão que em sua desgraça merecida abrilhanta a vitória do herói. A derrota do dragão é motivo de festa daqueles que viveram pelo Verbo. Isso está em nossos corações, implantado em nosso inconsciente. É a história arquetípica escrita na primeva incepção. Na criação anterior o dragão foi vencido pela força... Nesta, porém, o nosso inimigo está em nós e não será vencido pela força ou poder, mas pelo Espírito de Deus. Se a luta será terrível, a vitória será imensa. A vitória, no entanto, revelará sim de modo esplendoroso que o santuário santíssimo tem lugar em nosso mais íntimo, em nosso EU SOU. Seremos e já somos coparticipantes da natureza de Deus. O Misterium Tremendum, o galardão final, daqueles que são fiéis ao Verbo, será revelado e conheceremos como também somos conhecidos. E Deus fará tudo novo de novo!
Deus não é o autor da morte, a perdição dos vivos não lhe dá alegria alguma. Ele criou tudo para a existência, e as criaturas do mundo devem cooperar para a salvação. No entanto, a presença do mal permite o agir do bem. O Cristo teve a oportunidade de demonstrar seu amor, que em graça se transformou vertendo seu precioso sangue. E derrotada foi à morte e seu aguilhão e veneno será por fim destruído. Em alegria seremos transformados e o que hoje são sombras e névoas no porvir serão cores vivas como as luzes da aurora no esplendor do amanhecer.
O Eterno trabalha com ciclos. Como disse o sábio “Há tempo de nascer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou.”. Observe as estações do ano, os meses, as semanas e até mesmo os dias. Eles se repetem, mas sempre de forma diferente. A novidade não está exatamente naquilo que se vê, mas em como se vê.
Há tempo de destruição, de renovo, de trabalho, de descanso e neste fluir as eternidades passam. Ainda que em momentos de dor, mais perto chegamos do criador. Feliz aquele que achar mérito no autor das almas e para quem Ele disser, “Servo bom e fiel entra no teu descanso”. Nem todos adentrarão no descanso, pois com juras Ele disse “Não entrarão no meu descanso, embora fossem completadas as obras desde a fundação do mundo. ” Pois em certo lugar disse assim acerca do dia sétimo: “E descansou Deus no dia sétimo de todas as suas obras”. Pois aquele que entrou no descanso Dele, esse também descansou das suas obras, assim como Deus das suas. Lute por sua salvação, amigo, para que te aches no Espírito Eterno no dia em que Ele vir nas nuvens revelar as obras de suas mãos. O tempo é breve e já estamos no início do sétimo dia. Um dia para Ele são mil anos. Nosso tempo não é o Dele! E o homem é senhor do sétimo dia e reinará no milênio com o Cordeiro. Reino de justiça e paz.
Samyaza então revela a Gadreel o segredo do nome divino. Gadreel agora poderia entrar na nova criação divina e semear o germe do dragão. Entretanto havia um obstáculo. Como chegar ao santíssimo lugar, diante da presença divina, sem ser fulminado pela glória da visão sublime. Eles precisavam de algum artifício que pudesse ofender o Espírito de tal forma que este momentaneamente se ausentasse do sumo santuário. Precisavam conversar diretamente com o dragão e para isso usaram a pedra carmesim roubada. Assim, profanou a pedra de sangue para trazer do abismo ancestral o dragão. Munidos de poder profano conseguiram realizar a maior de todas as desonras, “O abominável da desolação” no lugar onde jamais deveria ser feito. Eu poderia relatar como e de que maneira isso foi realizado, mas o simples fato de mencionar tal hediondez é um sério pecado, por isso amigo, não entrarei em detalhes.
O dragão usou Gadreel para ocupar a serpente e então seduzir a Eva a comer do fruto do conhecimento. O dragão pôde então inserir no gênero humano sua corrupta semente. É por isto que alguns homens são verdadeiros demônios, sem qualquer tipo de compaixão ou remorso por seus atos. São filhos do diabo, promotores da morte e do engano, homicidas frios e insensíveis. Nos últimos dias, quando a ceifa estiver às portas, a distinção entre luz e trevas entre joio e trigo será fácil e assim os anjos terão pouca dificuldade em separar os bodes das ovelhas.
Nessa época, os homens serão amantes de si mesmos, gananciosos, presunçosos, soberbos, blasfemos, desobedientes aos seus pais, ingratos, ímpios, sem afeto natural, irreconciliáveis, caluniadores, incontinentes, cruéis, sem amor para com os bons, traidores, obstinados, orgulhosos, mais amigos dos deleites do que amigos de Deus, tendo aparência de piedade, mas negando a eficácia dela. Serão o reflexo do dragão trilhando o caminho da escuridão em profundas trevas. Do céu será revelada a ira de Deus contra toda a impiedade e injustiça dos homens que detêm a verdade em injustiça. Como disse o Revelador “veio a tua ira, e o tempo de serem julgados os mortos, e o tempo de dares recompensa aos teus servos, os profetas, e aos santos, e aos que temem o teu nome, a pequenos e a grandes, e o tempo de destruíres os que destroem a terra.” Mas antes da primeira luz do dia raiar no horizonte, a noite tem que ficar mais escura!
Deus sabia qual caminho o homem iria trilhar, mas Deus nunca pune um pecado que você ainda não cometeu. Deus realmente queria que o homem fosse como Ele, não negando-lhe nem mesmo seus atributos criativos, a maior vontade de um pai e que o filho trilhe seu caminho. Mas Deus sabia que isso tinha um preço, um alto preço, pois Deus não seria tão irresponsável de dar a uma criança tamanho poder de uma vez, por que o poder corrompe e o poder absoluto corrompe totalmente! Foi então que Ele, Deus, revelou seu plano ETERNO de SALVAÇÃO, o CAMINHO, pelo qual os escolhidos chegariam a DEUS, de forma a não se corromper! Deus plantou no jardim do Éden duas arvores, a do "Conhecimento do Bem e do Mal" e a arvore "da Vida". Nas regiões celestiais, o Satã, a inimizade, a sombra, também entraria nesse plano. Gadreel entrou na serpente e fez o homem escolher um caminho que não era a vontade do VERBO. Ele roubou a identidade do homem e autoridade sobre o mundo criando inimizade entre Deus e homem e entre homens e homens! E ainda fez parecer, que ele foi o bem feitor da humanidade, revelando um segredo oculto, o qual, segundo o diabo, Deus não queria que o homem soubesse! Mas tudo isso já havia ocorrido, em Deus, nas eras ocultas da ETERNIDADE.
Então DEUS faz a promessa, a primeira profecia, sendo o profeta o próprio Deus, "Um dia, um descendente de Eva, esmagaria a cabeça da Serpente" e ela, a serpente, feriria este homem no calcanhar! O problema é que agora, o ser do homem, estava corrompido e não refletia o EU SOU, o espírito de Deus, que diferencia os homens dos animais, havia adormecido, e a sombra (que na Bíblia é conhecido como carne – A semente do dragão) tomou seu lugar. A alma do homem se inclinou e inclina para o mal, porque a essência do dragão se ligou a ela, como já havia dito. Então, Deus no tempo certo, envia seu TABERNÁCULO, de carne, o VERBO abre o CAMINHO, do alto a baixo, rasgando o véu, o escrito de dívida, que separava DEUS do homem, se misturando com o homem de forma tal que não poderia ser separado. Uma guerra foi é e será vencida... Neste CAMINHO agora o homem tem em seu corpo duas essências conflitantes e que militam entre si, o ESPÍRITO e a CARNE. Por isso que Jesus, O VERBO TABERNACULADO, desce as profundezas trevosas do inferno e toma a chave da MORTE do diabo.
Tornando Ele, o cabeça dos principados e potestades (leia Colossenses 2 - atente para o versículo 10). Agora pelo sangue do cordeiro, o diabo (Gadreel), o dragão e satã (Samyaza) podem ser vencidos, porque Jesus é também senhor do INFERNO, como desde a eternidade foi, mas que a agora em plenitude se consumou! Por fim, Jesus ressuscita e então tem se inicio o tempo da graça. Neste tempo, todos que se alimentarem da Árvore da Vida, a Videira Verdadeira (leia João 15) e exercerem a autoridade de Cristo, sobre o mal, conservando seu Espírito Santo, serão arrebatados ou morrerão em Cristo, não experimentando jamais o dolo da segunda morte. E com o cordeiro reinarão pelos séculos dos séculos.
CAPÍTULO 2 - KAIRÓS
Quero contar aqui algo que ocorreu em um tempo fora do tempo. Quero falar da primeva incepção. É uma tarefa hercúlea, mas tentarei ... É certo que o Espírito Eterno, sempre ajudando e inspirando, está aqui... Que seria eu sem o Pneuma, meu amigo? Que preenche e transborda o coração daqueles que vivem pelo Cordeiro. Espero que Ele, enquanto você lê esses escritos, que encha até transbordar as palavras e a linguagem seja muito mais viva que apenas letras mortas num papel.
Antes do tempo existir existia o Verbo, como disse João, “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por intermédio dele, e sem ele nada do que foi feito se fez. Nele estava a vida, e a vida era a luz dos homens. A luz resplandece nas trevas, e as trevas não prevaleceram contra ela.”
Todavia amigo pode ter passado em sua mente... O que havia antes do princípio, não é mesmo? Bom, tenho duas respostas para você, a mais simples é: Só Deus sabe... É... Não te satisfez... Nem a mim... Queremos saber, né? Aqui vem a segunda resposta. Nem tudo é possível saber, pois não há uma resposta que cabe na lógica atual desta criação.
Deixa te explicar melhor, se algo é o princípio de tudo, não pode haver antes... Estamos acostumados a viver em Chronos, o tempo depois do tempo, mas aqui, como disse outrora, estamos em Kairós, um não-lugar fora do tempo e do espaço. Isso por que o tempo como conhecemos também é uma Criação do Eterno.
Há perguntas que nunca saberemos a resposta. E há perguntas que não tem resposta. E estas só Deus sabe, por que Ele sabe de tudo. Em alguns casos Ele revela seus mistérios, como aconteceu com Enoch, o sétimo depois de Adão, mas isso lhe custou um alto preço. Não por que Deus é como o poderoso chefão, a Cosa Nostra, que lhe mata por que você sabe demais. Isso acontece por que há mistérios que se revelados podem modificar de tal forma a psique e o corpo que simplesmente a existência é desfeita.
Como está escrito em Gênesis que Enoch andou tanto com Deus que já não o era mais, e Deus o tomou. Esse tomar de acordo com o Codex Aleppo é אתו. Esta palavra tem sido alvo de estudos judaicos conhecidos como midrashim. Midrashim, nada mais é que estudos rabínicos mais aprofundados, tentando preservar a exegese original, que as vezes pode ter se perdido com o tempo. E podemos dizer que extraindo sua definição do Codex Aleppo ou ainda dos “Manuscritos do Mar Morto” possui uma acepção que mistura os sentidos das palavras fundir, desfazer, coexistir e coparticipar em uma única palavra.
E há Verdades em Deus e Ocultos que são tão perigosos, ou melhor, temerosos, que se revelados fora do momento escolhido enrolariam o universo como um pergaminho na mão de um escritor. E nisso não há menor graça... Nem para Deus... Nem para nós... É como saber o final do filme, antes de assisti-lo. Embora aqui não saiba nem revele estes mistérios, cuidado... Você não será mais o mesmo após ler esse livro... Eu te garanto... Quando o recebi percebi isso! É... o autor escreve, mas também o recebe, nem que seja pelo ar (Pneuma)! Não é mesmo Teófilo... Não é, meu amigo?
Voltaremos a falar depois sobre Enoch, personagem muito importante, que o livro de Judas (não o Iscariotes) cita, inclusive com alusões ao terceiro Livro de Enoch, que segundo muitos pais da Igreja, como Orígenes, deveriam estar no Cannon Bíblico, mas não estão por que os Judeus Ortodoxos, pais da Torah, o baniram pois continha profecias que os deixavam incomodados com sua exatidão sobre a vida do único e verdadeiro Cristo, Yeshua, o unigênito Filho de Deus.
O judaísmo rejeita a crença de que Jesus seja o Messias aguardado, argumentando que não corresponde às profecias messiânicas do Tanach, justamente por que mutilaram a Torah retirando o referido livro.
Quero deixar claro que não sou anti-semita muito pelo contrário. Oro pelo povo judeu, pelas suas aflições, mas sei que muito do que acontece no mundo (coisas boas e ruins) tem algum dedinho judaico. Em algum lugar está escrito que este povo será como pedra no sapato das nações. E em outro sítio diz que todas as famílias serão abençoadas pelos filhos de Abraão. Mas é certo que de fato comandam toda mídia ou pelo menos boa parte da mundial, mas com certeza da ocidental. Principalmente Hollywood. Preste atenção e verás que falo a verdade!
Quero também dizer que nada escapa a vontade de Deus. E este o permitiu, pois vivemos no tempo da graça, mas quando chegar o tempo dos Judeus estes acordarão para a besteira que fizeram, quão vergonhoso será reconhecer que eles, enganados e iludidos, favoreceram o “Abominável da Desolação”, por sua grande teimosia em não aceitar o Verbo Tabernaculado, Jesus de Nazaré. Sempre há um propósito oculto nas ações do Eterno. Principalmente na progressão do desvelo da verdade sobre o que e como se dará o desfecho de tudo. E o livro de Enoch terá importância ímpar neste processo.
Continuando... Posso dizer, ainda que grosseiramente, que Kairós é um lugar na mente de Deus, mais ou menos, como a imaginação humana, porém com realismo e detalhe maior que nosso mundo. Kairos é Deus descobrindo Deus e brincando de esconde-esconde com seu Filho e envolvendo e sendo envolvido pelo Espírito Santo. É como uma família, em seus momentos mais íntimos.
Bom... Para facilitar diremos que a primeira criação de Deus foi Deus. É como acontece no sistema de Boot de um PC. Deus cria Deus, ou melhor gera Deus. Deus na pessoa do Pai, cria o Filho, o Verbo. A BIOS de seu PC, ainda é seu computador, porém ela é o que dá o arranque em todo sistema computacional.
Por um prisma a vida pode ser vista como relacionamento. E não há relacionamento na Unidade Absoluta. Isso por que, relacionamento se expressa por pelo menos duas entidades. Deus só se relaciona com Deus em sua trindade. Entretanto, em Kairós, inicialmente só existia Deus UNO.
No princípio, havia o SER, o Verbo... Simples, compacto, total, denso e pontual. O “SER” neste ponto está impessoal e no infinitivo. Como o espectro da luz branca que carrega em unidade todas as cores. Não há o Eu, ou qualquer outro pronome, muito menos tempo verbal e ação. Apenas a existência. Embora não lhe faltasse cor alguma, faz parte da beleza de Deus compartilhar o que Ele tem...
É aqui que usar a linguagem, com suas limitações, torna tudo mais complicado. Se necessário releia esta parte. Vamos a ela...
Não havia nada, muito pelo contrário, do nada, nada se tira. O nada nunca se aplica ao ser, por isto não é! O nada como figura de linguagem pode ai sim ser alguma coisa, mas isso agora não vem ao caso. Nunca chegarei a um somando apenas zeros. Para o zero, o um é infinitamente grande, pois nem mesmo com infinitos zeros, chegamos a um. Mas com uns e zeros eu percorro o infinito. O sistema de numeração mais básico é composto de apenas dois números ou estados. Zero e Um. Ligado e Desligado. Vivo e Morto. Com estes dois dígitos posso expressar infinitos números... Ou estados... Mas o zero, ainda que seja o menor número expressando quantidade não é nada. Afinal o “é” pode lhe ser aplicado, pois este É um número.
Então o SER se esvaziou até morrer. A primeira morte é o vazio... Embora essa morte não seja a morte verdadeira... Algo como mergulhar num rio e voltar a superfície... Um batismo! Como um pai brinca com o filho com uma coberta fingindo e terminando com um put e se revelando.
As vezes esvaziar é triste e angustiante. As vezes trás alívio e gozo... Uma Catarse. Como os franceses chamam “La petit mort”. A pequena morte. Até Deus, apesar da dor de se esvaziar, sabia que o melhor é serem dois do que um! Morreu pois sabia que vale a pena morrer para que outros possam viver... Afinal... E a morte de Deus gerou o Filho. E assim dois estados ou entidades e um relacionamento em Espírito Santo.
Inicialmente esse relacionamento se processa como uma adição, uma soma, se preferir use a palavra do Codex Aleppo ???? para definir este relacionamento.
E o Filho falou... EU SOU! E um sorriso no rosto de Deus apareceu em alegria com as primeiras palavras do Filho... Ou seriam Suas? O que importa é que ele o Amou! Sim o primeiro sentimento de um relacionamento. O Espírito que une o Ser em Santidade! Agora Deus estava completo... Pai, Filho e Espírito Santo em Deus... Em Amor!
É amigo, na trindade as vezes não separamos quem é quem. Deus sabe bem expressar a palavrinha difícil, que significa fundir, desfazer, coexistir e co-participar, aquela do Codex, que da uma confusão doida na mente... Só posso dizer que a loucura de Deus é mais sábia que a sabedoria humana... Não é mesmo?
Quem nunca saboreou a cereja em cima do bolo fazendo um filho, não sabe o que é viver! A escritura afirma que o maior prazer aqui da terra é o menor dos que existem no céu! E deve ser mesmo, pois aqui cercados de pecados e de morte a expressão do amor, ainda que apenas erótico, é deveras agradável... Imagina como devem ser os relacionamentos no céu onde há pureza cristalina. Afinal o que temos aqui são apenas sombras, opacas como um espelho embaçado comparadas com o que há de vir!
Acho que estou ficando louco... Concorda?
Então continuando com essa sábia loucura... Deus, na Pessoa do Pai e Deus na Pessoa do Filho continuam um se entregando ao outro, enchendo e esvaziando, como um pulmão, renovando e purificando seu relacionamento, o Espírito de Sua Santidade que traz graça e sabor a vida, o Pneuma. Esse Amor, esse Espírito é o alimento da alma, da mente, de Deus, em Kairos, e também do nosso mais indissociável imo, o nosso EU SOU, o Arché citado no primeiro capítulo deste livro.
Quero deixar claro uma coisa. Deus é amor, mas o Amor, não é Deus. O amor, é o alimento, a fonte, o maná celestial que dá substância a matéria, mesmo que esse não a seja a matéria em si. Como disse Paulo em sua carta a Hebreus, “... entendemos que os mundos foram criados pela palavra de Deus; de modo que o visível foi feito do invisível.” Em outras palavras, o que é físico, em sua essência, é feito daquilo que não está em Physis.
Seu fosse um cientista, e na verdade o sou, diria que a matéria não possui materialidade em si, mas o espaço, o oceano de Higgs é que lhe dá materialidade, como sua massa e densidade. O átomo é um imenso espaço vazio, com pequeníssimas partículas, uma laranja no centro de um gigantesco campo de futebol. O universo, no frigir dos ovos, é mais de 99,9999% de espaço vazio. Afinal, no principio, o grão de mostarda, átomo primordial, cabia na cabeça de um alfinete, mas pesava mais que bilhões de sois.
Falando em BIOS, que anteriormente referida como o Sistema Básico de Entrada e Saída, quero também falar de Bios, como vida biológica. Qual a principal coisa que deve existir para que haja vida? Para responder isso vamos definir vida.
Vida, conforme aprendemos na escola, de um modo geral, precisa exibir todos os seguintes fenômenos pelo menos uma vez durante a sua existência: Desenvolvimento: passagem por várias etapas distintas e seqüenciais, que vão da concepção à morte. Crescimento: absorção e reorganização cumulativa de matéria oriunda do meio; com excreção dos excessos e dos produtos "indesejados". Movimento: em meio interno (dinâmica celular), acompanhada ou não de locomoção no ambiente. Reprodução: capacidade de gerar entidades semelhantes a si própria. Resposta a estímulos: capacidade de "sentir" e avaliar as propriedades do ambiente e de agir seletivamente em resposta às possíveis mudanças em tais condições. Evolução: capacidade das sucessivas gerações transformarem-se gradualmente e de adaptarem-se ao meio.
***
Fim da mostra de meu primeiro livro... Podes reproduzir estes capítulos onde quiseres, mas lembre-se de citar o autor - Rodrigo Lima – http://seguidoresdocaminhoeterno.blogspot.com.b)
***
Curioso para saber o final... Você já sabe... Mas ainda não lembra!!! Aguarde... Em breve numa livraria perto de você e na internet para baixar gratuitamente em MOBI, PDF e Epub... Espere, vai valer a pena... Enquanto isso, espalhe a mensagem!
submitted by rodrigoablima to EscritoresBrasil [link] [comments]


2017.12.21 23:16 Thotila Calor? Demasiada politica? Venite al thread del tarot y conoce tu suerte. Invitacion especial adentro.

Estimados conreditudereanos y conreditudereanas, formalmente esta invitados este sabado 23 a la exposicion (se expone para vender, lleven plata) de cuadros, artes y otras cosas de nuestro u/BarcoAvenus.
La cita es en Caballiten. Mas info en el flyer de abajo.
https://i.imgur.com/ZFuCyst.jpg
Donde posiblemente yo estare haciendo lecturas de tarot en vivo...
Ahora si, vamos a lo nuestro.
Queres conocer por que rincones obscuros recorre tu vida presente?
Necesitas saber que lecciones quieren enseñarte tus sueños?
Tenes algo para preguntarle al destino?
Pues esta es tu oportunidad! Consulta con el oloraculo y conoce que te esta deparando la vida!
*Disclaimer: solo puedo hacer lecturas cartomaticas a la primer persona que responda en mis comentarios. Las preguntas pueden ser por PM pero la lectura sera publica.
Los elegidos por favor quedarse cerca de la pantalla porque puedo preguntarles cosas, y si no responden puedo seguir con otro
Pueden preguntar fuera de reglas, y puede que conteste, no se que onda, vamos a probar.
submitted by Thotila to argentina [link] [comments]


2017.08.22 23:03 akafyahbwoy [consulta] Opinión acerca de los gestores de documentos.

Buenas, paso por aquí para preguntar si por casualidad algunos de ustedes conoce al siguiente gestor de documentos AKA VIVO CRIOLLO.
Su perfil de Instagram
Sabiendo que las posibilidades son muy bajas. Aprovecho para pedir si pueden echar un vistazo al perfil al perfil para que me den su opinión acerca si se ve legit o scam.
Gracias de ante manos. Es para la cita de apostillar los antecedentes. Para quien se lo pregunte, estoy fuera del país.
submitted by akafyahbwoy to vzla [link] [comments]


2017.08.11 21:54 feedreddit Esfera de influência: como os libertários americanos estão reinventando a política latino-americana

Esfera de influência: como os libertários americanos estão reinventando a política latino-americana
by Lee Fang via The Intercept
URL: http://ift.tt/2uO9Icf
Para Alejandro Chafuen, a reunião desta primavera no Brick Hotel, em Buenos Aires, foi tanto uma volta para casa quanto uma volta olímpica. Chafuen, um esguio argentino-americano, passou a vida adulta se dedicando a combater os movimentos sociais e governos de esquerda das Américas do Sul e Central, substituindo-os por uma versão pró-empresariado do libertarianismo.
Ele lutou sozinho durante décadas, mas isso está mudando. Chafuen estava rodeado de amigos no Latin America Liberty Forum 2017. Essa reunião internacional de ativistas libertários foi patrocinada pela Atlas Economic Research Foundation, uma organização sem fins lucrativos conhecida como Atlas Network (Rede Atlas), que Chafuen dirige desde 1991. No Brick Hotel, ele festejou as vitórias recentes; seus anos de trabalho estavam começando a render frutos – graças às circunstâncias políticas e econômicas e à rede de ativistas que Chafuen se esforçou tanto para criar.
Nos últimos 10 anos, os governos de esquerda usaram “dinheiro para comprar votos, para redistribuir”, diz Chaufen, confortavelmente sentado no saguão do hotel. Mas a recente queda do preço das commodities, aliada a escândalos de corrupção, proporcionou uma oportunidade de ação para os grupos da Atlas Network. “Surgiu uma abertura – uma crise – e uma demanda por mudanças, e nós tínhamos pessoas treinadas para pressionar por certas políticas”, observa Chafuen, parafraseando o falecido Milton Friedman. “No nosso caso, preferimos soluções privadas aos problemas públicos”, acrescenta.
Chafuen cita diversos líderes ligados à Atlas que conseguiram ganhar notoriedade: ministros do governo conservador argentino, senadores bolivianos e líderes do Movimento Brasil Livre (MBL), que ajudaram a derrubar a presidente Dilma Rousseff – um exemplo vivo dos frutos do trabalho da rede Atlas, que Chafuen testemunhou em primeira mão.
“Estive nas manifestações no Brasil e pensei: ‘Nossa, aquele cara tinha uns 17 anos quando o conheci, e agora está ali no trio elétrico liderando o protesto. Incrível!’”, diz, empolgado. É a mesma animação de membros da Atlas quando o encontram em Buenos Aires; a tietagem é constante no saguão do hotel. Para muitos deles, Chafuen é uma mistura de mentor, patrocinador fiscal e verdadeiro símbolo da luta por um novo paradigma político em seus países.
O presidente deposto de Honduras, Manuel Zelaya, à esquerda, dentro de um carro em direção ao aeroporto, onde pegaria um voo para a Nicarágua nos arredores de San José. Domingo, 28 de junho de 2009.
Foto: Kent Gilbert/AP
Uma guinada à direita está em marcha na política latino-americana, destronando os governos socialistas que foram a marca do continente durante boa parte do século XXI – de Cristina Kirchner, na Argentina, ao defensor da reforma agrária e populista Manuel Zelaya, em Honduras –, que implementaram políticas a favor dos pobres, nacionalizaram empresas e desafiaram a hegemonia dos EUA no continente. Essa alteração pode parecer apenas parte de um reequilíbrio regional causado pela conjuntura econômica, porém a Atlas Network parece estar sempre presente, tentando influenciar o curso das mudanças políticas.
A história da Atlas Network e seu profundo impacto na ideologia e no poder político nunca foi contada na íntegra. Mas os registros de suas atividades em três continentes, bem como as entrevistas com líderes libertários na América Latina, revelam o alcance de sua influência. A rede libertária, que conseguiu alterar o poder político em diversos países, também é uma extensão tácita da política externa dos EUA – os _think tanks_associados à Atlas são discretamente financiados pelo Departamento de Estado e o National Endowment for Democracy (Fundação Nacional para a Democracia – NED), braço crucial do _soft power_norte-americano.
Embora análises recentes tenham revelado o papel de poderosos bilionários conservadores – como os irmãos Koch – no desenvolvimento de uma versão pró-empresariado do libertarianismo, a Atlas Network – que também é financiada pelas fundações Koch – tem usado métodos criados no mundo desenvolvido, reproduzindo-os em países em desenvolvimento. A rede é extensa, contando atualmente com parcerias com 450 _think tanks_em todo o mundo. A Atlas afirma ter gasto mais de US$ 5 milhões com seus parceiros apenas em 2016.
Ao longo dos anos, a Atlas e suas fundações caritativas associadas realizaram centenas de doações para _think tanks_conservadores e defensores do livre mercado na América Latina, inclusive a rede que apoiou o Movimento Brasil Livre (MBL) e organizações que participaram da ofensiva libertária na Argentina, como a Fundação Pensar, um _think tank_da Atlas que se incorporou ao partido criado por Mauricio Macri, um homem de negócios e atual presidente do país. Os líderes do MBL e o fundador da Fundação Eléutera – um _think tank_neoliberal extremamente influente no cenário pós-golpe hondurenho – receberam financiamento da Atlas e fazem parte da nova geração de atores políticos que já passaram pelos seus seminários de treinamento.
A Atlas Network conta com dezenas de _think tanks_na América Latina, inclusive grupos extremamente ativos no apoio às forças de oposição na Venezuela e ao candidato de centro-direita às eleições presidenciais chilenas, Sebastián Piñera.
Protesto a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff diante do Congresso Nacional, em Brasília, no dia 2 de dezembro de 2015.
Photo: Eraldo Peres/AP
Em nenhum outro lugar a estratégia da Atlas foi tão bem sintetizada quanto na recém-formada rede brasileira de _think tanks_de defesa do livre mercado. Os novos institutos trabalham juntos para fomentar o descontentamento com as políticas socialistas; alguns criam centros acadêmicos enquanto outros treinam ativistas e travam uma guerra constante contra as ideias de esquerda na mídia brasileira.
O esforço para direcionar a raiva da população contra a esquerda rendeu frutos para a direita brasileira no ano passado. Os jovens ativistas do MBL – muitos deles treinados em organização política nos EUA – lideraram um movimento de massa para canalizar a o descontentamento popular com um grande escândalo de corrupção para desestabilizar Dilma Rousseff, uma presidente de centro-esquerda. O escândalo, investigado por uma operação batizada de Lava-Jato, continua tendo desdobramentos, envolvendo líderes de todos os grandes partidos políticos brasileiros, inclusive à direita e centro-direita. Mas o MBL soube usar muito bem as redes sociais para direcionar a maior parte da revolta contra Dilma, exigindo o seu afastamento e o fim das políticas de bem-estar social implementadas pelo Partido dos Trabalhadores (PT).
A revolta – que foi comparada ao movimento Tea Party devido ao apoio tácito dos conglomerados industriais locais e a uma nova rede de atores midiáticos de extrema-direita e tendências conspiratórias – conseguiu interromper 13 anos de dominação do PT ao afastar Dilma do cargo por meio de um impeachment em 2016.
O cenário político do qual surgiu o MBL é uma novidade no Brasil. Havia no máximo três _think tanks_libertários em atividade no país dez anos atrás, segundo Hélio Beltrão, um ex-executivo de um fundo de investimentos de alto risco que agora dirige o Instituto Mises, uma organização sem fins lucrativos que recebeu o nome do filósofo libertário Ludwig von Mises. Ele diz que, com o apoio da Atlas, agora existem cerca de 30 institutos agindo e colaborando entre si no Brasil, como o Estudantes pela Liberdade e o MBL.
“É como um time de futebol; a defesa é a academia, e os políticos são os atacantes. E já marcamos alguns gols”, diz Beltrão, referindo-se ao impeachment de Dilma. O meio de campo seria “o pessoal da cultura”, aqueles que formam a opinião pública.
Beltrão explica que a rede de _think tanks_está pressionando pela privatização dos Correios, que ele descreve como “uma fruta pronta para ser colhida” e que pode conduzir a uma onda de reformas mais abrangentes em favor do livre mercado. Muitos partidos conservadores brasileiros acolheram os ativistas libertários quando estes demonstraram que eram capazes de mobilizar centenas de milhares de pessoas nos protestos contra Dilma, mas ainda não adotaram as teorias da “economia do lado da oferta”.
Fernando Schüler, acadêmico e colunista associado ao Instituto Millenium – outro _think tank_da Atlas no Brasil – tem uma outra abordagem. “O Brasil tem 17 mil sindicatos pagos com dinheiro público. Um dia de salário por ano vai para os sindicatos, que são completamente controlados pela esquerda”, diz. A única maneira de reverter a tendência socialista seria superá-la no jogo de manobras políticas. “Com a tecnologia, as pessoas poderiam participar diretamente, organizando – no WhatsApp, Facebook e YouTube – uma espécie de manifestação pública de baixo custo”, acrescenta, descrevendo a forma de mobilização de protestos dos libertários contra políticos de esquerda. Os organizadores das manifestações anti-Dilma produziram uma torrente diária de vídeos no YouTube para ridicularizar o governo do PT e criaram um placar interativo para incentivar os cidadãos a pressionarem seus deputados por votos de apoio ao impeachment.
Schüler notou que, embora o MBL e seu próprio _think tank_fossem apoiados por associações industriais locais, o sucesso do movimento se devia parcialmente à sua não identificação com partidos políticos tradicionais, em sua maioria vistos com maus olhos pela população. Ele argumenta que a única forma de reformar radicalmente a sociedade e reverter o apoio popular ao Estado de bem-estar social é travar uma guerra cultural permanente para confrontar os intelectuais e a mídia de esquerda.
Fernando Schüler.Foto:captura de tela do YouTubeUm dos fundadores do Instituto Millenium, o blogueiro Rodrigo Constantino, polariza a política brasileira com uma retórica ultrassectária. Constantino, que já foi chamado de “o Breitbart brasileiro” devido a suas teorias conspiratórias e seus comentários de teor radicalmente direitistas, é presidente do conselho deliberativo de outro _think tank_da Atlas – o Instituto Liberal. Ele enxerga uma tentativa velada de minar a democracia em cada movimento da esquerda brasileira, do uso da cor vermelha na logomarca da Copa do Mundo ao Bolsa Família, um programa de transferência de renda. Constantino é considerado o responsável pela popularização de uma narrativa segundo a qual os defensores do PT seriam uma “esquerda caviar”, ricos hipócritas que abraçam o socialismo para se sentirem moralmente superiores, mas que na realidade desprezam as classes trabalhadoras que afirmam representar. A “breitbartização” do discurso é apenas uma das muitas formas sutis pelas quais a Atlas Network tem influenciado o debate político.
“Temos um Estado muito paternalista. É incrível. Há muito controle estatal, e mudar isso é um desafio de longo prazo”, diz Schüler, acresentando que, apesar das vitórias recentes, os libertários ainda têm um longo caminho pela frente no Brasil. Ele gostaria de copiar o modelo de Margaret Thatcher, que se apoiava em uma rede de _think tanks_libertários para implementar reformas impopulares. “O sistema previdenciário é absurdo, e eu privatizaria toda a educação”, diz Schüler, pondo-se a recitar toda a litania de mudanças que faria na sociedade, do corte do financiamento a sindicatos ao fim do voto obrigatório.
Mas a única maneira de tornar tudo isso possível, segundo ele, seria a formação de uma rede politicamente engajada de organizações sem fins lucrativos para defender os objetivos libertários. Para Schüler, o modelo atual – uma constelação de _think tanks_em Washington sustentada por vultosas doações – seria o único caminho para o Brasil.
E é exatamente isso que a Atlas tem se esforçado para fazer. Ela oferece subvenções a novos _think tanks_e cursos sobre gestão política e relações públicas, patrocina eventos de _networking_no mundo todo e, nos últimos anos, tem estimulado libertários a tentar influenciar a opinião pública por meio das redes sociais e vídeos online.
Uma competição anual incentiva os membros da Atlas a produzir vídeos que viralizem no YouTube promovendo o _laissez-faire_e ridicularizando os defensores do Estado de bem-estar social. James O’Keefe, provocador famoso por alfinetar o Partido Democrata americano com vídeos gravados em segredo, foi convidado pela Atlas para ensinar seus métodos. No estado americano do Wisconsin, um grupo de produtores que publicava vídeos na internet para denegrir protestos de professores contra o ataque do governador Scott Walker aos sindicatos do setor público também compartilharam sua experiência nos cursos da Atlas.
Manifestantes queimam um boneco do presidente Hugo Chávez na Plaza Altamira, em protesto contra o governo.
Foto: Lonely Planet Images/Getty Images
Em uma de suas últimas realizações, a Atlas influenciou uma das crises políticas e humanitárias mais graves da América Latina: a venezuelana. Documentos obtidos graças ao “Freedom of Information Act” (Lei da Livre Informação, em tradução livre) por simpatizantes do governo venezuelano – bem como certos telegramas do Departamento de Estado dos EUA vazados por Chelsea Manning – revelam uma complexo tentativa do governo americano de usar os _think tanks_da Atlas em uma campanha para desestabilizar o governo de Hugo Chávez. Em 1998, a CEDICE Libertad – principal organização afiliada à Atlas em Caracas, capital da Venezuela – já recebia apoio financeiro do Center for International Private Enterprise (Centro para a Empresa Privada Internacional – CIPE). Em uma carta de financiamento do NED, os recursos são descritos como uma ajuda para “a mudança de governo”. O diretor da CEDICE foi um dos signatários do controverso “Decreto Carmona” em apoio ao malsucedido golpe militar contra Chávez em 2002.
Um telegrama de 2006 descrevia a estratégia do embaixador americano, William Brownfield, de financiar organizações politicamente engajadas na Venezuela: “1) Fortalecer instituições democráticas; 2) penetrar na base política de Chávez; 3) dividir o chavismo; 4) proteger negócios vitais para os EUA, e 5) isolar Chávez internacionalmente.”
Na atual crise venezuelana, a CEDICE tem promovido a recente avalanche de protestos contra o presidente Nicolás Maduro, o acossado sucessor de Chávez. A CEDICE está intimamente ligada à figura da oposicionista María Corina Machado, uma das líderes das manifestações em massa contra o governo dos últimos meses. Machado já agradeceu publicamente à Atlas pelo seu trabalho. Em um vídeo enviado ao grupo em 2014, ela diz: “Obrigada à Atlas Network e a todos os que lutam pela liberdade.”
Em 2014, a líder opositora María Corina Machado agradeceu à Atlas pelo seu trabalho: “Obrigada à Atlas Network e a todos os que lutam pela liberdade.”No Latin America Liberty Forum, organizado pela Atlas Network em Buenos Aires, jovens líderes compartilham ideias sobre como derrotar o socialismo em todos os lugares, dos debates em _campi_universitários a mobilizações nacionais a favor de um impeachment.
Em uma das atividades do fórum, “empreendedores” políticos de Peru, República Dominicana e Honduras competem em um formato parecido com o programa Shark Tank, um _reality show_americano em que novas empresas tentam conquistar ricos e impiedosos investidores. Mas, em vez de buscar financiamento junto a um painel de capitalistas de risco, esses diretores de _think tanks_tentam vender suas ideias de marketing político para conquistar um prêmio de US$ 5 mil. Em outro encontro, debatem-se estratégias para atrair o apoio do setor industrial às reformas econômicas. Em outra sala, ativistas políticos discutem possíveis argumentos que os “amantes da liberdade” podem usar para combater o crescimento do populismo e “canalizar o sentimento de injustiça de muitos” para atingir os objetivos do livre mercado.
Um jovem líder da Cadal, um _think tank_de Buenos Aires, deu a ideia de classificar as províncias argentinas de acordo com o que chamou de “índice de liberdade econômica” – levando em conta a carga tributária e regulatória como critérios principais –, o que segundo ela geraria um estímulo para a pressão popular por reformas de livre mercado. Tal ideia é claramente baseada em estratégias similares aplicadas nos EUA, como o Índice de Liberdade Econômica da Heritage Foundation, que classifica os países de acordo com critérios como política tributária e barreiras regulatórias aos negócios.
Os _think tanks_são tradicionalmente vistos como institutos independentes que tentam desenvolver soluções não convencionais. Mas o modelo da Atlas se preocupa menos com a formulação de novas soluções e mais com o estabelecimento de organizações políticas disfarçadas de instituições acadêmicas, em um esforço para conquistar a adesão do público.
As ideias de livre mercado – redução de impostos sobre os mais ricos; enxugamento do setor público e privatizações; liberalização das regras de comércio e restrições aos sindicatos – sempre tiveram um problema de popularidade. Os defensores dessa corrente de pensamento perceberam que o eleitorado costuma ver essas ideias como uma maneira de favorecer as camadas mais ricas. E reposicionar o libertarianismo econômico como uma ideologia de interesse público exige complexas estratégias de persuasão em massa.
Mas o modelo da Atlas, que está se espalhando rapidamente pela América Latina, baseia-se em um método aperfeiçoado durante décadas de embates nos EUA e no Reino Unido, onde os libertários se esforçaram para conter o avanço do Estado de bem-estar social do pós-guerra.
Mapa das organizações da rede Atlas na América do Sul.
Fonte: The Intercept
Antony Fisher, empreendedor britânico e fundador da Atlas Network, é um pioneiro na venda do libertarianismo econômico à opinião pública. A estratégia era simples: nas palavras de um colega de Fisher, a missão era “encher o mundo de _think tanks_que defendam o livre mercado”.
A base das ideias de Fisher vêm de Friedrich Hayek, um dos pais da defesa do Estado mínimo. Em 1946, depois de ler um resumo do livro seminal de Hayek, O Caminho da Servidão, Fisher quis se encontrar com o economista austríaco em Londres. Segundo seu colega John Blundell, Fisher sugeriu que Hayek entrasse para a política. Mas Hayek se recusou, dizendo que uma abordagem de baixo para cima tinha mais chances de alterar a opinião pública e reformar a sociedade.
Enquanto isso, nos Estados Unidos, outro ideólogo do livre mercado, Leonard Read, chegava a conclusões parecidas depois de ter dirigido a Câmara de Comércio de Los Angeles, onde batera de frente com o sindicalismo. Para deter o crescimento do Estado de bem-estar social, seria necessária uma ação mais elaborada no sentido de influenciar o debate público sobre os destinos da sociedade, mas sem revelar a ligação de tal estratégia com os interesses do capital.
Fisher animou-se com uma visita à organização recém-fundada por Read, a Foundation for Economic Education (Fundação para a Educação Econômica – FEE), em Nova York, criada para patrocinar e promover as ideias liberais. Nesse encontro, o economista libertário F.A. Harper, que trabalhava na FEE à epoca, orientou Fisher sobre como abrir a sua própria organização sem fins lucrativos no Reino Unido.
Durante a viagem, Fisher e Harper foram à Cornell University para conhecer a última novidade da indústria animal: 15 mil galinhas armazenadas em uma única estrutura. Fisher decidiu levar o invento para o Reino Unido. Sua fábrica, a Buxted Chickens, logo prosperou e trouxe grande fortuna para Fisher. Uma parte dos lucros foi direcionada à realização de outro objetivo surgido durante a viagem a Nova York – em 1955, Fisher funda o Institute of Economic Affairs (Instituto de Assuntos Econômicos – IEA).
O IEA ajudou a popularizar os até então obscuros economistas ligados às ideias de Hayek. O instituto era um baluarte de oposição ao crescente Estado de bem-estar social britânico, colocando jornalistas em contato com acadêmicos defensores do livre mercado e disseminando críticas constantes sob a forma de artigos de opinião, entrevistas de rádio e conferências.
A maior parte do financiamento do IEA vinha de empresas privadas, como os gigantes do setor bancário e industrial Barclays e British Petroleum, que contribuíam anualmente. No livro Making Thatcher’s Britain(A Construção da Grã-Bretanha de Thatcher, em tradução livre), dos historiadores Ben Jackson e Robert Saunders, um magnata dos transportes afirma que, assim como as universidades forneciam munição para os sindicatos, o IEA era uma importante fonte de poder de fogo para os empresários.
Quando a desaceleração econômica e o aumento da inflação dos anos 1970 abalou os fundamentos da sociedade britânica, políticos conservadores começaram a se aproximar do IEA como fonte de uma visão alternativa. O instituto aproveitou a oportunidade e passou a oferecer plataformas para que os políticos pudessem levar os conceitos do livre mercado para a opinião pública. A Atlas Network afirma orgulhosamente que o IEA “estabeleceu as bases intelectuais do que viria a ser a revolução de Thatcher nos anos 1980”. A equipe do instituto escrevia discursos para Margaret Thatcher; fornecia material de campanha na forma de artigos sobre temas como sindicalismo e controle de preços; e rebatia as críticas à Dama de Ferro na mídia inglesa. Em uma carta a Fisher depois de vencer as eleições de 1979, Thatcher afirmou que o IEA havia criado, na opinião pública, “o ambiente propício para a nossa vitória”.
“Não há dúvidas de que tivemos um grande avanço na Grã-Bretanha. O IEA, fundado por Antony Fisher, fez toda a diferença”, disse Milton Friedman uma vez. “Ele possibilitou o governo de Margaret Thatcher – não a sua eleição como primeira-ministra, e sim as políticas postas em prática por ela. Da mesma forma, o desenvolvimento desse tipo de pensamento nos EUA possibilitou o a implementação das políticas de Ronald Reagan”, afirmou.
O IEA fechava um ciclo. Hayek havia criado um seleto grupo de economistas defensores do livre mercado chamado Sociedade Mont Pèlerin. Um de seus membros, Ed Feulner, ajudou o fundar o _think tank_conservador Heritage Foundation, em Washington, inspirando-se no trabalho de Fisher. Outro membro da Sociedade, Ed Crane, fundou o Cato Institute, o mais influente _think tank_libertário dos Estados Unidos.
_O filósofo e economista anglo-austríaco Friedrich Hayek com um grupo de alunos na London School of Economics, em 1948._Foto: Paul PoppePopperfoto/Getty Images
Em 1981, Fisher, que havia se mudado para San Francisco, começou a desenvolver a Atlas Economic Research Foundation por sugestão de Hayek. Fisher havia aproveitado o sucesso do IEA para conseguir doações de empresas para seu projeto de criação de uma rede regional de _think tanks_em Nova York, Canadá, Califórnia e Texas, entre outros. Mas o novo empreendimento de Fisher viria a ter uma dimensão global: uma organização sem fins lucrativos dedicada a levar sua missão adiante por meio da criação de postos avançados do libertarianismo em todos os países do mundo. “Quanto mais institutos existirem no mundo, mais oportunidade teremos para resolver problemas que precisam de uma solução urgente”, declarou.
Fisher começou a levantar fundos junto a empresas com a ajuda de cartas de recomendação de Hayek, Thatcher e Friedman, instando os potenciais doadores a ajudarem a reproduzir o sucesso do IEA através da Atlas. Hayek escreveu que o modelo do IEA “deveria ser usado para criar institutos similares em todo o mundo”. E acrescentou: “Se conseguíssemos financiar essa iniciativa conjunta, seria um dinheiro muito bem gasto.”
A proposta foi enviada para uma lista de executivos importantes, e o dinheiro logo começou a fluir dos cofres das empresas e dos grandes financiadores do Partido Republicano, como Richard Mellon Scaife. Empresas como a Pfizer, Procter & Gamble e Shell ajudaram a financiar a Atlas. Mas a contribuição delas teria que ser secreta para que o projeto pudesse funcionar, acreditava Fisher. “Para influenciar a opinião pública, é necessário evitar qualquer indício de interesses corporativos ou tentativa de doutrinação”, escreveu Fisher na descrição do projeto, acrescentando que o sucesso do IEA estava baseado na percepção pública do caráter acadêmico e imparcial do instituto.
A Atlas cresceu rapidamente. Em 1985, a rede contava com 27 instituições em 17 países, inclusive organizações sem fins lucrativos na Itália, México, Austrália e Peru.
E o _timing_não podia ser melhor: a expansão internacional da Atlas coincidiu com a política externa agressiva de Ronald Reagan contra governos de esquerda mundo afora.
Embora a Atlas declarasse publicamente que não recebia recursos públicos (Fisher caracterizava as ajudas internacionais como uma forma de “suborno” que distorcia as forças do mercado), há registros da tentativa silenciosa da rede de canalizar dinheiro público para sua lista cada vez maior de parceiros internacionais.
Em 1982, em uma carta da Agência de Comunicação Internacional dos EUA – um pequeno órgão federal destinado a promover os interesses americanos no exterior –, um funcionário do Escritório de Programas do Setor Privado escreveu a Fisher em resposta a um pedido de financiamento federal. O funcionário diz não poder dar dinheiro “diretamente a organizações estrangeiras”, mas que seria possível copatrocinar “conferências ou intercâmbios com organizações” de grupos como a Atlas, e sugere que Fisher envie um projeto. A carta, enviada um ano depois da fundação da Atlas, foi o primeiro indício de que a rede viria a ser uma parceira secreta da política externa norte-americana.
Memorandos e outros documentos de Fisher mostram que, em 1986, a Atlas já havia ajudado a organizar encontros com executivos para tentar direcionar fundos americanos para sua rede de think tanks. Em uma ocasião, um funcionário da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), o principal braço de financiamento internacional do governo dos EUA, recomendou que o diretor da filial da Coca-Cola no Panamá colaborasse com a Atlas para a criação de um _think tank_nos moldes do IEA no país. A Atlas também recebeu fundos da Fundação Nacional para a Democracia (NED), uma organização sem fins lucrativos fundada em 1983 e patrocinada em grande parte pelo Departamento de Estado e a USAID cujo objetivo é fomentar a criação de instituições favoráveis aos EUA nos países em desenvolvimento.
Alejandro Chafuen, da Atlas Economic Research Foundation, atrás à direita, cumprimenta Rafael Alonzo, do Centro de Divulgação do Conhecimento Econômico para a Liberdade (CEDICE Libertad), à esquerda, enquanto o escritor peruano Mario Vargas Llosa aplaude a abertura do Fórum Liberdade e Democracia, em Caracas, no dia 28 de maio de 2009.
Foto: Ariana Cubillos/AP
_ _Financiada generosamente por empresas e pelo governo americano, a Atlas deu outro golpe de sorte em 1985 com a chegada de Alejandro Chafuen. Linda Whetstone, filha de Fisher, conta um episódio ocorrido naquele ano, quando um jovem Chafuen, que ainda vivia em Oakland, teria aparecido no escritório da Atlas em San Francisco “disposto a trabalhar de graça”. Nascido em Buenos Aires, Chafuen vinha do que ele chamava “uma família anti-Peronista”. Embora tenha crescido em uma época de grande agitação na Argentina, Chafuen vivia uma vida relativamente privilegiada, tendo passado a adolescência jogando tênis e sonhando em se tornar atleta profissional.
Ele atribui suas escolhas ideológicas a seu apetite por textos libertários, de Ayn Rand a livretos publicados pela FEE, a organização de Leonard Read que havia inspirado Antony Fisher. Depois de estudar no Grove City College, uma escola de artes profundamente conservadora e cristã no estado americano da Pensilvânia, onde foi presidente do clube de estudantes libertários, Chafuen voltou ao país de nascença. Os militares haviam tomado o poder, alegando estar reagindo a uma suposta ameaça comunista. Milhares de estudantes e ativistas seriam torturados e mortos durante a repressão à oposição de esquerda no período que se seguiu ao golpe de Estado.
Chafuen recorda essa época de maneira mais positiva do que negativa. Ele viria a escrever que os militares haviam sido obrigados a agir para evitar que os comunistas “tomassem o poder no país”. Durante sua carreira como professor, Chafuen diz ter conhecido “totalitários de todo tipo” no mundo acadêmico. Segundo ele, depois do golpe militar seus professores “abrandaram-se”, apesar das diferenças ideológicas entre eles.
Em outros países latino-americanos, o libertarianismo também encontrara uma audiência receptiva nos governos militares. No Chile, depois da derrubada do governo democraticamente eleito de Salvador Allende, os economistas da Sociedade Mont Pèlerin acorreram ao país para preparar profundas reformas liberais, como a privatização de indústrias e da Previdência. Em toda a região, sob a proteção de líderes militares levados ao poder pela força, as políticas econômicas libertárias começaram a se enraizar.
Já o zelo ideológico de Chafuen começou a se manifestar em 1979, quando ele publicou um ensaio para a FEE intitulado “War Without End” (Guerra Sem Fim). Nele, Chafuen descreve horrores do terrorismo de esquerda “como a família Manson, ou, de forma organizada, os guerrilheiros do Oriente Médio, África e América do Sul”. Haveria uma necessidade, segundo ele, de uma reação das “forças da liberdade individual e da propriedade privada”.
Seu entusiasmo atraiu a atenção de muita gente. Em 1980, aos 26 anos, Chafuen foi convidado a se tornar o membro mais jovem da Sociedade Mont Pèlerin. Ele foi até Stanford, tendo a oportunidade de conhecer Read, Hayek e outros expoentes libertários. Cinco anos depois, Chafuen havia se casado com uma americana e estava morando em Oakland. E começou a fazer contato com membros da Mont Pèlerin na área da Baía de San Francisco – como Fisher.
Em toda a região, sob a proteção de líderes militares levados ao poder pela força, as políticas econômicas libertárias começaram a se enraizar.De acordo com as atas das reuniões do conselho da Atlas, Fisher disse aos colegas que havia feito um pagamento _ex gratia_no valor de US$ 500 para Chafuen no Natal de 1985, declarando que gostaria de contratar o economista para trabalhar em tempo integral no desenvolvimento dos _think tanks_da rede na América Latina. No ano seguinte, Chafuen organizou a primeira cúpula de _think tanks_latino-americanos, na Jamaica.
Chafuen compreendera o modelo da Atlas e trabalhava incansavelmente para expandir a rede, ajudando a criar _think tanks_na África e na Europa, embora seu foco continuasse sendo a América Latina. Em uma palestra sobre como atrair financiadores, Chafuen afirmou que os doadores não podiam financiar publicamente pesquisas, sob o risco de perda de credibilidade. “A Pfizer não patrocinaria uma pesquisa sobre questões de saúde, e a Exxon não financiaria uma enquete sobre questões ambientais”, observou. Mas os _think tanks_libertários – como os da Atlas Network –não só poderiam apresentar as mesmas pesquisas sob um manto de credibilidade como também poderiam atrair uma cobertura maior da mídia.
“Os jornalistas gostam muito de tudo o que é novo e fácil de noticiar”, disse Chafuen. Segundo ele, a imprensa não tem interesse em citar o pensamento dos filósofos libertários, mas pesquisas produzidas por um _think tank_são mais facilmente reproduzidas. “E os financiadores veem isso”, acrescenta.
Em 1991, três anos depois da morte de Fisher, Chafuen assumiu a direção da Atlas – e pôs-se a falar sobre o trabalho da Atlas para potenciais doadores. E logo começou a conquistar novos financiadores. A Philip Morris deu repetidas contribuições à Atlas, inclusive uma doação de US$ 50 mil em 1994, revelada anos depois. Documentos mostram que a gigante do tabaco considerava a Atlas uma aliada em disputas jurídicas internacionais.
Mas alguns jornalistas chilenos descobriram que _think tanks_patrocinados pela Atlas haviam feito pressão por trás dos panos contra a legislação antitabagista sem revelar que estavam sendo financiadas por empresas de tabaco – uma estratégia praticada por _think tanks_em todo o mundo.
Grandes corporações como ExxonMobil e MasterCard já financiaram a Atlas. Mas o grupo também atrai grandes figuras do libertarianismo, como as fundações do investidor John Templeton e dos irmãos bilionários Charles e David Koch, que cobriam a Atlas e seus parceiros de generosas e frequentes doações. A habilidade de Chafuen para levantar fundos resultou em um aumento do número de prósperas fundações conservadoras. Ele é membro-fundador do Donors Trust, um discreto fundo orientado ao financiamento de organizações sem fins lucrativos que já transferiu mais de US$ 400 milhões a entidades libertárias, incluindo membros da Atlas Network. Chafuen também é membro do conselho diretor da Chase Foundation of Virginia, outra entidade financiadora da Atlas, fundada por um membro da Sociedade Mont Pèlerin.
Outra grande fonte de dinheiro é o governo americano. A princípio, a Fundação Nacional para a Democracia encontrou dificuldades para criar entidades favoráveis aos interesses americanos no exterior. Gerardo Bongiovanni, presidente da Fundación Libertad, um _think tank_da Atlas em Rosario, na Argentina, afirmou durante uma palestra de Chafuen que a injeção de capital do Center for International Private Enterprise – parceiro do NED no ramo de subvenções – fora de apenas US$ 1 milhão entre 1985 e 1987. Os _think tanks_que receberam esse capital inicial logo fecharam as portas, alegando falta de treinamento em gestão, segundo Bongiovanni.
No entanto, a Atlas acabou conseguindo canalizar os fundos que vinham do NED e do CIPE, transformando o dinheiro do contribuinte americano em uma importante fonte de financiamento para uma rede cada vez maior. Os recursos ajudavam a manter _think tanks_na Europa do Leste, após a queda da União Soviética, e, mais tarde, para promover os interesses dos EUA no Oriente Médio. Entre os beneficiados com dinheiro do CIPE está a CEDICE Libertad, a entidade a que líder opositora venezuelana María Corina Machado fez questão de agradecer.
O assessor da Casa Branca Sebastian Gorka participa de uma entrevista do lado de fora da Ala Oeste da Casa Branca em 9 de junho de 2017 – Washington, EUA.
Foto: Chip Somodevilla/Getty Images
_ _No Brick Hotel, em Buenos Aires, Chafuen reflete sobre as três últimas décadas. “Fisher ficaria satisfeito; ele não acreditaria em quanto nossa rede cresceu”, afirma, observando que talvez o fundador da Atlas ficasse surpreso com o atual grau de envolvimento político do grupo.
Chafuen se animou com a eleição de Donald Trump para a presidência dos EUA. Ele é só elogios para a equipe do presidente. O que não é nenhuma surpresa, pois o governo Trump está cheio de amigos e membros de grupos ligados à Atlas. Sebastian Gorka, o islamofóbico assessor de contraterrorismo de Trump, dirigiu um _think tank_patrocinado pela Atlas na Hungria. O vice-presidente Mike Pence compareceu a um encontro da Atlas e teceu elogios ao grupo. A secretária de Educação Betsy DeVos trabalhou com Chafuen no Acton Institute, um _think tank_de Michigan que usa argumentos religiosos a favor das políticas libertárias – e que agora tem uma entidade subsidiária no Brasil, o Centro Interdisciplinar de Ética e Economia Personalista. Mas talvez a figura mais admirada por Chafuen no governo dos EUA seja Judy Shelton, uma economista e velha companheira da Atlas Network. Depois da vitória de Trump, Shelton foi nomeada presidente da NED. Ela havia sido assessora de Trump durante a campanha e o período de transição. Chafuen fica radiante ao falar sobre o assunto: “E agora tem gente da Atlas na presidência da Fundação Nacional para a Democracia (NED)”, comemora.
Antes de encerrar a entrevista, Chafuen sugere que ainda vem mais por aí: mais think tanks, mais tentativas de derrubar governos de esquerda, e mais pessoas ligadas à Atlas nos cargos mais altos de governos ao redor do mundo. “É um trabalho contínuo”, diz.
Mais tarde, Chafuen compareceu ao jantar de gala do Latin America Liberty Forum. Ao lado de um painel de especialistas da Atlas, ele discutiu a necessidade de reforçar os movimentos de oposição libertária no Equador e na Venezuela.
Danielle Mackey contribuiu na pesquisa para essa matéria. Tradução: Bernardo Tonasse
The post Esfera de influência: como os libertários americanos estão reinventando a política latino-americana appeared first on The Intercept.
submitted by feedreddit to arableaks [link] [comments]


2017.06.13 17:46 AngelSpumoni BITE Method For Identification Of Cult-Like Behavior, Translated into Spanish (Original English Sources At Bottom). Feel Free to Share With Any Spanish-Speaking Loved Ones!

Características Asociadas con Grupos Sectarios – Revisado
Michael D. Langone, PhD
Existen esfuerzos coordinados con la influencia y el control que se encuentran en el núcleo de grupos, programas, y relaciones sectarios. Muchos miembros, exmiembros, y partidarios de cultos o sectas religiosas no son conscientes del grado en el que los miembros han sido manipulados, explotados, o incluso abusados. La siguiente lista de patrones de conducta interpersonal, socio-estructural y socio-sicológica que comúnmente se encuentran en ambientes sectarios puede ayudar en evaluar a un grupo o a una relación en particular.
Comparen los siguientes patrones con la situación en la que se encontraron (o en la cual Ud., un miembro de la familia, o un amigo está involucrado actualmente). Esta lista puede ayudar a determinar si hay una razón para preocuparse. Tengan presente que esta lista no está diseñada para ser una “escala del cultismo” o una lista de comprobación definitiva para estipular si un grupo específico es un culto o secta. Esto no es tanto un instrumento de diagnóstico, es más una herramienta analítica.
· El grupo exhibe un compromiso excesivamente celoso e incondicional hacia su(s) líder(es) y (ya esté(n)) vivo(s) o muerto(s)) considera el sistema de creencia, ideología, y las prácticas del mismo líder como La Verdad, y/o como ley.
· Se disuade de, y hasta se castiga, cuestionar, dudar, y disentir.
· Las prácticas que alteran la mente (como la meditación, los cantos, hablar en lenguas, sesiones de denuncia, y rutinas debilitantes de trabajo) se usan en exceso, y sirven para reprimir dudas sobre el grupo y su(s) líder(es).
· El liderazgo dicta, a veces en mucho detalle, cómo los miembros deberían pensar, actuar, sentir (por ejemplo, los miembros tienen que conseguir permiso para salir en una cita, cambiar de trabajo, casarse- o los líderes prescriben qué tipo de ropa se puede llevar, dónde vivir, si se deben tener hijos o no, cómo disciplinar a los hijos, etc.)
· El grupo es elitista, reclamando un estatus especial y exaltado para sí mismo, su(s) líder(es), y sus miembros (por ejemplo, el líder está considerado como el Mesías, un ser especial, un avatar- o el grupo y/o el líder está(n) en una misión especial para salvar a la humanidad).
· El grupo exhibe una mentalidad polarizada de “nosotros-contra-ellos”, la cual puede causar conflicto con la sociedad en general.
· El líder no se explica ante ninguna autoridad (diferente a, por ejemplo, profesores, comandantes militares, ministros, sacerdotes, monjes, y rabís de las denominaciones religiosas prevalentes).
· El grupo enseña o implica que sus supuestos resultados exaltados justifican cualquier acción que se considere necesaria. Esto puede resultar en la participación de los miembros en comportamientos o actividades que ellos mismos habrían considerado reprensibles, o poco éticos antes de juntarse al grupo (por ejemplo, mentir a su familia o amigos, o recoger fondos para una caridad falsa).
· El liderazgo induce sentimientos de vergüenza y/o culpa para poder influenciar y/o controlar a los miembros. A menudo, esto se logra por medio de presión de los homólogos y formas sutiles de persuasión.
· La subordinación al líder o al grupo requiere que los miembros corten relaciones con la familia o los amigos, y alteren radicalmente las metas y actividades personales que tenían antes de juntarse al grupo.
· El grupo se preocupa por reclutar a miembros nuevos.
· El grupo se preocupa por ganar dinero.
· Se insiste en que los miembros dediquen una cantidad excesiva de tiempo al grupo y a actividades relacionadas con el grupo.
· Se requiere o se urge que los miembros vivan y/o socialicen solamente con otros miembros del grupo.
Los miembros más fieles (los “creyentes verdaderos”) sienten que no puede haber vida fuera del contexto del grupo. Creen que no hay otra manera de ser, y a menudo temen represalias contra ellos mismos o hacia otros si salen (o aun si consideran salir) del grupo.
Original sources in English: http://www.csj.org/studyindex/studyminctstudy_cultmindctr.htm http://www.culthelp.info/index.php?option=com_content&task=view&id=15&Itemid=5
submitted by AngelSpumoni to exmormon [link] [comments]


AO VIVO COM VOCÊ 15 Conversa ao Vivo com Marcelo Gleiser 18/10 AO VIVO COM VOCÊ 32  ESTADOS UNIDOS E IRAN /ASTRO INTUSO E SUA POSIÇÃO NOS CÉUS/AUSTRALIA EM CHAMAS Santos x Santo André - AO VIVO COM IMAGENS HD - 22/07/2020 ... O Bola nas Costas AO VIVO com Léo Ortiz - 04/12 LIVE DE ANIVERSÁRIO #OriginalNaLiveDoDiogo #EmCasaComDiogo

MEGA TELEVISIÓN HD: BOOMERANG HD EN VIVO

  1. AO VIVO COM VOCÊ 15
  2. Conversa ao Vivo com Marcelo Gleiser 18/10
  3. AO VIVO COM VOCÊ 32 ESTADOS UNIDOS E IRAN /ASTRO INTUSO E SUA POSIÇÃO NOS CÉUS/AUSTRALIA EM CHAMAS
  4. Santos x Santo André - AO VIVO COM IMAGENS HD - 22/07/2020 ...
  5. O Bola nas Costas AO VIVO com Léo Ortiz - 04/12
  6. LIVE DE ANIVERSÁRIO #OriginalNaLiveDoDiogo #EmCasaComDiogo

Os Pingos Nos Is - 27/01/2020 - Moro na Jovem Pan / Ciro sem carro / Eike cita Aécio em delação - Duration: 2:05:29. Os Pingos nos Is Recommended for you New Os Pingos Nos Is - 27/01/2020 - Moro na Jovem Pan / Ciro sem carro / Eike cita Aécio em delação - Duration: 2:05:29. Os Pingos nos Is Recommended for you New Confira o livro com a receita da moqueca feita pelo Diogo na Live: https://diogo.no/a6ac4 Data: DOMINGO 26 de Abril Horário: 12H Para a comemoração do seu an... Os Pingos Nos Is - 27/01/2020 - Moro na Jovem Pan / Ciro sem carro / Eike cita Aécio em delação - Duration: 2:05:29. Os Pingos nos Is Recommended for you New Os Pingos Nos Is - 27/01/2020 - Moro na Jovem Pan / Ciro sem carro / Eike cita Aécio em delação - Duration: 2:05:29. Os Pingos nos Is Recommended for you New Santos x Santo André x Santos Ao Vivo, Santos vs Santo André vs Santos Ao Vivo, Santos x Santo André x Santos Ao Vivo campeonato paulista, Santos vs Santo An...